segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

V TROFÉU ORI-ALENTEJO 2011: ARRANQUE COM VITÓRIAS DE TIAGO AIRES E RITA MADALENO




O frio e a distância não constituíram obstáculo, confusão foi coisa que não houve e a abstenção foi apenas residual. Em dia de Presidenciais, S. Bartolomeu do Outeiro foi a prova provada de que há muita e boa gente bem orientada neste País.


Instalada na planura alentejana, a aldeia de S. Bartolomeu do Outeiro, no concelho de Portel, foi o palco escolhido para o arranque do V Troféu Ori-Alentejo. A organização – com a assinatura da ADFA – Associação de Deficientes das Forças Armadas – optou por um modelo pouco habitual em Portugal, propondo aos participantes uma prova de Distância Ultra-Longa que, no caso do escalão Difícil Masculino, atingiu a bonita distância de 19.400 metros (26 pontos de controlo e 440 metros de desnível) e ajudou, certamente, a espantar o muito frio que se fez sentir.

Capitalizando a presença de cerca de quatro dezenas de atletas do Clube de Orientação do Centro e do Clube Ori-Estarreja, participantes no estágio organizado pelo Clube de Orientação da Gafanhoeira – Arraiolos que teve lugar na véspera, esta primeira etapa contou com a excelente presença de 171 atletas, distribuídos por seis escalões de competição e um escalão de iniciação. Serviço de bar, uma Arena bem montada e 'speaker' a preceito foram elementos que valorizaram uma prova local que teve de tudo para agradar a todos.


Da vitória de Tiago Aires ao abandono de Raquel Costa

O escalão Difícil Masculino registou a presença de muitos dois nossos melhores atletas de Elite e foi possível assistir a uma prova recheada de motivos de interesse. Principais favoritos à partida, Tiago Aires (GafanhOri) e Diogo Miguel (Ori-Estarreja) não deixaram os seus créditos por mãos alheias e travaram intenso duelo. Começou melhor o atleta de Estarreja, controlando na frente os três primeiros pontos, mas cedendo depois e deixando o caminho aberto à vitória de Tiago Aires. Joaquim Sousa (COC) e Miguel Silva (CPOC) estiveram muito bem na segunda metade da prova, recuperando segundos atrás de segundos em relação a Diogo Miguel, para acabarem com tempos muito próximos uns dos outros.

Mais habituada a pedalar do que a correr distâncias tão pronunciadas, Rita Madaleno (ADFA) foi uma agradável surpresa no escalão Difícil Feminino (15,6 km, 22 pontos de controlo, 270 metros de desnível), fazendo valer a sua melhor condição física na ponta final e batendo Andreia Silva e Patrícia Casalinho, ambas do COC, ainda que por escassa margem. Raquel Costa (GafanhOri) dominou a prova a seu bel-prazer – a vantagem para a segunda classificada chegou a ser superior a doze minutos – mas acabaria por abandonar, sucumbindo à insuficiente forma física depois duma virose a ter obrigado a parar cerca de um mês.


Resultados
Difícil Masculino (23 participantes)
1º Tiago Aires (GafanhOri) 1.36.06
2º Diogo Miguel (Ori-Estarreja) 1.41.30
3º Joaquim Sousa (COC) 1.42.23
4º Miguel Silva (CPOC) 1.43.01
5º Paulo Franco (COC) 1.48.21

Difícil Feminino (10 participantes)
1º Rita Madaleno (ADFA) 2.23.28
2º Andreia Silva (COC) 2.23.45
3º Patrícia Casalinho (COC) 2.25.17

Outros Escalões
Fácil Masculino – José Moço (CN Alvito)
Fácil Feminino – Cátia L + Ana G (EB Cunha Rivara Arraiolos)
Médio Masculino – Francisco Cordeiro (ADFA)
Médio Feminino – Rita Rodrigues (EB Cunha Rivara Arraiolos)
Iniciação – André M + Tânia R (COAC)

O V Troféu Ori-Alentejo 2011 regressa ao nosso convívio já no próximo dia 13 de Fevereiro, em Almeirim. A organização, a cargo da Secção de Orientação da Associação 20 km Almeirim promete uma prova de Distância Longa com Partida em Massa, emocionante a todos os títulos.

Para mais informações e consulta de resultados completos visite http://orialentejo.webnode.pt/.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: