sexta-feira, 4 de março de 2011

PORTUGAL O' MEETING 2011: TUDO A POSTOS PARA O INÍCIO DA COMPETIÇÃO




“Às vezes olho as luzes da cidade
Mas não consigo dar um passo em frente
Há dias em que é tanta a claridade
Que a gente fica cega de repente”


É um clarão vermelho hidrargírio aquele que me recebe à chegada a Alter do Chão. Uma gigantesca bola de fogo que tinge o horizonte e confere aos campos um tom alilazado, feérico, absolutamente irreal. Aquela entrada do Castelo, onde funciona o Secretariado, está fantástica. Tantas bandeiras, tanta gente, tantas línguas a falar a mesma língua.

Ao longo de quatro fantásticos dias, a Orientação será rainha no Norte Alentejano. Eu começo a gozar a festa de forma absolutamente única. Uma saltada ao Pólo, o Quartel-General onde se reúnem os Quatro Caminhos, para dar um grande e forte abraço ao Maga, ao Marcolino, ao Vítor Delgado e ao Joaquim Costa e a todos os outros. Depois…

Bem, depois é uma dose de prazer redobrado com as melhores Migas de Espargos do mundo à frente, acompanhadas na justa medida com o Monte Barrão 2008, um Tinto ao mesmo tempo sedoso e fresco, aveludado, um regalo para os sentidos. Ali mesmo, no Candeerinho, esse farol da boa mesa no coração de Seda, a aldeia mais fina de Portugal.

E porque de sentidos é feita toda esta grande festa, vamos aguardar pelo início da competição. Amanhã é o grande dia. Na Coudelaria Alter-Real, a prova de Distância Longa abre as hostilidades a partir das 10h00. Momento aguardado com natural expectativa, Thierry Gueorgiou e Simone Niggli, os líderes do ‘ranking’ mundial nas respectivas categorias, sairão com dois minutos de diferença, ele às 13h08, ela às 13h06.

Amanhã cá estaremos para narrar as principais incidências desta primeira etapa.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

1 comentário:

Almeida disse...

Que tudo corra com excelência! Merece-o o GD4C e a Orientação.
Abraço
AA