terça-feira, 5 de outubro de 2010

OS VERDES ANOS: PEDRO SILVA

.


Olá,

O meu nome é Pedro Silva, tenho 16 anos e provenho de uma pequena aldeia chamada Fontainhas. Neste momento frequento o 12º ano de escolaridade na Escola Básica 2,3/s Michel Giacometti, no curso de Ciências e Tecnologias.

Faço desporto desde criança: Orientação, Natação, Ginástica, Ténis, Futebol, mas a nossa modalidade já a pratico há oito anos. Comecei a competir em Orientação por incentivo dos meus pais no clube CP Telecom. A minha primeira prova foi em S. Pedro do Sul, fiz a prova a pares com o meu pai e, por ser muito pequeno, nas zonas mais densas de floresta cheguei a ser transportado “ás cavalitas”. Adorei o modo como tudo decorreu. Por não perceber muito do assunto, foi nesse mesmo escalão que realizei o resto da época e achei interessante a partilha de opinião. Até que, um ano depois, fiz a minha primeira prova sozinho, em Oeiras. A partir daí fui-me habituando à ideia e comecei a dar os primeiros passos na modalidade.

O facto de ganhar algumas provas – sobretudo no escalão de Iniciados, mas também em 2008 ser campeão nacional de Distância Longa no escalão de Juvenis e em 2009 ser campeão do Desporto Escolar também em Juvenis -, deu-me motivação para mais, mas sem grande ambição na modalidade, apenas competia para me divertir. Até que, há pouco mais de um ano, após o POM 2009, entrei no Grupo de Selecção. Daí em diante passei a ter ambições e objectivos na Orientação e, inclusive, comecei a treinar especificamente para esta modalidade. Nesse mesmo ano, participei no meu primeiro EYOC, na Sérvia.

No Clube Portugal Telecom, onde estive sete épocas, fui sempre acarinhado por todos e guardo boas recordações de tantas provas, florestas e de todos os meus companheiros de clube sem excepção. Mas uma decisão acertada foi, já este ano, ter-me federado pelo Clube GafanhOri, um grupo em que todos se apoiam e ambicionam ascender ao melhor nível possível e onde, segundo a minha opinião, residem também os melhores treinadores do nosso país. Muito lhes devo na minha ascensão na modalidade, não só no apoio que me dão no clube, mas também nos estágios. Isto sem esquecer os OriJovens, que seguramente serviram de trampolim, para mim e para a nova geração de orientistas, permitindo melhores prestações nas provas Nacionais e nas representações da selecção.

O meu objectivo a curto prazo é uma boa classificação no EYOC 2011, na República Checa e a longo prazo é uma possível participação numa final A dum Campeonato do Mundo. Não será fácil, mas é esta a ambição que me motiva para fazer cada vez melhores provas e ter alento para treinar mais e melhor.

Se quiserem experimentar a Orientação, não hesitem. É uma bela maneira de ter muitos amigos a nível Nacional com que convivemos quase todos os fins-de-semana, conhecer Portugal, a natureza e as belas paisagens que muitas vezes nos escapam.

Pedro Silva
.

1 comentário:

José disse...

O Pedro pode sonhar!!!
Com a vontade férrea que tem, com o inegável apoio da família e com as condições que o clube lhe proporciona para poder evoluir.

O Pedro poderá sonhar com a tal final A num Campeonato mundial, a que poucos Portugueses chegaram.

Força Pedro!!!