terça-feira, 24 de maio de 2011

MISSÃO ITÁLIA ISF 2011: IMPRESSÕES (I)




Relativamente àquilo que foi o primeiro dia da estada da nossa comitiva em Itália – Model Event e Cerimónia de Abertura -, aqui ficam algumas impressões.


Depois de duas longas viagens de avião, uma delas a dormir e outra a apreciar a paisagem e o pôr do sol, chegámos finalmente a Veneza! Mas o ritmo não variou, pois de seguida apanhámos logo o autocarro para nos deslocarmos para o nosso Hotel, onde chegámos depois das duas da manhã…. Após um rápido jantar caímos na cama, para nos levantarmos às nove horas da manhã. E ao sairmos ficámos completamente boquiabertos com a magnífica paisagem que nos rodeava: enormes montanhas a tocar o céu, algumas com o topo coberto de neve. Espectacular!! E assim, partimos para o Model Event, o qual realizámos muito lentamente tendo em atenção todos os detalhes de relevo, vegetação e simbologia. Estamos preparadíssimas para a Longa. E agora só nos resta um belo manjar: o nosso primeiro contacto com a gastronomia italiana. Diferente mas deliciosa…
Inês Domingues (EB 2,3 Guilherme Stephens)

Esta viagem foi um espectáculo pela primeira vez de avião. Em Itália isto é muito calmo; pouco lixo no chão; tem uma paisagem muito gira. Até ver, isto é um máximo.
Carlos Frazão (EB 2,3 Conde de Ourém)

No dia 22 de Maio de 2011 realizamos o Model Event. Fizemos o mapa em grupo, devagar para poupar para o dia seguinte, e a estudar o mapa. Havia pontos técnicos onde tinhamos de ir com atenção e outros onde era só correr. No final não havia água para beber, o que era muito mau. Então, ao ir para a Arena, vimos uma ribeira onde a água era limpa e bebemos pois tínhamos sede.
André Esteves (ES Entroncamento)

Bem, este dia começou em força com um grande pequeno-almoço no Hotel. Logo de seguida tivemos de caminhar um pouco para chegar aos autocarros para o Model Event, que por sua vez foi muito bom para os atletas se habituarem à altitude, ao tipo de terreno, ao mapa e ver alguns aspectos do mapa que despertem curiosidade. Isto fez com que ficassemos cheios de apetite e nada melhor que um bom almoço: Lasanha como aperitivo e, de prato principal, Lombinhos com Batatas.
Agora vamos todos para a Cerimónia de Abertura que é sempre interessante, não se podendo esquecer que um dos nossos objectivos é ganhar o prémio “fair-play”.
João Cascalho (EB 2,3 Cunha Rivara - Arraiolos)

Tal como aconteceu há dois atrás (Mundiais ISF Madrid), a comitiva portuguesa voltou a reunir-se com algum tempo de antecedência, sendo acolhida nos locais residência dos próprios atletas de Palmela e Pinhal Novo. O espirito de grupo reforça-se, criam-se sinergias e aquando do embarque para mais esta aventura já só existe o pensamento único de representar o nosso pais de forma o mais condigna possível e com a ilusão de voltar a repetir outras boas prestações do passado. Depois de uma viagem algo atribulada, como foi referido em testemunhos anteriores, hoje já existiu um cheirinho daquilo que poderá vir a ser a prova longa de amanhã, na realização do Model Event, num cenário completamente idilico para o praticante de Orientação (Val Canali) e onde ressalta à vista a transição de zonas rápidas com boa visibilidade e zonas técnicas e bastante exigentes no que a nível físico dizem respeito. A impressão que ficou foi a de satisfação de todos os atletas da comitiva com o terreno que encontraram, perspectivando-se o máximo empenho de todos eles em obter resultados importantes para Portugal.
Professor José Mateus (EB 2,3 Cunha Rivara – Arraiolos)

Acompanhe os Mundiais em http://www.italiaor2011.com/ ou aqui, no seu Orientovar.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: