quarta-feira, 30 de junho de 2010

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA...

.

1. Acaba de ser publicado o Boletim #3 referente ao Campeonato do Mundo de Orientação em BTT WOC & JWOC 2010. Ali poderá encontrar toda a informação relativa à Organização da prova, programa detalhado, logística e participantes, entre outros elementos interessantes. Faça o download do Boletim clicando na imagem acima.

2. Decorre desde segunda-feira e termina já amanhã a 14ª edição do OriJovem. A iniciativa é da Federação Portuguesa de Orientação e conta com os apoios da Câmara Municipal de Coruche, Junta de Freguesia da Erra, COAC – Coruche Outdoor Adventure Club e EB 2,3 Armando Lizardo. Participam na iniciativa 120 jovens entre os 8 e os 16 anos, um pouco de todo o país e a maioria dos quais federados, sendo o corpo de monitores constituído essencialmente por jovens orientistas. Até ao momento as actividades têm decorrido de forma normal, com os jovens participantes divididos em Laranjinhas, Laranjas, Verdes e Azulados e a evoluírem no espaço da própria Escola, Parque da Encosta (Piscinas Municipais), Parque do Sorraia e zona urbana de Coruche. Tudo para acompanhar em
http://orijovemcoruche10.webnode.pt/.

3. Soria (Espanha) recebe, de 1 a 4 de Julho, o Campeonato da Europa de Jovens de Orientação Pedestre EYOC 2010. Como já vem sendo hábito, Portugal estará presente com uma comitiva repleta de jovens com vontade de vencer. Neste momento a selecção portuguesa encontra-se já em Navaleno, a estagiar para o evento. Acompanhe a participação portuguesa através do blog “Portugal no EYOC 2010”, em
http://www.portugalnoeyoc2010.blogspot.com.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

25 DAYS 25 NAMES: MAREK POSPÍŠEK (CZECH REPUBLIC)

.

About myself…
.
My name is… Marek Pospíšek
I was born on… 08.04.1989, Brno CZE
My job is… financial and property consultant
My club is… TJ KOS Tesla Brno
I have been MTBO'ing since… 2003
The greatest joy until this moment… was last WOC in Israel
My biggest disappointment... no medal from relays in junior category
Portugal is… challenge to achieve good result it would be another experience
At MTB WOC 2010 I hope… for two good races without mistakes
.
And still…
.
I am… proud of being myself
I see the World… as one big opportunity
Politics and politicians are… pictures of our society
Favourite figure/person... Tomas Bata
Favourite book… I'm always keen on actual book
Favourite movie… “The Godfather”
I also enjoy… my girlfriend, economics and philosophy
My dream is… to live happy life with my happy friends

For further information click image above.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

terça-feira, 29 de junho de 2010

OS VERDES ANOS: MÓNICA CARDOSO

.

Olá,

Chamo-me Mónica Cardoso, tenho 17 anos, sou de Palmela e terminei agora o 11º ano de Ciências e Tecnologias na Escola Secundária de Palmela.

Era eu uma criança recatada quando me convenceram a entrar para a Natação. Não gostava muito, mas por lá fiquei durante quatro anos. A Orientação já me era conhecida, através da minha irmã, Raquel. Em 2006 tive a minha primeira tentativa no desporto, mas acabei por não fazer a prova porque estava a chover. Um ano depois, consegui arrastar uma amiga para uma prova de Desporto Escolar, na Herdade da Gâmbia. Ela partiu e esperou por mim, escondida. Fizemos a prova juntas, com a bússola ao pescoço, e acabei por ficar em 7º lugar, o que foi uma grande felicidade. A partir dessa data passei a ir a algumas provas com as Lebres do Sado e só em 2008 me federei pela ADFA.

Embora não veja a Orientação pelo seu lado competitivo, acho este desporto apaixonante, tanto pelo contacto com a natureza como pela vertente psicológica. Também a possibilidade de viajar pelo país e conhecer pessoas de diferentes sítios tornam a Orientação única.

Quanto ao futuro, espero evoluir: participar no máximo de provas possíveis, começar a treinar e melhorar a minha concentração em prova.

Tenho ainda que agradecer aos professores José Paulo Pinho e Daniel Pó, tal como à minha irmã por me terem dado a oportunidade de experimentar a Orientação.

Mónica Cardoso
.

25 DAYS 25 NAMES: TUUKKA TURKKA (FINLAND)

.

About myself...

My name is… Tuukka Turkka
I was born on… 13.05.83, in Mikkeli
My job is… to study Forestry
My club is… Lappeen Riento, from Lappeenranta
I have been MTBO'ing since… maybe 1998, then a break for several years and then again from 2007
The greatest joy until this moment… hard one... Cought a 3kg trout last summer, that was pretty joyous moment
My biggest disappointment… that I haven`t so far been able to make a near perfect run in an important individual race
Portugal is… mountainous (compared to Finland), hot and rocky
At MTB WOC 2010 I hope… to race well and without mistakes consistently

And still…

I am… a man of the forest
I see the World… as a place to be explored
Politics and politicians are… important yet mostly boring
Favourite figure/person… Tempo
Favourite book… Dan Brown's “Deception Point
Favourite movie… Luc Besson's “Le Grande Bleu” (directors cut, not the sappy US-version)
I also enjoy… Metal music (preferably Finnish)
My dream is… to graduate in the near future so I can get a job and buy all sorts of fancy bike parts

For further information click image above.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

25 DAYS 25 NAMES: ANKE DANNOWSKI (GERMANY)

.

About myself…

My name is… Anke Dannowski
I was born on… 15.06.1978, Dresden
My job is… Geophysicist in Marine Sciences
My club is… ESV Dresden MBO
I have been MTBO'ing since… 2001
The greatest joy until this moment… Relay in 2005, Slovakia
My biggest disappointment... I don't remember
Portugal is… - sorry - hopefully not winning the Soccer World Champs this year
At MTB WOC 2010 I hope… to have my best MTBO races this seasons - fast and smooth

And still…

I am… happy to be able to do this sports and travelling around
I see the World… as a comfortable place to live
Politics and politicians are… to far away from real life
I also enjoy… outdoor activities in the sun, snow, spring and all the other seasons of the year, and even my job
My dream is… always having dreams

For further information see Anke Dannowski’s webpage -
http://www.hillclimb.de/ - and click image above.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

XII GRANDE PRÉMIO DE ORIENTAÇÃO DO RA4: VITÓRIAS DE TIAGO AIRES E RAQUEL COSTA

.


Acostumámo-nos a vê-los lado a lado, na vida como no seu desporto de eleição. São dois ícones da Orientação nacional e, na manhã de sábado, subiram juntos ao lugar mais alto do pódio. Falamos de Tiago Aires e de Raquel Costa, brilhantes vencedores do XII Grande Prémio de Orientação do RA4.

Depois de ter recebido duas provas inesquecíveis para a Orientação portuguesa – as qualificatórias de Distância Longa do WMOC (2008) e XI Meeting de Orientação do Centro (2009) – Pataias foi o palco escolhido pelo COC - Clube de Orientação do Centro para levar a cabo o XII Grande Prémio de Orientação do RA4. Organizada pelo nóvel clube da cidade do Liz e pelo Regimento de Artilharia nº 4, a prova pontuou para o ‘ranking’ da Taça FPO Continente e inseriu-se nas comemorações do 83º aniversário daquela unidade militar.

Em prova, no carrossel de dunas do Pinhal do Rei, 320 atletas (231 dos quais distribuídos pelos 21 escalões de competição e os restantes pelos quatro escalões abertos OPT) fizeram da agradável manhã de sábado um momento privilegiado de festa, agora que o Verão se instalou de armas e bagagens e a Orientação se prepara – também ela – para ir de férias. Festa que teve o seu início um quarto de hora antes da sempre espectacular “partida em massa”, com uma cerimónia de votos de sucesso aos atletas que representarão Portugal nas duas importantes competições internacionais que se avizinham: O EYOC – Campeonato da Europa de Jovens de Orientação Pedestre (Soria, Espanha) e o JWOC - Campeonato do Mundo de Juniores de Orientação Pedestre (Aalborg, Dinamarca).

Tiago e Raquel

No escalão sénior masculino, Tiago Aires (GafanhOri) soube impor-se à concorrência, sucedendo a Celso Moiteiro na lista de vencedores. O campeão nacional absoluto concluiu a sua prova com o tempo de 1.18.03, batendo por escassa margem Miguel Silva (CPOC) e Tiago Gingão Leal (GafanhOri). Refira-se, a título de curiosidade, que foi precisamente neste Grande Prémio, na sua 5ª edição (2003), que Tiago Aires, então com a camisola do CPOC, viria a vencer o I Campeonato Nacional de Distância Ultra-Longa.

Quanto ao escalão sénior feminino, Raquel Costa (GafanhOri) não esteve com meias medidas e “esmagou” as suas adversárias. Com o tempo de 1.15.43, a atleta da turma de S. Pedro da Gafanhoeira - Arraiolos sobrepôs-se à sua colega de equipa Lena Coradinho e a Lídia Magalhães (ADFA) por diferenças superiores a 15 minutos e a 37 minutos, respectivamente. À semelhança de Tiago Aires, Raquel Costa também se sagraria aqui a primeira Campeã Nacional de Distância Ultra-Longa, nos idos de 2003.


Resultados
Seniores Masculinos

1º Tiago Aires (GafanhOri) 1.18.03
2º Miguel Silva (CPOC) 1.20.41
3º Tiago Gingão Leal (GafanhOri) 1.21.47
4º Joaquim Sousa (COC) 1.24.27
5º Pedro Nogueira (ADFA) 1.28.51
6º Paulo Franco (COC) 1.29.10
7º Pedro Duarte (ADFA) 1.29.15
8º Manuel Horta (GafanhOri) 1.35.16
9º Jorge Almeida (Ginásio CF) 1.55.29
10º Mário Soares (Ori-Estarreja) 2.08.50

Seniores Femininos
1º Raquel Costa (GafanhOri) 1.15.43
2º Lena Coradinho (GafanhOri) 1.31.35
3º Lídia Magalhães (ADFA) 1.53.13
4º Maria Albertina Alves (GAC-BRIGMEC) 2.07.56
5º Marta Fonseca (CLAC) 2.08.09

Outros Escalões
Infantis M/F – António Ferreira (COC) e Sara Barros (COC)
Iniciados M/F – Daniel Catarino (CLAC) e Diana Silva (COC)
Juvenis M/F – Luís Silva (ADFA) e Vera Alvarez (CPOC)
Juniores M/F – João Mega Figueiredo (CN Alvito) e Joana Costa (GD4C)
Seniores M/F B – Tiago Melo Sacchetti (COC) e Teresa Fernandes (RA4)
Veteranos I M/F – António Amador (Ori-Estarreja) e Anabela Vieito (COC)
Veteranos II M/F – Armando Santos Sousa (ADFA) e Fernanda Ferreira (DA Recardães)
Veteranos III M/F – Armando Santos (Clube EDP) e Maria São João (CLAC)
Veteranos IV M – José Grada (Clube TAP)
Veteranos M/F B – 1Sar Contente (RA4) e Paula Ferreira (COA)
OPT1 – Beatriz Moreira (CPOC)
OPT2 – Daniel Almeida (CPOC)
OPT3 – Fur Alexandre Anastácio (RI10)
OPT4 – Rafael Fernandes (Individual)

[resultados fornecidos por António José Marques da Silva, a quem o Orientovar agradece, bem como a José Jordão e Paulo Franco; fotos gentilmente cedidas por Hélder Ferreira]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

domingo, 27 de junho de 2010

MTB WOC & JWOC 2010: HAKA BARROSÃ

.

That the organization of the Portuguese MTB WOC & JWOC 2010 is preparing a memorable Championships is nothing new to anyone. But the population of Montalegre is also committed to present the distinguished visitors with the very best we can find in the region. Orientovar has penetrated behind the scenes of this great celebration and discovered a small piece of what local people are able to do. See with your own eyes (click image above)!


Que a organização portuguesa do MTB WOC & JWOC 2010 está a preparar uns Campeonatos inesquecíveis não é novidade para ninguém. Mas também a população de Montalegre está empenhada em presentear os ilustres visitantes com o que há de melhor na região. O Orientovar penetrou nos bastidores da grande festa e descobriu um pedacinho do que esta gente é capaz. Vejam só (clique na imagem)!

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

25 DAYS 25 NAMES: JUAN SANCOSMED (SPAIN)

.

About myself…

My name is… Juan Jose Sancosmed Vázquez
I was born on… 03/10/85, in Lugo
My job is… Student
My club is… Gallaecia Raid
I have been MTBO'ing since… 2008
Portugal is… the country where I can run good organized races, next to my house
At MTB WOC 2010 I hope… Final A, top-20 in any race

And still…

I see the World… as a list of countries to visit
Politics and politicians are… corrupts
Favourite movie… American History X
I also enjoy… any outdoor sports as adventure races, climbing, kayaking, etc
My dream is… live the life that I want

For further information click image above.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

sábado, 26 de junho de 2010

O MEU MAPA: FERNANDA FERREIRA, GJERN BAKKER E O WOC 2006

.
Perante o desafio de escrever sobre uma experiência marcante da Orientação, desde logo senti que a escolha não seria nada fácil. Em 15 anos de prática da modalidade, são tantas e tão variadas as memórias!... Algumas muito boas… outras nem tanto. Cada prova é uma aventura… recheada de emoções, alegrias, decisões, às vezes frustrações e muitas peripécias.

Mais do que esmiuçar a experiência de um só mapa, de uma só prova, gostaria também de partilhar o que me vai na alma sobre o “ nosso desporto”. A Orientação, como filosofia de vida, proporciona um convívio salutar entre os vários atletas e uma fantástica oportunidade de testar e desenvolver as nossas capacidades em perfeita harmonia com a natureza. A paixão é tal que, faça chuva, faça sol, com trovoada, granizo, vento, enfim… não se falta à Orientação!

A escolha

Do Minho ao Algarve, passando pelo Alentejo e não esquecendo a pérola do Atlântico, são tantas as provas que recordo com satisfação que talvez fosse mais lógico seleccionar uma prova nacional. No entanto, a decisão recaiu numa prova internacional para poder dar um testemunho mais rico (espero eu) e que possa despertar curiosidade a outros que pensem aventurar-se como eu e a minha família fizemos.

Após a participação nos 5 Dias da Suíça-Itália (2001), no O’ Ringen – 5 Dias da Suécia (2002) e nas provas da Eslovénia e República Checa (2005), pensámos que a melhor forma de passar férias era esta de conciliar o desporto com as viagens ao estrangeiro. Foi assim que decidimos no Verão de 2006 levar a aventura ainda mais longe e lá partimos de novo na nossa carrinha, os quatro, rumo à Dinamarca e ao WOC Tour! Sabemos que os países nórdicos fazem da Orientação uma modalidade de eleição e depois daquilo que pudemos apreciar na Suécia ficou o “ bichinho” de descobrir mais e mais…Em boa hora escolhemos este destino!

Motivação

Acompanhar de perto um Campeonato do Mundo de Orientação - apoiando os atletas da nossa Selecção e participando nas provas organizadas em simultâneo -, conhecer um novo país no que tem de seu melhor - a floresta – e aproveitar as férias para contactar com outras culturas por essa Europa fora.

A viagem de Águeda até à Dinamarca (Arhus) correu como planeado…


Acampámos em Tilst, no relvado do Langkaer Gymnasium e aí começou a outra parte da aventura. Tivemos logo a boa surpresa de ver o ambiente de festa entre os participantes, instalados em grupos, divididos por países, e os portugueses, nossos vizinhos portanto, eram a Raquel Costa e o Pedro Nogueira.

Uma curiosidade: à nossa esquerda era o espaço dos ingleses e deparámos com uma família digna de registo pela perseverança e até algum espírito de sacrifício – um casal jovem (30 anos) e 4 filhos, a mais velha com cerca de 5 anos, um casal de gémeos com pouco mais de 3 e a mais novinha com 1 ano e meio; viajaram de Inglaterra de carro, com um atrelado para transportar o carrinho de bebé e bicicletas para os pequenos; dava gosto apreciar a azáfama matinal, a entreajuda das crianças, as mochilas quase maiores que elas próprias e lá iam todos para as provas… Fantástico o gosto pelo desporto!

A competição

Nos 6 dias de prova tivemos contacto com mapas bem diferentes. A minha melhor classificação foi a do 6º dia - 19ª em 50 atletas -, no entanto escolhi o mapa da 5º etapa para falarhoje, porque foi um dia muito animado e diferente.

A manhã foi passada na Arena a acompanhar a chegada das selecções, entre as quais a nossa comitiva formada pela Maria Sá, Lídia Magalhães, Tiago Aires, Joaquim Sousa, Marco Póvoa e Celso Moiteiro, orientados por Bruno Nazário, dando o seu melhor e tendo todo o nosso apoio, demonstrado com palmas e gritos de incentivo. Poder ver aqueles atletas de topo a correr na floresta, acompanhar em directo a competição entre os melhores do mundo… foram momentos muito bons, imagens fantásticas projectadas em ecrã gigante e que permanecem na minha memória!



A Prova em Gjern Bakker

À tarde decorreu então a prova do WOC Tour e lá fui eu, bem disposta e ansiosa por mais um dia na floresta. O mapa era desafiante, as zonas verdes, as amarelas e as azuis misturavam-se numa agradável sintonia de cores! O percurso não era longo, apenas 3,1km… Parecia tudo ideal para uma prova perfeita! Grande engano… terminei na 35ª posição entre 57 atletas, com o tempo de 55.30 (mais 22 minutos que a vencedora)!

Parti confiante pois o 1º ponto era próximo, identifiquei bem a zona e demorei 1.26 a encontrar o ponto (apenas mais 19 s que a vencedora); as dificuldades começaram logo de seguida… o 2º ponto encontrava-se numa reentrância, numa zona com alguns verdes, analisando agora até parece bem fácil, no entanto perdi cerca de 4 minutos; consegui depois realizar o percurso de forma mais regular até ao ponto 6 e para o ponto7 também não foi difícil, uma vez que as áreas abertas, a estrada alcatroada, o ponto de abastecimento e as curvas de nível facilitaram a navegação; para o ponto 8 tinha boas referências, mas despistei-me e perdi mais 4 minutos; o ponto 9 era muito próximo e foi fácil lá chegar; recuperei a confiança, mas o pior estava para vir! Para o 10º ponto tinha de atravessar uma extensa zona alagadiça e ao escolher caminho, claro que me desviei da rota tendo perdido mais 5 minutos; os últimos 2 pontos não representaram problema e lá terminei mais uma prova cheia de emoção!

Este dia 4 de Agosto terminou da melhor forma, comendo bolo e bebendo champanhe na companhia da Raquel e do Pedro, para comemorar o aniversário do meu filho Fausto. Foi portanto um dia inesquecível!

A salientar

Não posso deixar de referir ainda outros aspectos que me agradaram particularmente na Dinamarca: o aspecto cultural e a consciência ambiental bem visível, o hábito salutar de andar de bicicleta (por todo o lado se vêem as ciclovias) e finalmente, mas muito relevante, o respeito demonstrado pelo desporto Orientação. O Príncipe Frederico presidiu às cerimónias oficiais do evento e acompanhou a entrega de prémios, numa atitude de dignificação da modalidade. Que bom seria se o mesmo acontecesse em Portugal com os nossos governantes!

Termino agradecendo a oportunidade que o amigo Joaquim Margarido me deu de apresentar este testemunho, que pretendo seja apenas uma partilha de experiências.

Fernanda Ferreira
Desportivo Atlético de Recardães
Fed 1640
.

25 DAYS 25 NAMES: BJARKE REFSLUND (DENMARK)

.

About myself…

My name is… Bjarke Refslund
I was born on… 04.05.1981, in Denmark
My job is… master student in Political Science at the University of Aarhus
My club is… OK Pan Århus
I have been MTBO'ing since… 2005
The greatest joy until this moment… in MTB-O was winning the European
Championships 2009 in Denmark, in Relay

My biggest disappointment… in MTB-O was being dumped for the Danish
Relay team in European Championships, in Lithuania
At MTB WOC 2010 I hope… to finish in top-6 individually and a medal in Relay

And still…

I am… also an Adventure racer going to the Worlds in Spain, in October, together with Erik Skovgaard Knudsen
I see the World… Champs in football
Politics and politicians are… mostly, in a Danish context, hardworking and honest people with some different perspectives on the good life
Favourite figure/person… Robert Keohane
Favourite book… “The Capital”
Favourite movie… “The Big Lebowski”
I also enjoy… a beer and some red wine. Looking forward to drinking
Port-wine at the banquet

My dream is… that the World one day will be a Peace full place where everybody can live without war

For further information click image above.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

25 DAYS 25 NAMES: MELANIE SIMPSON (AUSTRALIA)

.

About myself…

My name is... Melanie Simpson
I was born on… 27.04.1985
My job is... to learn enough Norwegian to start working as a doctor again
My club is... Mountain Devils, New South Wales, Australia
I have been MTBO'ing since... 2007
The greatest joy until this moment… Middle Distance in Poland MTB WOC 2008 (16th)
My biggest disappointment... mispunching in a Relay
Portugal is… steep, hot, rocky
At MTB WOC 2010 I hope… to be pleased with my rides

And still…
.
I am… enjoying the prolonged hours of sunlight in northern europe (things are about to change though!)
I see the World… (stop.)
Politics and politicians are… often infuriating
Favourite book(s)… “1984”, “Pride and Prejudice”
Favourite movie… “Get Ready to be Boyzvoiced” (ok, so I can´t pick an all time favourite, but I think this less well known Norwegian mockudrama deserves more publicity)
I also enjoy… many other outdoor pursuits and needlework

For further information click image above.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

VENHA CONHECER... PAULA RODRIGUES

.

Chamo-me… Ana PAULA RODRIGUES
Nasci no dia… 30 de Julho de 1967, no Funchal
Vivo no… Funchal
A minha profissão é… Bombeiro
O meu clube… Clube de Montanha do Funchal
Pratico Orientação desde… 2001

Na Orientação…

A Orientação é… um desporto da natureza!
Para praticá-la basta… ter espírito de aventura e aceitar os desafios!
A dificuldade maior… o relevo e, por vezes, o tempo!
A minha estreia foi… no Funchal!
A maior alegria… conhecer outros lugares!
A tremenda desilusão… não tenho!
Um grande receio… um acidente que me impeça de continuar a praticar a modalidade!
O meu clube… apoia a Orientação!
Competir é… divertir!
A minha maior ambição… não tenho!

… como na Vida!

Dizem que sou… uma desportista!
O meu grande defeito… correr muito e pensar pouco!
A minha maior virtude… persistente e com força de vontade!
Como vejo o mundo… globalmente bom!
O grande problema social… a crise!
Um sonho… que as coisas melhorem para todos!
Um pesadelo… que as coisas venham a piorar!
Um livro… Enciclopédias!
Um filme… romances!
Na ilha deserta não dispensava… um café!

Na próxima semana venha conhecer José Grada.

Saudações orientistas.
.
JOAQUIM MARGARIDO
.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

PELO BURACO DA FECHADURA: XII GRANDE PRÉMIO DE ORIENTAÇÃO DO RA4

.

“Doze anos, doze eventos”. Vem isto a propósito do XII Grande Prémio de Orientação do RA4, que o COC – Clube de Orientação do Centro leva a efeito na manhã do próximo sábado, nas Pataias. Pretexto para uma conversa com Carlos Monteiro, o grande timoneiro da prestigiosa nau leiriense. É com ele que espreitamos o evento, “pelo buraco da fechadura”.


Criado legalmente a 10 de Dezembro de 1998, o COC tem-se evidenciado pelo rigor e qualidade do trabalho desenvolvido. O resultado de tanto empenho e esforço em prol da modalidade pode avaliar-se pela riqueza dos resultados desportivos e pela qualidade organizativa das acções que desenvolve, relevando a excelência dum vasto grupo de homens e mulheres que “da floresta trazem muitas histórias para contar, mas não deixam mais que algumas pegadas.”

Depois de, já este ano, terem levantado dois eventos de categoria ímpar – o Portugal O’ Meeting (de parceria com a Secção de Orientação do Ginásio Clube Figueirense) e o IV Ori-BTT do Centro, ambos pontuáveis para os respectivos ‘rankings’ mundiais -, e quando se prepara já a organização do XII Meeting de Orientação do Centro (simultaneamente Taça dos Países Latinos e Campeonato Ibérico de Orientação Pedestre), eis que aí está o sempre esperado Grande Prémio de Orientação do RA4, cuja 12ª edição terá lugar já no próximo sábado. Organizado conjuntamente pelo COC e pelo Regimento de Artilharia Nº 4, este é um evento integrado nas comemorações do Dia da Unidade do RA 4 de Leiria e constituído por uma etapa pontuável para a Taça FPO Continente.

“Honrar e dignificar o Regimento de Artilharia Nº 4”

Ao encontro de Carlos Monteiro, Presidente da Direcção do COC – Clube de Orientação do Centro, o Orientovar pode perceber a emoção e o carinho em torno duma prova emblemática a todos os títulos e registar o empenho e a vontade em reeditar o êxito das edições anteriores.

Orientovar – “Doze anos, doze eventos”. Que significado tem para o COC a realização, pelo 12º ano consecutivo, do Grande Prémio de Orientação do RA4?

Carlos Monteiro – Enquanto clube organizador para a modalidade, esta é uma prova que tem para nós um significado muito grande, sobretudo porque representa um relacionamento e uma postura de longos anos com todas as entidades com as quais mantemos laços de proximidade e, neste caso, com o Regimento de Artilharia Nº 4. O RA4 é uma instituição que acreditou em nós desde a primeira hora, nos deu a abertura e a confiança necessárias para avançarmos com o evento e, a cada ano que passa, fazemos os possíveis para honrar e dignificar o Regimento de Artilharia Nº 4. Este ano cá estamos a fazê-lo uma vez mais, comemorando a passagem do 83º Aniversário daquela unidade militar.

Orientovar – A forte relação entre as duas instituições não se resume ao anual Grande Prémio, ao que julgo saber. Quer falar-nos um pouco acerca disso?

Carlos Monteiro – É verdade que essa relação é muito forte e traduz-se, entre muitas outras coisas, no facto de o Clube de Orientação do Centro, ao fim de doze anos, ter conseguido um espaço próprio com a instalação da sua sede dentro do próprio Regimento de Artilharia Nº 4. Isto é motivo de enorme satisfação e orgulho para nós, sabendo que estamos agora duplamente instalados, já que a nossa existência está intimamente ligada ao RA4 e é aqui que estamos sediados. É um voto de confiança muito grande que acarreta naturalmente enormes responsabilidades e que esperamos saber honrar dentro das nossas possibilidades.
.
"Quem chega em primeiro é que ganha"

Orientovar – Perspectivando já a prova do próximo sábado, quem se deslocar as Pataias o que irá encontrar?

Carlos Monteiro – À semelhança do que vem acontecendo nas últimas edições do evento, a prova terá uma partida “em massa”, uma situação que tem sido do agrado do Regimento de Artilharia Nº 4 e dos próprios participantes. Quanto ao mapa, ele é do conhecimento duma boa parte dos orientistas portugueses, já que aqui tiveram lugar, nomeadamente, as qualificatórias de Distância Longa do Campeonato do Mundo de Veteranos WMOC 2008 e, em Março do ano passado, o XI Meeting de Orientação do Centro. O percurso estará montado sobre uma Distância Longa e cada escalão terá três “loops”. Basicamente um “loop” será sobre Distância Média em terreno com grande detalhe de relevo, grandes pormenores técnicos e mudanças de direcção muito bruscas; um segundo “loop” será sobre Distância Longa, com pernadas longas e muitos verdes e amarelos pelo meio onde as opções de pernada irão ser determinantes; e um terceiro “loop” intermédio, com um bocadinho de ambas as coisas. Contamos também que esta prova seja interessante porque colocámos no terreno muitos pontos e na zona de cada ponto haverá mais dois ou três pontos para obrigar a uma maior concentração. Finalmente, há essa questão suplementar de quem chega em primeiro é que ganha, precisamente devido à partida "em massa".

Orientovar – O índice de participações deixa-o satisfeito ou nem por isso?

Carlos Monteiro – Há dois ou três anos atrás eu ficaria um bocadinho triste com o número de inscritos na prova. Na conjuntura actual de crise e com o cenário a que vimos assistindo nos últimos tempos em provas da Taça de Portugal, julgo que os cerca de 340 atletas inscritos se pode considerar um número bom. Estamos aquém dos 410 participantes em 2009, mas penso que 340 ou 350 atletas numa prova regional, nos dias de hoje, acaba por ser bastante gratificante. É também mais uma obrigação nossa para com a modalidade e para com os atletas que nos dão a confiança da sua presença, no sentido de trabalharmos bem e fazermos um evento bonito e apelativo. Da nossa parte, temos a consciência que tudo tem sido feito para que as coisas corram bem e para que as entidades que apostaram no evento fiquem satisfeitas com esta organização.
.
"Uma bela tarde de sol"

Orientovar – Irão ficar, concerteza, até porque eu sei que as novidades não se esgotam por aqui e há ainda um belo punhado de aliciantes extra, não é verdade?

Carlos Monteiro – É verdade, sim senhor. Um quarto de hora antes da partida, às 10h15, portanto, haverá lugar uma pequena cerimónia de votos de sucesso para as Selecções Nacionais que irão participar muito brevemente no JWOC – Campeonato do Mundo de Juniores e no EYOC – Campeonato da Europa de Jovens. Esta cerimónia será coordenada conjuntamente pela organização da prova e pela Direcção Técnica da Federação Portuguesa de Orientação. Aliás, estes atletas competirão já com o equipamento nacional. Depois, aquando da entrega de prémios, vamos manter a chamada dos Infantis ao pódio para lhes ofertar umas goluseimas e agradecer também a sua presença. Após este momento ocorrerá, como também já vem sendo habitual, um cocktail oferecido a todos os participantes. Finalmente, deixo o convite para que, após o almoço, todos possam dar um salto à praia, inserida numa costa muito bonita e apelativa, e possam gozar uma bela tarde de sol.

Resta apenas acrescentar que, à semelhança da anterior edição, a Direcção da Prova é da responsabilidade de Nuno Ferreira e a cartografia e traçado de percursos têm a assinatura de Rui Antunes. O Supervisor FPO é, desta feita, António Neto. Tudo para conferir em
http://www.coc.pt/eventos/26jun2010/.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

25 DAYS 25 NAMES: ANDREAS RIEF (AUSTRIA)

.

About myself…

My name is… Andreas Rief
I was born on… 22.07.76, in Vöcklabruck
My job is… Material Scientist in worlds leading refractors company
My club is… OLT Transdanubien
I have been MTBO'ing since… 2005
The greatest joy until this moment… winning the Austrian Championships
My biggest disappointment… being ill so often at important races
Portugal is… hopefully warm and sunny
At MTB WOC 2010 I hope… to have fun and good races

And still…

I am…
always looking forward to interesting things to come
I see the World… sometimes as a too small place with some stupid peoples around
Politics and politicians are… mainly concentrated of being re-elected
Favourite figure/person… not to specify, in general people which are still climbing the mountains when they are over 80
Favourite book… Douglas Adams: “The Hitchhikers Guide to the Galaxy”
Favourite movie… “Matrix - Part I”
I also enjoy… ski mountaineering
My dream is… standing on the top of a podium with the national hymn played

For further information see Andreas Rief’s webpage -
http://www.andreasrief.com/ - and click image above.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA...

.

1. Para encerrar o ciclo de adequação à nova legislação que estabelece o enquadramento das Federações Desportivas, a Federação Portuguesa de Orientação realizará no dia 25 de Setembro de 2010, na região de Leiria, uma Assembleia Geral Eleitoral destinada a eleger os Corpos Sociais para o período que resta do mandato 2008/2012. Em Comunicado divulgado no passado dia 18 de Junho [documento na íntegra AQUI], pode ler-se que “face às recentes alterações quer dos Estatutos quer do Regulamento Geral da FPO, é importante que todos os sócios se familiarizem com os citados documentos (disponíveis na página da FPO) para que o processo eleitoral decorra com normalidade.” De acordo com o documento, “considera-se importante que todos os sócios tenham presente que face aos Estatutos a apresentação de listas é separada e que apenas a Direcção e a Mesa da Assembleia-Geral são eleitas por lista. Novidade é também o Regime de Incompatibilidades onde o exercício de funções dirigentes em Clube ou o exercício das actividades de treinador ou supervisor (árbitro) não são compatíveis com o exercício de funções de titular de órgão federativo. A finalizar, um apelo: “Apela-se assim a todos os sócios que se mobilizem para, se assim o entenderem, apresentarem listas aos órgãos sociais.” Todos os sócios interessados em obter mais esclarecimentos devem contactar os serviços da FPO ou os membros da Mesa da Assembleia-Geral.

2. O IV Troféu OriAlentejo conheceu no passado domingo a sua 7ª e penúltima etapa, com a realização do I Troféu de Orientação “Vila Bela”, em Montargil. Organizada conjuntamente pela Secção de Orientação da Associação 20 km de Almeirim e pelo Grupo de Promoção Sócio-Cultural de Montargil, com o apoio da Câmara Municipal de Ponte de Sôr e da EBI Montargil, a prova teve em Raquel Costa (GafanhOri) e Pedro Pereira (ADFA), os grandes vencedores do escalão Difícil. Nos restantes escalões, triunfos de Patrícia Arromba (COAC) e José Canoa (GafanhOri), em Médio, de Sofia Anjos (GafanhOri) e Carlos Carlota (COAC), em Fácil, e de Pedro Carlota (COAC) em Iniciação. O Troféu OriAlentejo encerra no próximo dia 17 de Julho com uma prova nocturna em Santo André, organizada pelo COALA – Clube de Orientação e Aventura do Litoral Alentejano.

3. É de nacionalidade portuguesa, foi Campeã Nacional de Sprint na época de 2004/2005 e representou o nosso País nos Campeonatos do Mundo de Orientação Pedestre WOC 2004, em Västeras (Suécia). Chama-se Kristina Roberto e em Portugal representa o Clube GafanhOri (já esta época esteve no nosso País onde disputou – e venceu – o Troféu Ori Nazaré). Pois bem, a Kristina teve uma prestação absolutamente notável na recente Venla, a maior estafeta feminina do mundo, que teve lugar na tarde do passado sábado em Kytäjä (Finlândia). Integrando a equipa sueca do OK Linné, juntamente com Sara Bengtsson, Iveta Duchova e Inga Kazlauskaite, a “nossa” Kristina arrancou um incrível 18º lugar no primeiro percurso – a apenas 50 segundos da suiça Judith Wyder (IFK Moras OK) -, lançando o OK Linné para o 7º lugar final com o tempo de 3.20.30. Parabéns à atleta e, por extensão, ao pai”babado”, Amílcar Roberto. (Uma nota de agradecimento a Tiago Aires e a Raquel Costa pela informação prestada, bem como a António Amador e a Nuno Rebelo, por igualmente me terem dado conhecimento da participação de Diogo Miguel, Jorge Fortunato e Paulo Franco na clássica Jukola).

4. “Um mapa na mão e o resto é a alegria da Orientação”, será este o lema do 14º OriJovem que decorrerá no concelho de Coruche, de 28 de Junho a 1 de Julho de 2010. Vocacionado para a aprendizagem, aperfeiçoamento e consolidação de técnicas e estratégias do desporto Orientação, o OriJovem é uma iniciativa da Federação Portuguesa de Orientação cuja abrangência incide em crianças e jovens dos 8 aos 16 anos, quer tenham ou não experiência na modalidade. Esta edição do OriJovem conta com os
apoios da Câmara Municipal de Coruche, Junta de Freguesia da Erra, Clube COAC (Coruche Outdoor Adventure Club) e Escola Básica 2,3 Armando Lizardo e será constituída por um vasto conjunto de treinos, existindo também aulas teóricas e reuniões de análise dos treinos. Ao longo dos três dias que constituem o estágio, serão utilizados os mapas do Parque da Encosta (Coruche), Vila de Coruche Urbano, Açude da Agolada (Coruche), Herdade dos Concelhos (Erra) e Vila da Erra Urbano. O evento termina no dia 1 de Julho na Freguesia da Erra com uma prova de Estafetas, que permitirá a todos os presentes sentir a verdadeira emoção da Orientação. Mais informações podem ser encontradas AQUI.

5. Teve lugar no passado fim-de-semana em Belorado, pequena localidade da Província de Burgos, em pleno Caminho de Santiago, o Beloraid - Raid Aventura 2010. Dividida em duas etapas, a prova integrou o Campeonato de Espanha de Corridas de Aventura 2010 e contou com a participação de 35 equipas distribuídas pelos escalões de Elite Masculina, Elite Mista, Aventura Masculina e Aventura Mista. Dando uma espreitadela aos resultados, surpreende o facto de não se encontrar qualquer equipa portuguesa na tabela classificativa. E surpreende porque, de acordo com o Calendário de Provas da Federação Portuguesa de Orientação, esta prova constituía a 5ª etapa da Taça de Portugal de Corridas de Aventura 2009/2010. O Orientovar procurou uma explicação para o facto e, de acordo com Jorge Xará (GLOBAZ.PT), terá tudo a ver com “a proximidade em termos de calendário com outras provas, nomeadamente os Campeonatos Nacionais nas Caldas da Rainha a 15/16 de Maio e o Campeonato Ibérico na Corunha a 10/11 de Julho”, mas também com a distância, já que a viagem até Belorado, “para além de longa e cansativa, quase que obriga a tirar férias na sexta-feira à tarde”. Para além disso, há ainda a questão económica: “É dinheiro que se poupa, uma vez que a inscrição é significativamente mais cara que aqui em Portugal, e é mais tempo que sobra para a família e outros afazeres”, conclui. Posto isto, senhores da Federação e responsáveis pela calendarização das Corridas de Aventura, parece haver aqui muita matéria a rever!

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

25 DAYS 25 NAMES: DÁNIEL MAROSFFY (HUNGARY)

.

About myself…

My name is… Dániel Marosffy
I was born on… 09.07.1973
My job is… system engineer
My clubs are… Orvosegyetem SC (orienteering), Hangya SC (xc-skiing) and Trek SE (mtb)
I have been MTBO'ing since… the very beginning. My first MTBO race dates back to 1991, with road bike and foot-o map
The greatest joy until this moment… was MTB EOC 2008, Lithuania, Long distance. My only acceptable long race
My biggest disappointment… is MTB WOC 2009, Israel. But only my results, the event was fine
Portugal is… a big question mark. It is mediterranean, that I don't prefer...
At MTB WOC 2010 I hope… to be as competitive as in 2008

And still…

Politics and politicians are… necessary evil
My favourite book is… an Hungarian one, you have hardly any chance to know it. It's “Szerb Antal's Utas és holdvilág” (“Traveller and Moonlight”)
My favourite movie… at least one of… is “Butch Cassidy and the Sundance Kid”
I also enjoy… anything in the forest, or underneath: climbing, mountaineering, xc-skiing, caving, and any sort of orienteering, of course

For further information click image above.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

terça-feira, 22 de junho de 2010

CORUCHE DÁ O MOTE: DESPORTO SÉNIOR E ORIENTAÇÃO DE PRECISÃO, UMA JUNÇÃO PARA O FUTURO

.

Sor e Raia são as designações de ribeiras que percorrem dezenas de quilómetros de montado Alentejano até à sua junção perto da vila do Couço (Coruche), originando o rio Sorraia. Com um curso de aproximadamente 60km e sendo afluente da margem esquerda do rio Tejo, o Sorraia tem junto da vila de Coruche um dos locais onde a sua genuína beleza natural pode ser apreciada, dada a excelente harmonia entre o leito do rio e o esplendor da sua margem norte.
.
Este espaço de beleza incondicional, recebeu no dia 19 de Junho uma actividade de Orientação de Precisão destinada aos elementos do Desporto Senior de Coruche. Vinte e seis “jovens” - que demonstram ao longo do ano que a idade não é factor que impossibilite a prática do Desporto -, devidamente acompanhados por alguns jovens do COAC, desfrutaram do percurso com 9 pontos montado nos imensos espaços verdes situados junto ao Sorraia.
.
Focando o desafio na decisão aquando da chegada a cada ponto, facilmente assimilaram as ideias base da Orientação de Precisão e em cada ponto um sorriso de satisfação foi bem visível em todos os participantes. No final, vários eram os testemunhos que pediam mais actividades do género, mostrando que a ideia inicial de o mapa ser um “mar de mistérios” foi ultrapassada.
.
Nesta quente tarde de Sábado em Coruche, ficou bem vincada a ideia das virtudes da Orientação de Precisão aplicada à terceira idade, colocando de lado a velocidade de execução da prova como elemento decisivo e focando a actividade sobretudo na precisão na escolha do ponto certo.
.
[Texto e foto de Hugo Borda d'Água]
.
Saudações orientistas.
.
JOAQUIM MARGARIDO
.

25 DAYS 25 NAMES: SUSANA PONTES (PORTUGAL)

.

About myself…

My name is… Susana Pontes
I was born on… 20.08.71, Lisbon
My job is… Physical Education Teacher
My club is… CPOC, Oeiras, a group of extraordinary people
I have been MTBO'ing since… 2002
The greatest joy until this moment… to know that I was going to 2004 MTB WOC, in Australia
My biggest disappointment... training and don't feel that I have developed my condition
Portugal is… a small place with great people
At MTB WOC 2010 I hope… do the best competition ever, but the main objective is to have fun

And still…

I am… "...good..." ...in what I do... persistent and stubborn...
I see the World… as a great place where all the people could have simple lives
Politics and politicians are… people that don't defend the equality among the population
Favourite figure/person… my mother
Favourite book… I have many, because most of them teach us lots of important things. I have always one on my bag
Favourite movie… "Dead Poets Society"
I also enjoy… exploring new places
My dream is… to be healthy all my life

For further information click image above.
.
Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

EYOC SORIA 2010: A ANTEVISÃO DE TIAGO AIRES

.

Soria, na vizinha Espanha, recebe entre os dias 1 e 4 do próximo mês de Julho a 9ª edição do Campeonato da Europa de Jovens de Orientação Pedestre EYOC 2010. Pretexto para fazermos o ponto da situação com o responsável pelas nossas selecções jovens e chefe de comitiva, Tiago Aires.


Decorreu no passado fim-de-semana o último estágio de preparação para o EYOC 2010 em solo português. Onze atletas e cinco técnicos juntaram-se às 23h00 de sexta-feira, nas belíssimas instalações do Pólo da Universidade de Évora, em Alter do Chão. O grande número de mapas existentes nesta zona transforma-a num espaço por excelência para a organização de estágios de qualidade e assim, foi pena que, apenas a uma semana do EYOC e a duas semanas do JWOC, a adesão ao estágio não tenha sido maior por parte dos seleccionados, devido a exames e frequências. De qualquer forma foram realizadas quatro secções distintas de treino, onde o principal objectivo foi afinar alguns conceitos técnicos, nomeadamente o treino de Sprint, a relocalização, as opções e as Estafetas.

Presentes os atletas [na foto, em cima, da esquerda para a direita]: Tiago Romão (técnico), Vera Alvarez, Ana Anjos, Tiago Baltazar, Pedro Silva, Lena Coradinho, Jorge Baltazar (técnico), Tiago Aires (técnico) e Dionisio Estroia (técnico); [em baixo, da esquerda para a direita] Manuel Horta, João Cascalho, Miguel Ferreira, Luís Silva, Fábio Silva, Norman Jones (técnico) e Tiago Leal. Na ocasião o Orientovar falou com Tiago Aires, grande timoneiro desta equipa jovem e plena de ambição, aqui ficando o relato dessa conversa.

“Penso estarem reunidas as condições para alcançarmos bons resultados”

Orientovar - Nunca escondeu de ninguém que o EYOC 2010 representa uma oportunidade única de conseguirmos, ao nível das camadas jovens, o melhor conjunto de resultados de sempre da Orientação portuguesa. Em que se baseia esta sua convicção?

Tiago Aires – Sim, é verdade. E sinto isso por várias razões: O terreno próximo possibilita treinar com mais facilidade e é idêntico ao que temos em Portugal, principalmente nas provas de Estafeta e de Sprint. Depois, temos atletas com um enorme potencial em todos os quatro escalões, o que normalmente só acontecia num escalão ou dois, no máximo. Há todo um trabalho preparatório que se vem desenvolvendo no último ano e meio e verifica-se uma enorme motivação dos atletas para esta competição, que se reflecte no empenho dos treinos que fazem. Por estas razões, penso estarem reunidas as condições para alcançarmos bons resultados.

Orientovar - Chegamos a Soria após uma série de passos preparativos que fazem história na forma como são encaradas as nossas participações internacionais. Em traços gerais, o que foi feito e o que ficou por fazer?


Tiago Aires - A preparação começou um ano e meio antes, de uma forma mais especifica, com um estágio de uma semana em Soria, em terrenos próximos daqueles onde irá ter lugar o evento. Este estágio representou um factor muito importante para que os atletas e treinadores tenham a perfeita noção do que devem trabalhar, tendo em conta os terrenos. Mas também foram importantes os inúmeros estágios que a Federação Portuguesa de Orientação e os clubes organizaram ao longo desde ultimo ano. Esta é a continuação de um trabalho que vem desde a Republica Checa, em 2005, com a primeira participação Portuguesa em EYOC; desde então Portugal esteve sempre presente e curiosamente Joana Costa, Isabel Sá e Marina Moreira participaram em todos. Por fazer, fica apenas o estágio de cinco dias que ainda vamos completar antes do EYOC em Espanha.

“Já falta pouco”

Orientovar - A poucos dias da competição, os atletas sentem que chegou a hora da verdade e das grandes oportunidades?

Tiago Aires - Ainda não chegou esse momento. Nesta fase estão a fazer os últimos exames de consciência tranquila do que treinaram e que já falta pouco. A partir de dia 26 estaremos todos juntos e aí sim vamos fazer o último estágio de adaptação final aos terrenos e aumentar a motivação da selecção com o ambiente que esperamos mais uma vez criar.

Orientovar - O que é que os atletas irão encontrar em Soria?

Tiago Aires - Todos os atletas que estão seleccionados estiveram no estágio o ano passado, têm trabalhado bastante tecnicamente e fisicamente e sabem perfeitamente as particularidades de cada um dos terrenos. A prova de Distância Longa do primeiro dia será num terreno junto a Navaleno, numa floresta onde desenrolamos vários treinos na parte Este, e que é composto por uma floresta de pinhal com bastantes detalhes de relevo e rochosos. A prova de Estafetas do segundo dia desenrolar-se-á num terreno único em Espanha com algumas semelhanças com o Norte Alentejo, grandes detalhes rochosos, terreno muito plano e com floresta de montado. Finalmente, o Sprint do último dia decorrerá numa zona urbana em torno do castelo e na pequena floresta circundante.

“Venham acompanhar a selecção a Soria”


Orientovar - Nesta altura, que mensagem gostaria de transmitir à nossa Selecção?
.
Tiago Aires - As mensagens mais importantes terei oportunidade de as transmitir aos atletas nos dias antes da competição. Gostaria sim de deixar uma mensagem a todos os orientistas portugueses para que, no fim-de-semana dos Campeonatos, venham acompanhar a selecção a Soria. Certamente seria muito importante ter alguém a apoiar a comitiva Portuguesa, não é assim tão longe e acreditem que vai valer a pena.

[Foto gentilmente cedida por Tiago Aires]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

25 DAYS 25 NAMES: BEAT SCHAFFNER (SWITZERLAND)

.

About myself…

My name is… Beat Schaffner
I was born on… 08.11.1973 in Appenzell, Switzerland
My job is… environmental scientist, deputy manager of a firm of 30 people
My club is… Thömus Team, OLV Hindelbank
I have been MTBO'ing since… I organized one of the first MTBO’s in Switzerland in 1999; participated internationally since 2003
The greatest joy until this moment… Relay European Champion in Italy 2007; great World Cup results in Hungary 2010
My biggest disappointment... no Relay podiums in 2009
Portugal is… an interesting country with beautiful landscapes
At MTB WOC 2010 I hope… to fight for medals

And still…


I am… trying to find answers to these questions
I see the World… as a place to explore
Politics and politicians are… manipulated too much by big business
Favourite author… T.C. Boyle
My dream is… to travel the world by bike

For further information click image above.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

domingo, 20 de junho de 2010

JUKOLA 2010: A MÃE DE TODAS AS ESTAFETAS

.

Halden SK (Noruega) e Tampereen Pyrintö (Finlândia) foram as equipas vencedoras da Jukola 2010, “a mãe de todas as Estafetas”.


São vários os condimentos que fazem das Estafetas as provas mais apetecidas da Orientação. É a sempre espectacular saída em massa, aquilo a que vulgarmente se chama ‘mass start’;é depois a passagem de testemunhos e a emoção criada face às posições relativas e à necessidade de segurar ou recuperar um lugar; é finalmente o seu apogeu onde, ao contrário das outras disciplinas, o primeiro a chegar é mesmo o primeiro! Se a isto juntarmos as ‘soluções de compromisso’ entre os membros da equipa, a questão táctica de quem sai em primeiro e quem fica para o fim e ainda o espírito de grupo e a solidariedade criadas em torno duma prova com estas características, facilmente se percebe o porquê de esta ser, para muitos amantes da Orientação, a sua ‘prova-rainha’.

Mas se é bem verdade que a Estafeta é a ‘prova-rainha’ da Orientação, não é menos verdade que a clássica Estafeta Jukola, que desde 1949 tem lugar nas florestas da Finlândia, é a “mãe de todas as Estafetas”. É que aos predicados enumerados anteriormente, a Jukola acrescenta ainda a magia de ser realizada, em parte, durante a noite (a partida da edição deste ano teve lugar às 23h00, hora local), mas também índices de participação cuja expressão e significado ultrapassam em muito a realidade a que estamos habituados em Portugal. Este ano assim foi uma vez mais, reunindo num mesmo espaço e em tempos consecutivos 1555 equipas masculinas e 1107 femininas, para um total de 15.295 atletas inscritos, um record de participações nas 62 edições que o evento leva de vida.

Nordberg foi a chave da vitória do Halden SK

Relativamente à competição deste ano, “ainda a procissão ia no adro” e já a notícia caia como uma bomba. Lucie Babel, editora da Ultimate Orienteering, chamar-lhe-ia mesmo “um trovão” na chuvosa noite finlandesa de Kytäjä. Um erro de Jostein Andersen no primeiro dos sete percursos da Jukola “queimava” a turma norueguesa do Kristiansand OK da lista de candidatos à vitória, retirando a Baptiste Rollier, Holger Hott ou Daniel Hubmann a possibilidade de reeditarem a subida ao lugar mais alto do pódio. Apesar desta ser uma prova de vencedor sempre incerto, a verdade é que, com a turma norueguesa de fora da corrida, a luta pelo lugar mais alto do pódio ficou mais aberta do que nunca, como se viria a verificar com o decorrer da prova.

Antti Anttonen foi o primeiro atleta a brilhar, fazendo uma prova de excelência e garantindo à turma finlandesa do Vaajakosken Tëra a liderança à partida para o segundo percurso. A verdade é que, a partir daqui, só deu Halden SK até ao final. Erik Axelsson, responsável pelo segundo percurso, colocou a turma norueguesa na dianteira, mas a chave da vitória residiu na extraordinária prestação de Anders Nordberg, com um terceiro percurso absolutamente esmagador. Nordberg entregaria o testemunho a Mattias Karlsson com o tempo de 4.05.40 e com uma vantagem superior a 5 minutos sobre o grupo perseguidor onde se incluíam todos os restantes pretendentes à vitória. Gerir a vantagem foi a preocupação de Karlsson, mas também de Mats Haldin, Emil Wingstedt e Olav Lundanes, de tal forma que o tempo final da equipa se cifrou em 8.32.41 contra os 8.39.49 dos finlandeses do Kalevan Rasti – de Jan Prochazka, Fabian Hertner e Thierry Gueorgiou -, segundos classificados, e os 8.50.24 dos igualmente finlandeses do Vaajakosken Tëra. Sete anos depois, o Halden SK volta a saborear a vitória, naquele que é o seu sexto triunfo na competição, consolidando a segunda posição no quadro de honra da prova, agora apenas a duas vitórias do Helsingin Suunistajat, vencedor das duas primeiras edições da Jukola e ainda a sua maior referência.

Tampereen Pyrintö pela quarta vez

No sector feminino, a Estafeta Venla conheceu a sua 33ª edição e, verdade seja dita, tinha no Ulricehamns OK o grande favorito à vitória final. Grande dominadora da prova nos últimos seis anos, onde por quatro vezes subiu ao lugar mais alto do pódio, a turma sueca apresentava ainda um trunfo de peso que dá pelo nome de Simone Niggli. A verdade é que… não ganhou!

Depois dum primeiro percurso onde o equilíbrio foi a nota dominante, as finlandesas do Tampereen Pyrinto tomaram a dianteira graças aos superiores desempenhos de Saila Kinni e Riina Kuuselo (quem não se lembra da menina das trancinhas que, em 2007, levou de vencida a primeira edição do NAOM, disputada em Nisa?). No último percurso foi possível perceber uma Anni-Maija Fincke super-motivada e, sobretudo, uma Simone Niggli nconformada mas impotente para virar o rumo dos acontecimentos! Resultado final: Tampereen Pyrintö, com 3.07.12, a levar de vencida a prova pela quarta vez no seu historial (igualando as suecas do Ulricehamns OK na liderança do quadro de honra da prova) e com Riina Kuuselo a saborear o triunfo 11 anos depois. O Ulricehamns OK quedou-se a 4.46 do vencedor e teve de contentar-se com o segundo lugar, enquanto o Halden SK repetiu uma presença no pódio, desta feita graças ao terceiro lugar da turma feminina (de Céline Dodin e Anne Margrethe Hausken), a distantes 7.39 das vencedoras.

Portugueses na Jukola

Uma referência para o facto de três dos nossos melhores atletas de Elite terem marcado presença na Finlândia, em representação da equipa sueca do Köping-Kolsva OK. Diogo Miguel e Jorge Fortunato alinharam na equipa principal, tendo garantido os terceiro e derradeiro percursos, respectivamente. Paulo Franco participou na Estafeta pela segunda equipa, tendo sido o primeiro atleta a partir e o único a viver a inesquecível sensação duma ‘mass start’ com mais de milhar e meio de almas de mapa em punho e frontal na testa. Apesar de nenhum dos três atletas ter tido um desempenho brilhante, a verdade é que também não comprometeram. Paulo Franco foi o 443º atleta a entregar o testemunho, tendo feito 1.47.30 (mais 30.15 que o vencedor, o já referido Antti Anttonen). Com 2.14.27, Diogo Miguel foi o 580º classificado do seu percurso, a 48.32 de Anders Nordberg, a quem pertenceu o melhor tempo. Finalmente, Jorge Fortunato fez o 295º parcial com o tempo de 2.19.36 e a 47.18 do atleta mais rápido no derradeiro percurso, o francês Thierry Gueorgiou.

Resultados
Jukola (Estafeta Masculina)

1º Halden SK (Noruega) 8.32.41
Kiril Nikolov, Erik Axelsson, Anders Nordberg, Mattias Karlsson, Mats Haldin, Emil Wingstedt, Olav Lundanes
2º Kalevan Rasti (Finlândia) 8.39.49
Jan Prochazka, Tommi Tölkkö, Hannu Airila, Simo Martomaa, Philippe Adamski, Fabian Hertner, Thierry Gueorgiou
3º Vaajakosken Tëra (Finlândia) 8.50.24
Antti Anttonen, Jouni Kahelin, Pasi Ikonen, Timo Joensuu, Juha Sorvisto, Jonne Lakanen, Jani Lakanen.
4º Lynx (Finlândia) 8.55.38
Juuso Metsälä, Aleksi Leskinen, Antti Parjanne, Ville Keskisaari, Aapo Leskinen, Marten Boström, Roman Ryapolov
5º Paimion Rasti (Finlândia) 8.56.55
Janne Virtanen, Tero Heikillä, Teemu Väre, Mats Dahlen, Benno Schuler, Markus Lindeqvist, Kim Fagerudd
(...)
182º Köping-Kolsva OK (Suécia) 11.59.15
Simon Hedlund, Jonas Vikström, Diogo Miguel, Henrik Holmberg, Cristian Larsson, Janne Sälkelä, Jorge Fortunato
386º Köping-Kolsva OK 2 (Suécia) 13.29.32
Paulo Franco, Thomas Eek, John Edlund, Eric Englöf, Sofie Landqvist, Niklas Landqvist, Ola Carlsson

Venla (Estafeta Feminina)
1º Tampereen Pyrintö (Finlândia) 3.07.12
Venla Niemi, Saili Kinni, Riina Kuuselo, Anni-Maija Fincke
2º Ulricehamns OK (Suécia) 3.11.58
Maja Alm, Jenny Johansson, Ida Bobach, Simone Niggli
3º Halden SK (Noruega) 3.14.51
Celine Dodin, Björgul Ida Marie Näss, Vendula Klechova, Anne Margrethe Hausken
4º NTNUI (Noruega) 3.15.12
Line Hagman, Nielsen Mali Fjogstad, Bodil Holmström, Mari Fasting
5º IFK Lidingö SOK (Suécia) 3.15.38
Elisabeth Hansson, Malin Sand, Signe Söes, Annika Billstam

Saiba mais na página oficial do evento em
http://www.jukola2010.net/sivut/pages/fi/etusivu.php e acompanhe as emoções de quem viveu de perto as emoções da Jukola 2010 em WorldofO e Ultimate Orienteering.

[Foto extraída da página da prova na Ultimate Orienteering, em
http://www.ultimate-orienteering.com/]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

25 DAYS 25 NAMES: TÕNIS ERM (ESTONIA)

.

About myself…

My name is… Tõnis Erm
I was born on… 18.01.1982, in Tallinn
My job is… financial consultant
My club is… TA Orienteering Club
I have been MTBO'ing since… 2004
The greatest joy until this moment… bronze from MTBO WOC 2008 university campus sprint in Poland
My biggest disappointment… unconfident mental condition in MTBO WOC 2009, in Israel
Portugal is… far away
At MTB WOC 2010 I hope… to achieve a medal

For further information click image above.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

sábado, 19 de junho de 2010

25 DAYS 25 NAMES: STELLA VAROTTI (ITALY)

.

About myself…

My name is… Stella Varotti
I was born on… 03.01.1988, in Vidiana (Mantova) – Italy
My job is… engineering student
My club is… CUS Parma Orienteering Team
I have been MTBO'ing since… 2007
The greatest joy until this moment… bronze medal in Relay at European Orienteering Championship 2007 and 7th place at World Orienteering Championship 2009 in Relay
My biggest disappointment… was at European Orienteering Championship 2009, my worst event
Portugal is… sun & hot
At MTB WOC 2010 I hope… the top 15

And still…

I am… sunny, responsible
I see the World… colored
Favourite book… ‘Twilight’
Favourite movie… dramatic / action
I also enjoy… the University degree
My dream is… I can’t say it (for good luck)

For further information click image above.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

2º PEDINET ÁGUEDA: ORIENTAÇÃO NO ENCERRAMENTO DO ANO LECTIVO

.

Mais um ano lectivo que passa, mais uma etapa na vida de muitos que chega ao fim. O aproveitamento poderá até nem ter correspondido às expectativas, mas o último dia de aulas é sempre sinónimo de festa. Que em Águeda se fez de correrias à roda da cidade, com um sorriso no rosto e um mapa na mão.

Pelo segundo ano consecutivo, uma prova de Orientação marcou o encerramento do ano lectivo em Águeda. Depois do êxito da edição inaugural, o Pedinet 2010 atraiu a atenção de alunos e professores de escolas de Águeda, Estarreja e Ovar, juntando mais de uma centena de pares participantes, distribuídos por três categorias diferentes: Masculinos, Femininos e Mistos. Independentemente dos resultados, o tempo de prova foi sobretudo um tempo de festa para todos. Mas foi também um tempo de aprendizagem para a maioria dos participantes, que aqui pegaram num mapa pela primeira vez.

A iniciativa esteve a cargo da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda, contando para o efeito com as inestimáveis colaborações da Câmara Municipal de Águeda e do Desportivo Atlético de Recardães. Uma simbiose perfeita que teve uma dupla aplicação já que, para além da vertente organizativa e competitiva, considerou o desenvolvimento e a aplicação de novas tecnologias nesta área específica. Assim, sobre um percurso formal com 11 pontos e variando em distância entre os 2,3 km e os 2,5 km, procedeu-se à criação de suporte de controlo de passagem dos participantes, com o desenvolvimento de caixas electrónicas e de software adequado, num trabalho conjunto dos alunos do 2º Ano dos Cursos de Engenharia Electrotécnica e de Tecnologias da Informação, orientados pelos Professores Fábio Marques e Paulo Afonso, respectivamente.


Resultados

Pares Masculinos

1º Amílcar Pina / João Brites (ES Marques Castilho) 22.24
2º André Henriques / Emanuel Silva (ES Marques Castilho) 26.08
3º Igor Almeida / Telmo Marques (Instituto Duarte Lemos) 28.05

Pares Femininos
1º Catarina Figueiredo / Filipa Castro (ES Marques Castilho) 28.38
2º Daniela Santos / Ana Andrade (EB Padre Donaciano Abreu Freire) 28.44
3º Laura Pinto / Ana Malheiro (ES Júlio Dinis) 29.35

Pares Mistos

1º Rafael Branquinho / Licínia Duarte (Instituto Duarte Lemos) 32.48
2º José Pereira / Marta Tavares (Instituto Duarte Lemos) 33.48
3º José Pedro Pinto / Beatriz Santos (ES Marques Castilho) 34.41

Classificação colectiva
1º Escola Secundária Marques de Castilho 2.17.23
2º Instituto Duarte Lemos 2.33.54
3º Escola Secundária Adolfo Portela 2.50.16

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

25 DAYS 25 NAMES: JUSSI LAURILA (FINLAND)

.

About myself…

My name is… Jussi Laurila
I was born on… 29.03.1986, in Hyvinkää, Finland
My job is… student of physics at Jyväskylä University, but I´m working in a sports and electronics store in my hometown, Jalasjärvi, for the summer
My club is… Jalasjärven Jalas
I have been MTBO´ing since… 2002
The greatest joy until this moment… could be getting picked for my first MTB WOC in Poland or my little sister Susanna becoming the Junior World Champion in Denmark last year
My biggest disappointment… that I can remember of, has been in Finnish MTBO Championship 2009, when I slashed my tire to a rock in the Long Distance. Although these things don´t feel that bad after a while
At MTB WOC 2010 I hope… to ride flawlessly and fast

And still…

I am… also training quite a lot on cross-country ski during the winter
I see the World… as a large number of places and people I would like to visit and get to meet
Politics and politicians are… somewhat important; I like to keep up with what’s going on in the World
Favourite figure/person… is probably Alberto Contador
Favourite book… the biography of Kalle Palander, the Finnish alpine skier
Favourite movie… is either ‘Stars And Watercarriers’ from 1974 or ‘A Sunday In Hell’ from 1976
I also enjoy… spending time at our summer cottage, barbequeing, going to the sauna and swimming in the lake
My dream is… of course, someday, to become the World Champion in MTBO

For further information, click image above.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

VENHA CONHECER... MANUEL DELGADO

.

Chamo-me… MANUEL Augusto Fernandes DELGADO
Nasci no dia… 21 de Novembro de 1961, em Palaçoulo (Miranda do Douro)
Vivo na… Ermesinde
A minha profissão é… Matemático
O meu clube… Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos
Pratico Orientação desde… 2004

Na Orientação…

A Orientação é… um desporto fantástico!
Para praticá-la basta… algum espírito de aventura!
A dificuldade maior… não tem!
A minha estreia foi… no Gerês!
A maior alegria… participar e chegar ao fim!
A tremenda desilusão… não tenho!
Um grande receio… também não tenho!
O meu clube… é uma família!
Competir é… dar o melhor!
A minha maior ambição… praticar Orientação até muito tarde!

… como na Vida!

Dizem que sou… têm que perguntar aos outros!
O meu grande defeito… são muitos, acho eu!
A minha maior virtude… não sei se tenho alguma!
Como vejo o mundo… depende dos dias, mas globalmente duma forma positiva!
O grande problema social… o desemprego!
Um sonho… ver o mundo melhor!
Um pesadelo… não ver o mundo melhor!
Um livro… “Crónica Duma Morte Anunciada”!
Um filme… “O Resgate do Soldado Ryan”!
Na ilha deserta não dispensava… a minha mulher e os meus filhos!

Na próxima semana venha conhecer Paula Rodrigues.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

MTB WOC & JWOC 2010: PRESS CONFERENCE

.

.
The Montalegre City Hall received this morning, the Press Conference of the MTB World Orienteering Championships 2010 (MTB WOC & JWOC 2010). In presentation of the biggest competitive event of MTB Orienteering were present the President of Montalegre City, Fernando Rodrigues, the Event Director, Eduardo Oliveira, the Technical Director of Portuguese Orienteering Federation, António Aires and the Portuguese Athlet Davide Machado.
.
.
O Salão Nobre da Câmara Municipal de Montalegre acolheu ao final da manhã de hoje a Conferência de Imprensa de apresentação dos Campeonatos do Mundo de Seniores e de Juniores de Orientação em BTT 2010. A cerimónia contou com a presença de Fernando Rodrigues, Presidente da edilidade anfitrião, Eduardo Oliveira, Director-Geral do evento, António Aires, Director Técnico Nacional e Davide Machado, a jovem revelação portuguesa nesta tão exigente quanto espectacular disciplina da Orientação.

Com epicentro em Montalegre, a Região do Alto Tâmega e Barroso será palco, de 9 a 18 de Julho, dos Campeonatos do Mundo de Seniores e de Juniores de Orientação em BTT 2010 (WOCMTB’10 e JWOCMTB’10). Este é o culminar de todo um processo que remonta a 2006/2007, quando a Federação Portuguesa de Orientação decidiu apresentar a sua candidatura à organização do mais importante evento do Calendário internacional de Orientação em BTT.

Em comunicado distribuído à imprensa pela organização, destaque para as palavras de Eduardo Oliveira e para a importância de Montalegre acolher esta Competição: “A Federação tem todo o orgulho em trazer a prova para esta zona pois tem todas as condições de terreno, bem como as componentes social, cultural e arqueológica.” O Director-Geral do evento faz ainda questão de salientar que estarão “quatro títulos em disputa – Sprint, Distância Média, Distância Longa e Estafetas -, em quatro categorias – Juniores Femininos, Juniores Masculinos, Seniores Femininos e Seniores Masculinos. Dos 300 Atletas presentes em representação de 35 países, teremos 16 Campeões Mundiais”.

“Fazer o melhor possível”

António Aires abordou a modalidade no seu todo, reflectindo sobretudo na realidade portuguesa e fazendo um pouco a história das nossas participações em anteriores edições da prova Ainda de acordo com o documento distribuído às redacções, o Director Técnico Nacional afirmou: “Desde o início temos tido sempre representantes portugueses nos Campeonatos do Mundo. Com a organização desta competição em Portugal criou-se um programa de treino especial para a Selecção”. Particularizando, Aires referiu ainda que “o melhor atleta nacional é Daniel Marques, nº 24 do ranking mundial e que ambiciona ficar nos primeiros lugares. O Davide Machado, atleta revelação, é muito promissor, assim como o Paulo Alípio. Em Femininos, Susana Pontes é a principal atleta. A nível de Estafetas já conseguimos um décimo lugar, mas vamos tentar superar isto e ir, quem sabe, até ao quinto.”

Davide Machado, 22 anos, natural da Póvoa do Lanhoso, é um dos atletas seleccionados. O jovem passou da Orientação Pedestre para a Orientação em BTT e “fazer o melhor possível” é a sua grande ambição: “Preciso de muita concentração para fazer a melhor leitura do mapa em contra relógio”, disse.

“Queremos trazer mais gente a Montalegre”

No uso da palavra, o Presidente da Câmara Municipal de Montalegre, Fernando Rodrigues, congratulou-se com o facto de a Federação razer este evento para o País. “Felicito a Federação por ter ganho esta prova para Portugal, uma vez que foi o melhor projecto apresentado”. O autarca espera que estes Campeonatos do Mundo tragam benefícios à Região. “A realização da prova em Montalegre passa por um esforço financeiro da Câmara porque é um Mundial com grande atractivo, um emblema para o País e para a Região onde se realiza. É difícil avaliar o retorno deste investimento mas não tenho dúvidas de que o teremos pois temos vindo a fazer um grande esforço de promoção de eventos turísticos, culturais, desportivos para conseguir desenvolvimento, mais negócios e uma maior oferta de emprego”. O edil concluiu: “Queremos trazer mais gente a Montalegre, queremos dar mais visibilidade e maior prestígio à região”.
.
Oportunidade ainda para apresentar o spot publitário destes Campeonatos do Mundo de Orientação em BTT 2010, com a duração de 21 segundos, o qual pode ser visto AQUI.

A terminar, refira-se que estão inscritos até ao momento 238 atletas, de 25 países, com destaque para as fortíssimas formações da Áustria, Dinamarca, Finlândia, República Checa, Rússia e Suiça. Portugal far-se-á representar em todas as categorias, com um total de 15 atletas.

Programa
09 de Julho (6ª feira) – Chegada das Selecções
10 de Julho (sábado) – Model Event Sprint
11 de Julho (domingo) – Final de Sprint e Cerimónia de Abertura
12 de Julho (2ª feira) – Model Event
13 de Julho (3ª feira) – Final de Distância Média e Prova Aberta 1 (Distância Média)
14 de Julho (4ª feira) – Qualificação para a Final de Distância Longa
15 de Julho (5ª feira) – Dia de Descanso e Prova Aberta 2
16 de Julho (6ª feira) – Final de Distância Longa
17 de Julho (sábado) – Final de Estafetas, Prova Aberta 3 (Distância Média), Cerimónia de Encerramento e Jantar Oficial
18 de Julho (domingo) – Partida das Selecções

Toda a informação do evento pode ser consultada no site
http://mtbwoc2010.fpo.pt

[foto gentilmente cedida por Ricardo Moura, Gabinete de Imprensa da Câmara Municipal de Montalegre]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.