domingo, 6 de março de 2011

PORTUGAL O' MEETING 2011: A LEI DOS MAIS FORTES



.
No segundo dia do Portugal O’ Meeting 2011, os dois nomes maiores da Orientação mundial puxaram dos seus galões. Simone Niggli repetiu a vitória de ontem e afirma-se, cada vez mais, como a grande candidata à vitória final. Quanto a Thierry Gueorgiou, chegou, viu e venceu.

.
A Herdade do Gamito provou que a excelência dos seus terrenos não tem apenas no delicioso vinho a expressão de qualidade que se reconhece internacionalmente. Também a Orientação aproveitou as áreas magníficas para se espraiar, proporcionando aos quase dois mil participantes na décima-sexta edição do Portugal O’ Meeting uma jornada inesquecível a todos os títulos.

A colina sobranceira à Herdade foi palco das partidas da etapa de Distância Média do dia de hoje, com os participantes a subir e a descer as suas quatro águas em todas as direcções, num espectáculo de cor e alegria tornado mais fulgurante sob as boas graças de S. Pedro. A organização deste Portugal O’ Meeting, da responsabilidade do Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos, continua a atingir níveis de excelência. Se ontem os terrenos da Coudelaria foram do agrado de todos, hoje o desfio foi maior ainda, graças aos detalhes de relevo e às constantes formações rochosas da Herdade do Gamito, a colocar um toque de beleza inigualável na paisagem mas, por outro lado, a constituir-se num verdadeiro quebra-cabeças para muitos e bons orientistas.


Estreia vitoriosa de Thierry Gueorgiou
.
Quem não deixou os seus créditos por mãos alheias foi o francês Thierry Gueorgiou (Kalevan Rasti), que fez uma estreia vitoriosa na edição deste ano da grande prova portuguesa com o tempo de 28.38. Imediatamente atrás de si, classificou-se o dinamarquês Soren Bobach (Danish National Team), com mais 1.24, enquanto o ucraniano Oleksandr Kratov (OK Orion) confirmou a excelente prova de ontem e foi terceiro com 30.39. Philippe Adamski (Kalevan Rasti), o vencedor da etapa inaugural do POM’2011, hoje não foi além da 16ª posição, ao passo que Tiago Aires (GafanhOri) voltou a ser o melhor português na 18ª posição com o tempo de 32.52.

No sector feminino, Simone Niggli (Swiss Orienteer) “bisou”, completando a sua prova em 29.28. Apenas 2.26 depois surgiria a segunda classificada, a dinamarquesa Maja Moller Alm (Danish National Team), enquanto o terceiro lugar coube a Amélie Chataing (Kalevan Rasti), a vencedora do recente Meeting de Orientação de Gouveia. Raquel Costa (GafanhOri) foi de novo a melhor portuguesa, concluindo na 37ª posição com o tempo de 42.59.


Resultados completos e demais informação em http://www.gd4caminhos.com/eventos/pom2011/.

[foto gentilmente cedida Luzir]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: