sábado, 5 de março de 2011

PORTUGAL O' MEETING 2011: O QUE ELES DISSERAM




No final do primeiro dia do Portugal O’ Meeting, aqui ficam as impressões de alguns dos seus principais protagonistas.


É para nós um grande prazer poder conhecer mais um país da Europa onde a Orientação está bastante desenvolvida. Poder vir treinar aqui significa poder aprender bastante porque os terrenos são muito diferentes daqueles que temos no Brasil. É um prazer imenso participar nesta competição, ao lado de muitos dos atletas de maior nível do panorama mundial da Orientação. Gostei muito do mapa de hoje e do percurso, bastante rápido e julgo que o resultado ficou dentro das expectativas. Estamos no início da temporada, ainda numa fase de treino e, como a prova foi muito rápida e a minha condição ainda não é a melhor, então a expectativa não foi totalmente alcançada. Mas em termos técnicos, da prova em si, realizei um bom percurso, sem grandes erros e vamos ver o que vai acontecer daqui para a frente.
Leandro Pasturiza

Tal como esperava, foi uma excelente prova. Uma prova muito fisica, bastante exigente, não muito difícil do ponto de vista da orientação mas muito rápida, cheia de pormenores. Penso que, sobretudo nas pernadas longas, era necessária muita concentração para não perdermos o ponto. Foi muito bom. Nos próximos dias espero estas rochas com mais exigência, grandes corridas de distância meda, ganhar velocidade e fazer uma boa orientação. Acho que as coisas vão tornar-se mais difíceis.
Vroni Konig-Salmi

A prova correu relativamente bem. Cometi apenas um ou outro erro de aproximação aos pontos mas nada que me custasse muito tempo. Ao todo perdi cerca de um minuto e meio, não deve ter sido mais. Até agora este Portugal O’ Meeting está a ser perfeito, aliás como já é habitual nas organizações do Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos e esperemos que continue assim o resto dos dias.
Diogo Miguel

É a primeira vez que participo no Portugal O’ Meeting e é a minha primeira prova da época sem neve, portanto foi mesmo divertido. Não foi uma prova muito exigente do ponto de vista da orientação, mas foi uma prova muito rápida e muito divertida. Tinha visto alguns mapas antes, já esperava este tipo de terrenos e penso que o mapa de hoje era realmente muito bom. Espero nos dias que seguem mais provas boas e terrenos desafiantes, espero também fazer boas corridas e bons resultados. E bom tempo também.
Tove Alexanderson

Durante o Inverno estive na Suécia, havia imensa neve e não tive hipóteses de fazer Orientação. Portanto, esta semana serve principalmente para melhorar a técnica e preparar a época que temos pela frente. Devo, portanto, focar-me nas provas e na técnica de orientação. Hoje senti-me bem fisicamente, fiz alguns pequenos erros e tenho de melhorar nos dias que vêm. Este começo da temporada aqui no Portugal O’ Meeting é sempre fantástico. Grandes provas, gente espectacular, grande atmosfera, portanto… tudo fantástico!
Scott Fraser

É a primeira vez que estou em Portugal numa competição de Orientação. Os treinos dos dias anteriores criaram em mim outra expectativa, sobretudo porque imaginei que iria encontrar mais pedras. Hoje o terreno acabou por ser parecido com aquele que temos no Brasil, com um relevo suave, pequenas reentrâncias, foi óptimo. Como tudo era estranho, previ para uma prova de 11 km fazer qualquer coisa como duas horas. Afinal acabei por fazer bem menos do que isso, senti-me muito bem fisicamente e estou satisfeita. Acho que dará até para puxar um pouquinho mais nos próximos percursos. Estamos aqui para aprender, cada dia é uma experiência que se soma para construir um atleta melhor para o Brasil. É isso que quero fazer, cada dia mais.
Tânia Carvalho
.
Para mim, participar no Portugal O’ Meeting significa grandes treinos no Inverno. Tudo é fantástico, sobretudo não há neve e, logo, tudo é excelente. Estou muito satisfeito com a minha prova de hoje, quase não cometi erros, a velocidade foi boa… clara que houve outros atletas que estiveram melhor do que eu mas estou muito contente com a minha prova. Nos próximos dias vou continuar a dar o meu melhor. Vou fazer o melhor que puder.
Wojciech Kowalski

O percurso estava bem construído e para mim errei em dois pontos, perdi cerca de quatro minutos, mas fiz uma prova mais de contenção a pensar nos próximos dias. Vão ser quatro dias duros mas acho que estou no caminho certo para conseguir uma boa classificação no final. É sempre bom ter os melhores do mundo a correr no nosso País e espero um Portugal O’ Meeting sempre a melhorar até ao fim.
Mariana Moreira

É sempre um grato prazer voltar a Portugal nesta altura do ano porque o tempo é excelente e os terrenos e as provas são muito boas. Hoje tivemos de novo um terreno fantástico, muito aberto, corrida muito rápida. Fiz uma prova boa, limpa de erros e estou muito contente. Tecnicamente senti-me muito bem, fisicamente não tenho ainda a força necessária para a alta competição, mas por outro lado corri com muita velocidade. Espero fazer quatro provas limpas, sem grandes erros e ganhar o Portugal O’ Meeting. E esse o meu objectivo.
Simone Niggli
.
Resultados completos e demais informações em http://www.gd4caminhos.com/eventos/pom2011/.

[foto gentilmente cedida por Luzir]

Saudações orientistas.
.
JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: