domingo, 5 de dezembro de 2010

II OPEN DE ORIENTAÇÃO DE PRECISÃO DE BAIÃO: TODOS IGUAIS, TODOS VENCEDORES!




Pelo segundo ano consecutivo, a Escola Secundária de Baião assinalou o Dia Internacional da Pessoa Portadora de Deficiência com uma prova de Orientação de Precisão. Uma jornada inclusiva por excelência, onde desporto e lazer se misturaram e confundiram com os nobres propósitos de educação para a cidadania.


Depois da neve ter caído em abundância nos dias anteriores, condicionando ou mesmo impedindo que a Escola Secundária de Baião abrisse as suas portas, a Protecção Civil dava a necessária luz verde: Podia circular-se de novo com segurança nos acessos a Baião. Um sol radioso acordava a vila, mais bonita que nunca, com as suas montanhas em volta, de neve vestidas, a debruarem-se de branco contra um céu muito azul e muito belo.

Algumas horas mais tarde, com os ponteiros do relógio a passarem ligeiramente das dez, o átrio da Escola recebia os participantes no II Open de Orientação de Precisão de Baião para uma jornada desportiva de enorme envolvência e alcance. Primeira etapa do Circuito de Orientação de Precisão “Todos Diferentes, Todos Iguais”, o evento teve a assinatura do Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos, contando com os apoios institucionais da Câmara Municipal de Baião e Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil, bem como da Federação Portuguesa de Orientação, Instituto dos Desportos de Portugal e Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência.


Ao encontro das balizas

À semelhança do que acontecera em 2009, o II Open de Orientação de Precisão de Baião contou com a participação dum grupo numeroso de utentes do Serviço de Medicina Física e de Reabilitação do Hospital da Prelada e do Centro de Actividades Ocupacionais da Santa Casa da Misericórdia de Baião, envolvendo extra-competição várias turmas da Escola, num total aproximado de oito dezenas de atletas. Armando Rodrigues assinou o mapa e o percurso que levou os participantes ao longo de dez pontos de controlo (com um total de três ou quatro balizas por ponto), um dos quais cronometrado e que serviu de factor de desempate.

Apesar das baixas temperaturas que se fizeram sentir, o “calor” da disputa levou os participantes, individualmente ou em grupo, ao longo das áreas ajardinadas, alamedas, passeios e polidesportivo da Escola, navegando de desafio em desafio com enorme entusiasmo e energia. Uma palavra de apreço para um grupo de seis voluntários da Fundação Montepio Geral, que se deslocaram propositadamente a Baião, emprestando o seu apoio e solidariedade à iniciativa e dando um contributo significativo para o seu êxito.


Vitória sorriu a equipa do CAO Baião

Feitas as contas no final, a vitória sorriu a uma equipa do Centro de Actividades Ocupacionais da Santa Casa da Misericórdia de Baião, fazendo o pleno de balizas correctamente identificadas. O factor tempo no ponto cronometrado foi decisivo na atribuição desta distinção, uma vez que Ana Paula Marques e António Lopes, ambos em representação do Serviço de Medicina Física e de Reabilitação do Hospital da Prelada, tiveram igualmente um percurso sem falhas, classificando-se nos lugares imediatos.

Classificação Geral

1º Lisete Mendes, Carolina Bernardo, Aldina Monteiro, Manuel Carvalho,
António Paiva, Cristiana Monteiro, Basílio Vieira e Manuel Batista (CAO / SCM Baião) - 10 (56,12’’)
2º Ana Paula Marques (MFR / HP) - 10 (1’05,28’’)
3º António Lopes (MFR / HP) - 10 (1’10,26’’)
4º José Miguel Campos (MFR / HP) - 9 (23,23’’)
5º Diana Coelho (MFR / HP) - 9 (38,00’’)
6º Marina Rocha (MFR / HP) - 9 (54,44’’)
7º Fernando Santos (MFR / HP) - 8 (22,05’’)
8º Adriano Rodrigues (MFR / HP) - 8 (1’10,49’’)
9º Fernando Marques (MFR / HP) - 7 (1’18,00’’)
10º Bruno Pinto, Sandra Ribeiro e Joaquim Sembreiro (CAO / SCM Baião) - 6 (51,38’’)
11º Manuel Rodrigues (MFR / HP) - 6 (1’35,00’’)


Prática desportiva e convívio

Na breve Cerimónia de Entrega de Prémios que marcou o encerramento da actividade, destaque para as presenças de José Luís Carneiro e de Joaquim Paulo Pereira, respectivamente Presidente e Vice-Presidente da Câmara Municipal de Baião. Nas breves palavras que proferiu, o Presidente da autarquia enfatizou “a importância da prática desportiva e do convívio”, abrindo as portas do concelho a mais actividades neste âmbito, “talvez na Primavera, uma altura do ano em que o Concelho é mais bonito, ou sempre que quiserem”.

Fernando Costa, do Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos, salientou que “este Circuito de Orientação de Precisão deveu-se a todos vós”, dirigindo-se naturalmente aos participantes que, de forma insistente, têm pedido maior regularidade na promoção de actividades no âmbito da Orientação de Precisão. Em jeito de conclusão, o Presidente da colectividade organizadora referiu ter sido esta “uma bela jornada desportiva e onde todos, ainda que diferentes, foram iguais.”


Circuito regressa já em Janeiro

O I Circuito de Orientação de Precisão “Todos Diferentes, Todos Iguais” estará de regresso já no início de 2011 para a sua segunda etapa. O Parque Basílio Teles, em Matosinhos, será palco da iniciativa na manhã do dia 8, a qual se integra no Grande Prémio dos Reis, conjunto de actividades de Desporto Adaptado promovidas pela ANDDI – Associação Nacional de Desporto para a Deficiência Intelectual. Registe já na sua agenda e não falte. Com o apoio e a participação de todos, vamos dar mais um abanão na indiferença e fazer desta jornada desportiva uma grande festa em nome da igualdade.


[Não perca também a magnífica reportagem fotográfica no Álbum de Susana Caetano, em http://www.facebook.com/home.php?#!/album.php?aid=28978&id=100000761716117]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: