terça-feira, 29 de março de 2011

OS VERDES ANOS: MARIA FIRMINO




Olá!

Chamo-me Maria Firmino e tenho 14 anos. Ando no 9º ano na Escola EB 2,3 da Sarrazola, em Colares, a freguesia onde vivo.

Comecei a praticar Orientação no principio do meu 7º ano, pois antes andava no núcleo de Teatro da Escola e não ligava muito à Orientação, apesar de saber que a Escola já tinha alguns méritos nesta modalidade. Mas nesse ano, a professora Avelina Alvarez veio falar comigo e propôs-me para experimentar um treino. Fui com uma colega e gostei, começando, assim, a ir aos treinos. Depois a professora falou-me de um OriJovem que ia haver nas férias de Natal, em Ovar, e foi desde esse OriJovem que comecei a ir às provas. Ao princípio estava muito envergonhada para me integrar no grupo, mas como na Orientação é só “malta bacana” foi muito mais fácil.

Quando comecei a ir às provas do Desporto Escolar, a minha ambição era ainda maior, pois não é só por mim, mas também para um equipa e quando consegui a minha primeira medalha individual - 3º lugar nos Regionais - e a minha primeira medalha colectiva - 1º lugar nesses mesmos Regionais -, a minha força de vontade aumentou ainda mais. Este ano, a minha maior ambição é contribuir para que a nossa equipa de Iniciadas Femininas consiga ir aos Mundiais de Desporto Escolar, em Itália, para o qual toda a equipa se tem unido e treinado para o melhor resultado possível, apesar de não ser fácil.

Apesar do 9º ano ser um ano complicado, não é difícil conjugar os treinos e as provas com o estudo. Só é preciso um pouco de responsabilidade e “quem corre por gosto, não cansa”.

Nesta altura, a Orientação é o meu desporto de eleição e espero que todos experimentem. Não se trata apenas da competição saudável, mas é também o conhecer novos sítios, novas florestas e novos amigos, pois neste desporto o convívio é a melhor coisa!

Maria Firmino
CPOC – Clube Português de Orientação e Corrida

1 comentário:

Dinis Costa disse...

Incentivo
A responsabilidade é um pilar do sucesso e o maior contributo para uma sociedade que se quer saudável. Aqui fica o meu incentivo e parabéns pelo comprometimento do teu “eu - consciência”, que és tu em personalidade.
Dinis Costa