segunda-feira, 4 de outubro de 2010

ANNECY ORIENTEERING WORLD CUP 2010: SETE MAGNÍFICOS PORTUGUESES POR TERRAS DE FRANÇA

.


Treinar e competir… mas não só! Uma comitiva composta por sete dos nossos orientistas de elite está desde a passada quinta-feira na região sudeste de França onde participa na penúltima ronda da Taça de Mundo de Orientação.


Mais do que a competição propriamente dita – e aqui inclui-se uma etapa da Taça do Mundo 2011, com a presença da fina-flor da Orientação mundial -, foi com um intuito eminentemente prospectivo que uma comitiva portuguesa de Orientação Pedestre rumou a Annecy, lindíssima cidade na região de Rhône-Alpes, onde se encontra desde a passada quinta-feira. Após venceram 1900 quilómetros duma viagem sem grandes percalços, Tiago Aires, Raquel Costa, Paulo Franco, Tiago Romão, Miguel Reis e Silva, Alexandre Alvarez e Mariana Moreira juntaram os seus nomes à lista de perto de um milhar de participantes na “Annecy Orienteering World Cup 2010”.

A fazer fé nas declarações de Tiago Aires, em exclusivo para o Orientovar, as primeiras impressões da nossa comitiva são muito positivas: “Tivemos oportunidade de realizar um treino na sexta-feira. As florestas aqui são fantásticas, localizam-se em altitude na montanha, num terreno cársico muito rochoso e com muitos detalhes de relevo.”

Uma pequenina estrela chamada Mariana

No sábado de manhã teve lugar o “Model Event” e à tarde os nossos atletas participaram numa prova de Ori-Show, com três percursos de qualificação, Meias-Finais com dezasseis atletas e os melhores quatro a disputar a Final. Aqui, Raquel Costa esteve em grande destaque ao chegar até à Final, onde arrancou um brilhante 2º lugar. O dia terminaria com um espectacular Sprint Nocturno bem no coração de Annecy, numa prova com honras WRE, ou seja, pontuável para o ‘ranking’ mundial da modalidade. Entre alguns dos maiores nomes da Orientação mundial, Mariana Moreira foi estrela entre as estrelas, brilhando alto graças à 6ª posição no escalão de Elite Feminina, numa prova que viria a ser ganha pela atleta da Letónia, Aija Skrastina. No sector masculino, a vitória sorriu ao britânico Graham Gristwood, com Tiago Romão a ser o melhor português na 31ª posição.

No domingo, as atenções centraram-se em exclusivo na 10ª etapa da Taça do Mundo 2010, uma prova de Distância Longa muito dura e que teve como vencedores o francês Thierry Gueorgiou e a suiça Simone Niggli. Apesar de ter entrado com o pé esquerdo, Tiago Aires acabou por fazer uma boa prova, tendo sido o melhor português na 53ª posição. O dia de hoje, bem como as próximas terça e quarta-feiras, são aproveitados para actividades de “reconhecimento”, em campos de treino que se revelarão muito proveitosos quando, em Agosto do próximo ano, ao atletas se deslocarem a Aix-les-Bains para os Mundiais 2011.

“Once a King, always a King”

Entretanto, as provas WRE trouxeram uma importante mexida no ‘ranking’ mundial masculino, já que no sector feminino Simone Niggli continua de pedra e cal no topo da tabela. Com efeito, Thierry Gueorgiou quebrou 110 semanas dum longo e penoso jejum, reassumindo a liderança aquando da última actualização do ‘ranking’, precisamente ontem. Neste entretanto, o suíço Daniel Hubmann acaba por ser o grande perdedor, ele que liderava o ‘ranking’ desde o dia 30 de Agosto de 2008 e se viu desapossado do ceptro no dia 1 de Outubro, na sequência da actualização após os Nacionais da Austrália. Mas afinal o que aconteceu entre a passada sexta-feira e o dia de ontem? A resposta é simples: O “rei da noite”, esse mesmo, o norueguês Anders Nordberg. Foram três escassos dias de reinado, mas é caso para dizer: “Once a King, always a King”.

Instado a comentar estas movimentações no ‘ranking’, o especialista Manuel Delgado adiantou ao Orientovar: “O que motivou a liderança de Anders Nordberg foi o facto de ter passado um ano sobre as provas ‘Swiss Cup /Postfinance 2009’. De entre os quatro melhores resultados de Daniel Hubmann do último ano estavam essas duas provas... Aliás, a passagem de Anders Nordberg pela liderança poderia nem se ter visto. Bastaria para tal que não tivesse havido as provas da Austrália que motivaram uma actualização do ‘ranking’ e, nesse caso, entre o dia 27 de Setembro e hoje, veríamos apenas a troca do Hubmann com o Gueorgiou.” E a terminar, um vaticínio: “Julgo que o Gueorgiou se manterá em primeiro até pelo menos uma semana antes do próximo Campeonato do Mundo, já que as quatro melhores pontuações dele deste ano são precisamente a partir do Campeonato do Mundo... Tanto o Hubmann como o Nordberg têm uma das suas melhores pontuações anteriores ao Campeonato do Mundo. Não sei se o Hubmann participará nas provas ‘Swiss Cup /Postfinance 2010’, mas mesmo que o faça não conseguirá certamente uma pontuação muito alta. A avaliar pela classificação do Nordberg neste fim-de-semana, provavelmente não estará na melhor das formas para as provas ‘Swiss Cup /Postfinance 2010’. E depois disto as provas não dão pontuações muito altas... Provavelmente só o POM (espero!) terá atletas de topo em número suficiente para poder haver pontuações muito altas...”

[Foto gentilmente cedida por Tiago Aires]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: