domingo, 24 de abril de 2011

PORTUGAL O' MEETING DE ORI-BTT 2011: CAMPEONATOS NACIONAIS DE ESTAFETA ENCERRAM PRIMEIRA EDIÇÃO DA PROVA




Com a realização da prova de Estafetas, chegaram ao fim os Campeonatos Nacionais de Orientação em BTT 2011. Naquela que é, para muitos, a prova-rainha da Orientação, a ADFA foi a grande ganhadora, alcançando três dos cinco títulos em competição.


Depois da acesa luta pelos títulos nacionais individuais de Orientação em BTT 2011, foi a vez da caravana orientista regressar aos espaços magníficos da Quinta de Santo António, em Sobrena (Cadaval). Em domingo de Páscoa, tiveram lugar os Campeonatos Nacionais de Estafetas 2011, uma prova que cativou pela emoção e pelas muitas incertezas que chegou a levantar no tocante ao escalonamento dos respectivos contendores.

Foram em número de 36 as equipas que alinharam à partida, sete das quais nas duas provas Populares (Curta e Longa) e as restantes distribuídas pelos escalões de Juniores Masculinos, Elite Masculinos e Femininos e Veteranos Masculinos I e II. Lançados em 2007/2008, nunca os Nacionais de Estafetas tinham registado um tão baixo número de escalões de competição. Aliás, reafirmando aquilo que já foi dito anteriormente, o baixo número de participantes – em particular nos escalões etários mais jovens – acaba por ser o único aspecto negativo num evento que, no seu todo, deverá conferir ao ATV – Académico de Torres Vedras, a entidade organizadora, nota muito elevada.


COC e ADFA confirmam boas prestações das provas individuais

Começando pelos escalões de Elite, COC e ADFA, respectivamente em Masculinos e Femininos, mais não fizeram do que confirmar as excelentes prestações dos seus atletas nas provas individuais, juntando o título de Estafetas aos dois anteriores na época de 2009/2010 este título não foi disputado). No sector Masculino, Paulo Alípio teve um começo demolidor, reforçado pelas prestações de Joel Morgado e Daniel Marques, o que valeu à turma de Leiria uma vitória folgada com mais de vinte e um minutos de vantagem sobre o segundo classificado. A luta pelas posições seguintes esteve ao rubro nos dois primeiros percursos, com João Palhinha (Casa Povo Abrunheira) a partir com uma escassa vantagem de treze segundos sobre Tiago Lopes (CAOS) para o decisivo percurso. Aqui a experiência falou muito mais alto que a juventude, João Palhinha acusou em demasia a pressão e os mais de vinte e seis minutos de desvantagem para Tiago Lopes são disso prova evidente.

No escalão de Elite Feminina, a turma do COC (Luísa Mateus, Marisa Barroso e Cláudia Garcia Monteiro) não constituiu obstáculo de monta para a turma da ADFA (Rita Madaleno, Marta Fonseca e Susana Rodrigues), que concluiu com uma vantagem praticamente na casa dos quarenta e nove minutos. Também em Juniores Masculinos a turma do CN Alvito (Hugo Palhais, João Caeiro e Paul Roothans) mostrou uma superioridade importante sobre os restantes dois competidores, vencendo com quase vinte e dois minutos de vantagem sobre o BTT Loulé/EAFIT/BPI (João Fernandes, Toni Duarte e Mac-Mahon Moreira).


ADFA fecha com chaves de ouro

O escalão de Veteranos Masculinos I acabou por ser o mais disputado, com Inácio Serralheiro a entrar melhor e a conferir ligeira vantagem ao CN Alvito, anulada no segundo percurso por uma boa prova de António Valentim (ADFA). Com as duas equipas separadas por escassos onze segundos, Nuno Sousa (ADFA) e Leandro Silva (CN Alvito) travaram empolgante duelo, acabando a turma da ADFA por levar a melhor por uma diferença de três minutos exactos. ADFA que, com Mário Duarte, Armando Sousa e Crispim Júnior se mostrou muito superior aos seus adversários no escalão de Veteranos Masculinos II, impondo-se categoricamente a Clube EDP (Armando Santos, Paulo Pedro e José João Moura) e COC (Pedro Serralheiro, Carlos do Vale e Tozé Silva), respectivamente segundo e terceiro classificados.

No cômputo geral, o COC mantém a invencibilidade no escalão de Elite Masculina, contando por vitórias os três títulos de Estafetas disputados até ao momento. Na Elite Feminina, depois da vitória do GDU Azoia na edição de 2007/2008 e da vitórias do COC na temporada seguinte, foi agora a vez da ADFA inscrever o seu nome pela primeira vez na lista de vencedores. Igual desiderato alcançou o CN Alvito no escalão de Juniores Masculinos, após dois títulos consecutivos do COC. No que aos Veteranos Masculinos I diz respeito, depois dum primeiro título para o COC e do título seguinte ter ido para o CN Alvito, foi agora a vez da ADFA increver, também aqui, o seu nome pela primeira vez no rol de vencedores. Finalmente, no tocante aos Veteranos Masculinos II, a ADFA recuperou o título conquistado na primeira edição dos Nacionais de Estafetas, depois da vitória do Clube EDP em 2008/2009.

Todos os resultados e informações em http://www.atv.pt/actividades/evento/5/490.

[foto gentilmente cedida por Luís Sérgio]


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: