domingo, 6 de março de 2011

PORTUGAL O' MEETING 2011: O QUE ELES DISSERAM



.
Estou a viver este Portugal O’ Meeting com muita tranquilidade. Nesta fase não posso dizer que estou bem fisicamente, mas contudo a nível técnico sinto-me bastante bem, bastante confiante a ler o mapa e estou a gostar muito do evento até agora. Os mapas e os percursos têm sido muito interessantes e especialmente no percurso de hoje senti grande dificuldade em cada pernada já que quase sempre se exigia máxima concentração. Correr nestes terrenos é correr em casa, este solo limpo é aquilo a que estou habituada. Faltam dois dias e até ao final ainda podemos melhorar.
Raquel Costa

Gosto dos terrenos aqui em Portugal, são realmente interessantes. Penso que esta é uma bela competição, uma competição de Primavera, uma grande oportunidade para correr em terrenos excelentes quando a neve ainda cobre o Norte e o Centro da Europa. Hoje a prova correu-me mesmo mal. Cometi demasiados erros, erros estúpidos, não consegui manter-me 100% concentrado o tempo todo. O mapa era bom, não tive problemas com o mapa, o problema fui eu. Amanhã espero não cometer erros.
Stepan Kodeda

Estar aqui em Portugal é, para mim, um presente. Correr na Europa é sempre uma oportunidade fantástica e em Portugal mais ainda, porque sentimo-nos em casa. Tem sido tudo maravilhoso, a cidade de Portalegre é muito hospitaleira, tudo tem corrido na perfeição. As minhas provas têm corrido dentro das expectativas. Fizemos os percursos de treino e isso ajudou muito a adaptarmo-nos a estes terrenos que são muito diferentes daquilo que temos lá no Brasil. Estou feliz com os meus percursos e, quem sabe, até ao final ainda consigo melhorar mais um pouco.
Wilma Souza
.
É sempre um prazer voltar a Portugal, especialmente para estes fantásticos terrenos. E, evidentemente, para uma organização do Grupo Desportivo Quatro Caminhos, que significa realmente muito para mim. Já venho há vários anos ao Portugal O’ Meeting e espero poder continuar a vir por muitos mais. O primeiro dia não correu nada bem, apanhei uma espécie de um vírus, tive grandes problemas de estômago e na segunda metade da prova paguei muito caro, com muitos erros e sobretudo uma enorme falta de força. Hoje já me senti melhor, perdi cerca de um minuto apenas, foi bom. O meu objectivo seria fazer quatro grandes provas. A primeira foi realmente muito má, mas espero que daqui em diante tudo corra bem até ao final do evento.
Ionut Zinca

Lembro-me há quatro anos de ter vencido nesta região o Norte Alentejano O’ Meeting. Foi muito bom, gostei imenso, especialmente por causa dos terrenos, excelentes. Estar de novo aqui é uma coincidência. Estou com a selecção da Finlândia num Campo de Treino, mas é evidente que estou muito contente por ter voltado cá. Hoje achei o mapa mais técnico do que aquilo que estaria à espera, mas foi muito divertido, gostei imenso. As provas de ontem e de hoje fi-las calmamente, mas amanhã tentarei – se tiver forças para isso – correr mais.
Riina Kuuselu
.
Para mim este é mais um Portugal O’ Meeting. Participei em todas as dezasseis edições do evento e este não é mais especial do que os outros. Claro que gosto da festa, por serem quatro dias e por estarem aqui atletas estrangeiros de grande nível, mas para mim esta é só mais uma prova de Orientação. Os mapas e terrenos estão de acordo com as minhas expectativas, embora hoje não estivesse à espera de um terreno tão sujo, mas o mapa foi muito bom. Quanto às minhas prestações, estou em muito boa forma, ontem consegui um bom resultado e hoje também, está talvez a faltar-me um bocadinho de concentração a entrar no mapa mas está tudo dentro das minhas expectativas e nas do meu treinador. Até ao final, o cansaço vai-se acumulando, os mapas vão-se tornando mais exigentes em termos técnicos e irei tentar fazer sempre mais e melhor. Vamos a ver.
Joaquim Sousa

Voltar a Portugal é para mim uma bela oportunidade de fazer bons treinos técnicos no Inverno. Temos aqui belos percursos e temos de ser bons com a bússola para enfrentar terrenos tão técnicos. As corridas são rápidas, o que resulta numa bela combinação. Hoje cometi grandes erros, não conseguia localizar-me, não era o meu dia. Dois ou três erros aqui, numa prova de Distância Média, são sempre grandes erros. Amanhã veremos, vou dar o meu melhor. Repetir a vitória do Portugal O’ Meeting 2009 não vai ser fácil, estão aqui muito boas atletas.
Signe Soes

Para mim, estar em Portugal é uma experiência nova. Estou a gostar muito dos terrenos, tem áreas muito técnicas e isso tem-me causado algumas dificuldades para entrar no mapa. Depois da metade da prova em diante, as coisas já vão rolando melhor. Quanto à prova de hoje, uma vez mais errei muito no início. Penso que poderia ter feito um pouco melhor mas está dentro das expectativas. Afinal estamos aqui para treinar com vista aos Jogos Mundiais Militares e em todas as provas colhemos novas experiências e ensinamentos. Até ao final, acho que tanto física como tecnicamente vou ainda melhorar. Estes terrenos são muito exigentes e acho que vou continuar a aprender.
Ironir Alberto Ev

Estou em Portugal pela primeira vez e estou a achar tudo muito bom. Óptima organização, óptimos mapas, terrenos interessantes, um estilo de cartografia muito próprio mas que aprecio. Na realidade, não tenho expectativas quanto a resultados, isto para mim é apenas treino. Não vejo a competição como o aspecto mais importante, só quero divertir-me. Mas, evidentemente, se no final for o vencedor do Portugal O’ Meeting, será fantástico.
Oleksandr Kratov
.

Sem comentários: