quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

PORTUGAL O' MEETING 2012: ORGANIZAÇÃO ATRIBUÍDA AO CLUBE DE ORIENTAÇÃO DE ESTARREJA





Embora ainda não totalmente fechado, o Calendário de Provas da Taça de Portugal de Orientação Pedestre da próxima temporada chegou ao conhecimento dos clubes interessados na passada segunda-feira. Num quadro que engloba dez eventos, o destaque vai, naturalmente, para o Portugal O' Meeting 2012, cuja organização foi atribuída ao Ori-Estarreja, facto que acontece pela terceira vez na história do clube. A este propósito, o Orientovar foi ao encontro de António Amador, o presidente da colectividade da beira-ria, aqui dando conta da sua satisfação e das responsabilidades que tem pela frente.


Orientovar – Como é que Clube Ori-Estarreja recebeu a atribuição da organização da 17ª edição do Portugal O’ Meeting, por parte da Federação Portuguesa de Orientação?

António Amador - Sempre que investimos numa candidatura a um evento e a resposta é positiva, ficamos naturalmente agradados e foi com satisfação que recebemos a notícia. Sabíamos que a nossa candidatura não concorria sozinha, não conhecíamos a força da outra candidatura, mas tínhamos a expectativa de que a decisão da Federação Portuguesa de Orientação nos fosse favorável. Assim aconteceu e foi muito bom. Sabíamos que a nossa era uma candidatura forte, contando com vários apoios, com o envolvimento de três autarquias e do Governo Civil de Viseu e ainda com o estabelecimento dum protocolo com o Clube de Orientação de Viseu - Natura, naquilo que entendemos como um aspecto muito importante para a divulgação da modalidade naquela região do país.

Orientovar – O Portugal O’ Meeting 2012 já mexe, portanto…

António Amador – Uma prova desta envergadura tem de ser tratada com muita antecedência e não se consegue organizar a um ano de distância apenas. Daí o termos feito já a identificação dos terrenos onde se irão efectuar as provas, assim como os necessários contactos, na expectativa de nos ser atribuída a organização do evento. Claro que se a nossa candidatura ao POM 2012 fosse rejeitada, pelos menos os contactos estariam feitos e transitariam para outra prova. Mas ao ser-nos atribuído, é bom que muitos dos aspectos essenciais numa organização destas estejam já devidamente salvaguardados.


“O Clube Natura é visto como um parceiro organizativo efectivo”

Orientovar – Qual o papel do Clube de Orientação de Viseu - Natura no Portugal O’ Meeting 2012?

António Amador – O Clube Natura está directamente envolvido na organização. Trata-se dum grupo muito dedicado, com vários recursos humanos relevantes e que é importante trazer para a modalidade. O clube tem já participado em eventos de forma regular e a nossa ideia é envolvê-los directamente na organização do Portugal O’ Meeting 2012. Aliás, este é um processo que teve já o seu início, uma vez que o clube irá estar igualmente envolvido na organização do próximo Campeonato Nacional Absoluto [que terá lugar em 29 e 30 de Outubro, em S. Pedro do Sul]. A ideia é o Clube de Orientação de Viseu – Natura ficar com os mapas para desenvolver actividades locais e dinamizar a Orientação naquela região. Estamos a procurar que eles organizem ainda uma prova regional no fim do ano, com o nosso apoio.

Orientovar – Mas estamos a falar duma parceria do género daquela que o COC e o Ginásio estabeleceram para a organização do POM 2010?

António Amador – Sim. Apesar da candidatura inicial ter sido exclusiva do Ori-Estarreja, o Clube Natura é visto como um parceiro organizativo efectivo. É claro que eles não têm a capacidade de envolvimento que o Ginásio já tinha quando abraçou o projecto do POM 2010 com o COC. Mas apesar de estarem numa fase mais inicial, são um parceiro muito importante em vários aspectos, que não apenas logístico, dada a sua implantação na zona onde terá lugar o evento.


“De certeza que não iremos defraudar ninguém”

Orientovar – Já têm um esboço do programa?

António Amador – A prova distribuir-se-á pelos municípios de S. Pedro do Sul, Viseu e Vila Nova de Paiva. A ideia será a de realizar o primeiro dia de provas em Vila Nova de Paiva, onde já temos identificado o terreno. As provas dos segundo e terceiro dias irão desenrolar-se em Viseu, numa área de 9 km2 e onde iremos realizar a prova WRE. O último dia do POM terá lugar em terrenos na área de S. Pedro do Sul, onde ficará instalado também o Centro do Evento.

Orientovar – Com a qualidade e a projecção que o Portugal O’ Meeting tem evidenciado nos anos mais recentes, vão encontrar uma fasquia bem elevada. Até por isso as responsabilidades são maiores…

António Amador – Nós também nos sentimos um bocadinho responsáveis pelo elevar dessa fasquia. Com efeito, foi na nossa organização do POM 2007 que assistimos a um salto grande em termos de participação e de vinda de atletas, especialmente estrangeiros. Nessa altura fizemos uma divulgação muito grande, conseguimos cativar muita gente e felizmente as organizações seguintes souberam maximizar esses resultados. Vamos ter muito trabalho já no próximo POM no Norte Alentejano, onde queremos fazer uma boa divulgação, e vamos atacar forte lá mais para o Verão. Essa é uma das nossas maiores preocupações. Estamos a preparar algumas novidades, temos coisas interessantes pensadas na área da divulgação do evento e no mínimo propomo-nos continuar o bom trabalho que tem sido feito, sobretudo em relação ao POM do próximo mês de Março e ao extraordinário labor do Fernando Costa e do Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos. De certeza que não iremos defraudar ninguém.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

1 comentário:

José disse...

O POM 2012 assenta bem ao ORI ESTARREJA que já deu provas de grande capacidade organizativa ao longo dos quase 20 anos da sua existência.

Fica bem aos seus dirigentes «puxarem» por um clube que tarda em se afirmar na modalidade: o NATURA, este pode vir a ter um papel preponderante na região, em termos de futuro.

É louvável levar a orientação para o interior onde existem terrenos extraordinários para a prática, contudo
em Fevereiro as condições climatéricas
podem não ser as ideais nessas paragens.( Estou a lembrar-me do POM disputado nos excelentes mapas da Serra da Freita, mas sob um temporal inclemente de vento,chuva,frio,neve e nevoeiro).