segunda-feira, 7 de março de 2011

PORTUGAL O' MEETING 2011: O QUE ELES DISSERAM



O Portugal O’ Meeting está a ser uma experiência maravilhosa. O traçado dos percursos está a exigir imenso das capacidades técnicas dos atletas, o cartógrafo fez um trabalho excelente e estamos a passar uns dias realmente maravilhosos. Esta troca de experiências com atletas de nível mundial é importantíssima, podemos ver como é que eles fazem para estar nos lugares do top, porque esse é também o nosso objectivo, de um dia também podermos lá chegar. As minhas provas têm corrido bem, dentro das expectativas e estou muito feliz. Estou a conseguir completar os meus percursos dentro do tempo que imaginei, apesar das dificuldades do terreno, muito diferente daquilo que temos lá no Rio de Janeiro. Isto irá fazer com que o meu nível melhore no futuro.
Marco Aurélio Costa

Estive aqui há dois anos atrás e é realmente fantástico voltar de novo a Portugal. Gosto dos terrenos, as provas são particularmente desafiantes. Não é fácil correr aqui, é necessária uma grande dose de concentração, ter um controle muito grande sobre o tempo de prova. É possível correr muito rápido. A prova de hoje era bastante difícil, num terreno com muitas rochas, e estou muito contente com o resultado alcançado. Sinto-me bastante cansada, estamos a fazer treinos bi-diários e penso que amanhã devo focar-me mais na parte técnica para fazer uma boa prova.
Maja Moller Alm

Apresentei-me neste Portugal O’ Meeting com poucas provas e com poucos treinos com mapa, daí que a minha prestação em termos técnicos não tenha sido grande coisa. Para a quantidade de treinos que tenho tido, até pensei que me sairia pior fisicamente mas, pelo contrário, as coisas até nem têm corrido mal. No primeiro dia correu relativamente bem, no segundo dia foi uma prova para esquecer e hoje, tecnicamente, até correu bem mas estava fisicamente limitado devido a uma queda feia que dei ontem. Estes maas e estes percursos não me surpreendem. Á partida, uma prova organizada pelo Grupo Desportivo dos Qautro Caminhos é sempre uma prova com qualidade. Para a orientação portuguesa, termos aqui nesta altura do ano os melhores atletas do mundo dá-nos uma ideia do momento deles e, por conseguinte, permite-nos perceber também o nosso.
Miguel Silva

Estive no Portugal O’ Meeting do anos passado, gostei muito e por esse motivo estou cá de novo. Temos ainda muita neve nos nossos países e é fantástico estarmos aqui com este sol e esta temperatura tão agradável. A prova de hoje teria sido quase perfeita, não fosse um grande erro que cometi. Talvez também tenha feito uma ou outra má opção mas gostei muito da prova, achei-a muito mais interessante do que a prova de ontem e de anteontem. Não tenho objectivos especialmente traçados para a prova de amanhã, talvez entrar no top 10 mas não creio que seja muito possível. Fiz uma tremenda quantidade de erros na prova do primeiro dia, mas vou tentar.
Jonas Vytautas Gvildys

Foi uma prova muito interessante. Devo confessar que não estava à espera deste resultado, realmente foi uma surpresa enorme. É verdade que não cometi grandes erros e foi muito bom. Estou a gostar muito do Portugal O’ Meeting, esta é a primeira vez que participo na competição e espero poder voltar.
Venla Niemi

É sempre bom um Portugal O’ Meeting e é cada vez mais entusiasmente ver a forma como os estrangeiros aderem a esta competição. É fundamental para nós, atletas portugueses, podermos comparar as nossas performances com eles. Só é pena que as coisas fiquem por aqui, que não tenhamos outras hipóteses de o fazer a não ser nestes eventos. Fica aqui a demonstração de que os atletas se podem intrometer entre alguns dos principais nomes do panorama internacional. Mas sem apoios, sem rumo, sem futuro, sem saber o dia de amanhã, é tudo muito complicado. O meu objectivo à partida era ficar no top 5 e ir ao pódio. Até ontem estava tudo a correr bem, estava no 6º lugar, sabia que hoje era importantíssimo fazer um bom resultado mas infelizmente na parte final cometi dois pequenos erros mas que numa prova de Distância Média podem ser fatais. Mas está prometido para amanhã, numa distância mais à minha medida, voltar a entrar no top 10.
Tiago Aires

O terreno de hoje era particularmente desafiante, não apenas por causa das rochas, mas também pelos verdes entre as rochas. Senti muito mais dificuldade do que ontem, a prova não correu de forma tão fluída. Cometi alguns erros muito grandes e, por esse motivo, não estava à espera de ganhar. Estou particularmente satisfeita. Naturalmente, o meu objectivo continua a ser a vitória no Portugal O’ Meeting. Penso que tenho uma boa margem de manobra para gerir, mas mesmo assim quero fazer amanhã uma boa prova. E depois veremos.
Simone Niggli

Estes terrenos da prova de hoje eram fantásticos, exactamente aquilo que mais aprecio numa prova de Distância Média. É possível correr muito rápido porque o terreno é muito limpo, mas ao mesmo tempo há uma grande densidade de elementos que obrigam a tomar as melhores opções se queremos manter o ritmo. Gostei mesmo muito desta prova. É sempre interessante vencer uma prova WRE, mesmo que esta seja uma altura da temporada em que estamos ainda no início e tudo seja relativo. Mas, ainda assim, conseguimos sempre aprender algo. A organização tem estado perfeita. A cada ano que passa, o Portugal O’ Meeting é realmente um evento fantástico e sempre a melhorara de ano para ano. Este ano temos um tempo belíssimo, grandes terrenos, um grande número de participantes, tudo é perfeito.
Thierry Gueorgiou


Resultados completos e demais informação em http://www.gd4caminhos.com/eventos/pom2011/.

[foto gentilmente cedida Luzir]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

1 comentário:

Gino disse...

Para mim, que infelizmente não posso estar a participar neste POM, registo com muita emoção as palavras dos grandes nomes da Orientação Mundial e Nacional.
Não há margem para dúvidas: toda a Equipa do Grupo Desportivo 4Caminhos e o cartógrafo Armando Rodrigues estão de PARABÉNS.
Grande abraço para o Fernando Costa e toda a Equipa.