segunda-feira, 30 de maio de 2011

CAMPEONATO NACIONAL DE DISTÂNCIA LONGA 2011: DIOGO MIGUEL E MARIA SÁ NO LUGAR MAIS ALTO DO PÓDIO




Os Campeonatos Nacionais de Orientação Pedestre atraíram sobre si as atenções neste fim-de-semana, com Diogo Miguel e Maria Sá a sagrarem-se campeões nacionais de Distância Longa e o Clube de Orientação do centro a fazer a festa na Estafeta. Mas houve mais títulos... e para todos os gostos!


Com a designação inicial de “Distância Clássica”, os Campeonatos Nacionais de Distância Longa conheceram este fim-de-semana a sua 17ª edição. A palco escolhido foi a Mata Nacional de Leirosa, no concelho da Figueira da Foz, como que revisitando o primeiro dia do Portugal O' Meeting 2010 de boa memória. A assinatura organizativa pesou sobre a Secção de Orientação do Ginásio Clube Figueirense, contando com os apoios institucionais da Câmara Municipal da Figueira da Foz, Junta de Freguesia de Marinha das Ondas e Federação Portuguesa de Orientação.

O dia de sábado foi integralmente dedicado ao Campeonato Nacional de Distância Longa, no qual participaram 264 atletas distribuídos por 22 escalões. Ausências notadas, as dos nossos “elites” mais jovens, “fintados” pela companhia aérea espanhola no regresso dos Mundiais de Desporto Escolar ISF 2011 e obrigados a pernoitar em Barajas (Madrid). O dia esteve quente e o ar “pesado”, as provas desenrolaram-se no Mapa Leirosa Sul, em terrenos de floresta e dunas, com muitos pormenores de vegetação e micro-relevo e com a generalidade das opiniões recolhidas a darem conta duma enorme satisfação e a saudaram a organização ginasista pelo excelente trabalho.


A lei dos mais fortes

Passando à competição, Diogo Miguel (Ori-Estarreja) foi o grande vencedor da prova de Elite Masculina. A decisão de aumentar a distância da prova dos 12 km iniciais para uns “puxadinhos” 15,2 km terá ido em certa medida ao encontro das potencialidades de Diogo Miguel, que junta a uma superior qualidade técnica, uma capacidade física excelente, ele que vem de estabelecer a sua melhor marca pessoal na distância da Meia-Maratona, com o tempo de 1.09.23 (Cortegaça, 8 de Maio). O atleta chega assim ao título nacional nesta distância pela segunda vez, repetindo o êxito da serra da Cabreira, em 2008/2009. Joaquim Sousa continua a clamar que “velhos são os trapos” e a menos de três meses de completar 41 anos acrescenta mais um saboroso título à sua longa e profícua carreira, sagrando-se Vice-Campeão Nacional. No sector feminino, Maria Sá (GD4C) voltou a demonstrar a sua apetência pelas provas de Distância Longa, arrebatando o título após acesa luta com Catarina Ruivo (COC) e Kristina Roberto (GafanhOri), segunda e terceira classificadas, respectivamente. Este é o terceiro título consecutivo da atleta vilacondense na Distância Longa e o 11º título individual dos últimos seis anos no escalão de Elite.

Nos restantes escalões, a primeira nota vai para o recém-estabelecido escalão H/D15 que conheceu os primeiros Campeões Nacionais de Distância Longa, Gonçalo Pirrolas (ADFA) e Nina Roothans (CN Alvito). Pedro Silva e Rita Rodrigues, ambos do GafanhOri, saborearam no escalão Júnior um título anteriormente alcançado em Juvenis, Pedro Silva em 2007/2008 e Rita Rodrigues em 2008/2009. No escalão H35, Jorge Correia (ADFA) repetiu os títulos de 2007/2008 e 2009/2010, enquanto em D35, após um ano de “jejum”, Susana Pontes (CPOC) recuperou o título nacional de Distância Longa – o terceiro nos últimos quatro anos -, juntando-o ao título nacional de Sprint 2011... em Ori-BTT!


Um “estreante” de nome José Raposo

Após as vitórias de sábado no escalão H/D40, Santos Sousa (ADFA) e Anabela Vieito (COC) continuam a acumular títulos nacionais e somam, respectivamente, 20 e 19 títulos nos seus currículos. Em H45, Manuel Luís (CP Armada) regressou aos títulos de Distância Longa, depois das suas vitórias em 2005/2006 e 2006/2007, a que se seguiu uma ausência de três temporadas nos pódios da distância. Tal como em H45, tembém em D45 Luísa Mateus (COC) recuperou um título que lhe fugia há várias temporadas (a sua última vitória na distância data de 2005/2006), alcançando inclusivé uma “dobradinha” deveras interessante: ser Campeã Nacional de Distância Longa 2011 nas disciplinas Pedestre e de Orientação em BTT. Contrariando o favoritismo de Albano João (COC), José Fernandes (.COM) sagrou-se Campeão Nacional no escalão H50, recuperando um título que lhe fugiu nas três últimas temporadas (para Rui Antunes, Albano João e Jorge Gonçalves). Já em D50, Palmira João (COC) voltou a evidenciar uma enorme supremacia face às adversárias e mostrou o porquê de ser a atleta portuguesa com maior número de títulos na distância, nada mais nada menos que nove (!).

Jacinto Eleutério (ADFA) e Fernanda Ferreira (Da Recardães) conquistaram os seus primeiros títulos nacionais de Distância Longa, respectivamente em H/D55, o mesmo acontecendo com José Raposo (COALA), em H60. A propósito de José Raposo, refira-se que este é mesmo o primeiro título da sua longa carreira e um justo prémio à sua perseverança, determinação e amor à modalidade. Em D60, Ana Carreira (CPOC) alcançou o seu segundo título nacional na distância, após um jejum de treze anos. Em H65, Armandino Cramez (Ori-Estarreja) alcançou o 15º título nacional da sua carreira e o sexto na distância. Finalmente, em H70, José Grada soma e segue, repetindo o triunfo da temporada passada e contando agora nove títulos nacionais. Em termos colectivos, o GafanhOri venceu em Homens Elite, enquanto a vitória em Damas Elite coube ao COC. Com os restantes triunfos distribuidos por GD4C, .COM. GafanhOri, ADFA e Ori-Estarreja, a turma leiriense viria ainda a conseguir as vitórias no escalão H15 e D45/50, sendo a mais ganhadora.


Resultados
Elite Masculina
1º Diogo Miguel (Or-Estarreja) 1.26.42
2º Joaquim Sousa (COC) 1.31.59
3º Tiago Aires (GafanhOri) 1.33.01
4º Miguel Silva (CPOC) 1.35.27
5º Tiago Romão (ADFA) 1.39.08
6º Manuel Horta (GafanhOri) 1.41.07
7º Nélson Graça (CPOC) 1.46.56
8º Gildo Silva (COC) 1.48.24
9º Pedro Duarte (ADFA) 1.53.45
10º Tiago Gingão Leal (GafanhOri) 1.56.45

Elite Feminina
1º Maria Sá (GD4C) 1.15.53
2º Catarina Ruivo (COC) 1.17.50
3º Kristina Roberto (GafanhOri) 1.18.43
4º Patrícia Casalinho (COC) 1.25.23
5º Adelindina Lopes (COA) 1.35.42
6º Emília Silveira (ADFA) 1.39.09
7º Marta Fonseca (ADFA) 1.45.56
8º Rita Madaleno (ADFA) 1.48.31
9º Carla Saraiva (Ori-Estarreja) 1.52.17
10º Débora Silva (CMo Funchal) 1.55.50

Campeões Nacionais Outros Escalões
H/D15 – Gonçalo Pirrolas (ADFA) e Nina Roothans (CN Alvito)
H/D17 – Leandro Silva (COC) e Mariana Simões (ADFA)
H/D20 – Pedro Silva (GafanhOri) e Rita Rodrigues (GafanhOri)
H/D35 – Jorge Correia (ADFA) e Susana Pontes (CPOC)
H/D40 – Armando Santos Sousa (ADFA) e Anabela Vieito (COC)
H/D45 – Manuel Luís (CP Armada) e Luisa Mateus (COC)
H/D50 – Palmira João (COC) e José Fernandes (.COM)
H/D55 – Jacinto Eleutério (ADFA) e Fernanda Ferreira (DA Recardães)
H/D60 – José Raposo (COALA) e Ana Carreira (CPOC)
H65 – Armandino Cramez (Ori-Estarreja)
H70 – José Grada (Ori-Estarreja)




[NOTA - O Orientovar lamenta que, quase vinte e quatro horas volvidas sobre a realização dos Campeonatos Nacionais de Estafetas 2011, a organização não tenha ainda disponibilizado os resultados. É este o motivo que faz com que esta reportagem acabe por ficar amputada numa das suas componentes essenciais. Não voltarei a este assunto mas aqui deixo o reparo para uma situação que não deveria acontecer... mas acontece!]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: