quarta-feira, 3 de novembro de 2010

"ORI-BTT DE ROSA CHOQUE": NASCEU UM NOVO BLOG!

.


Não nasceu à sexta-feira mas promete “barbas e cabeleira”. É o “Ori-BTT de Rosa Choque”, um novo fôlego na blogosfera da autoria de Margarida Gonçalves Novo.


A faltar um minuto para as treze horas do dia 02 de Novembro do ano da graça de 2010, nasceu um novo blogue. O seu nome: Ori-BTT de Rosa Choque. A sua autora: Margarida Gonçalves Novo, atleta federada do Clube da Natureza de Alvito e destacado elemento dos actuais Corpos Sociais da Federação Portuguesa de Orientação. O seu endereço: http://oribttrosachoque.blogspot.com/. O seu propósito: Falar um pouco da Orientação em BTT, dum ponto de vista rosa choque... "Rosa de menina e choque porque se pretende abordar tudo o que diga respeito à modalidade, de forma aberta e sem preconceitos."

Na mensagem inicial, o “Ori-BTT de Rosa Choque” abre o jogo de forma limpa e determinada, prometendo “falar dos mapas, dos traçados, da opinião dos históricos, dos novatos e dos assim-assim.” Mas vai mais longe: “Vamos ouvir os craques e aqueles que estão a pegar num mapa ou numa bicicleta pela primeira vez. Vamos saber a opinião dos que sobem qualquer rampa, bem como daqueles que suspiram e desmontam à mais ligeira inclinação... Vamos conversar com os que não recuam ante a mais íngreme descida , bem como com aqueles que pensam na família e decidem ir antes a pé...” Em suma, “reflectir sobre a modalidade, lançando temas para debate e ouvindo as nossas opiniões”, tal é o propósito. Ambicioso! Desafiante! Prometedor!

Ao Orientovar, Margarida Gonçalves Novo revelou que “a ideia principal é apresentar alguns temas para discussão duma forma um pouco diferente do habitual. Isto porque sinto que há muita gente com opiniões fortes, mas não sustentadas em nada a não ser em ‘feelings’ e também muita gente que não tem consciência de alguns problemas que existem na modalidade e são bem mais complexos do que parecem à primeira vista.” A autora do novo blogue revela ainda que sente “na pele, que o ‘praticante médio’ é um grande esquecido e também está na altura de falar um pouco sobre isso, bem como sobre o que acontece às pessoas que vêm fazer os OPT’s pela primeira vez. Sinto a modalidade excessivamente virada para dentro e para a competição e é por isso que vou tentar virá-la um bocadinho para a outra perspectiva... Vamos ver se sou bem sucedida!”

Para já, num primeiro tema de fundo, aí está um assunto que merece bem ser escalpelizado. Exames Médicos Desportivos, sua importância e regulamentação, a infinidade de problemas administrativos e informáticos para as Federações e para os atletas, as questões dos seguros desportivos associados ao Exame Médico Desportivo e muito, muito mais. É um problema denso e está exposto de forma a atestar bem a sua enorme complexidade. Vale mesmo a pena ler!

Ao Ori-BTT de Rosa Choque e à Margarida Gonçalves Novo endereça o Orientovar os parabéns pelo inestimável contributo que trazem à modalidade e deseja as maiores felicidades numa vida que se pretende longa e profícua.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: