sexta-feira, 24 de setembro de 2010

ELEIÇÕES NA FPO: AS CONSIDERAÇÕES DE ALEXANDRE GUEDES DA SILVA

.


Aguardada com natural expectativa, aí estão as considerações de Alexandre Guedes da Silva sobre a composição da Lista A candidata aos Corpos Sociais da Federação Portuguesa de Orientação para o Biénio 2011-2012.


As questões que surgiram prendem-se sobretudo com a origem das pessoas que compõem a Lista e com os eventuais “arranjos de poder” por detrás da sua composição.

Em primeiro lugar, e respondendo a uma questão levantada sobre a minha ligação à Orientação, devo referir que fui eu quem no longínquo ano de 1996 sugeri ao Prof. Porta Nova a filiação da aeGIST, da qual eu era Presidente à época, na Federação Portuguesa de Orientação. Foi nessa sequência que também me filiei com a minha família e amigos.

Na altura e desde sempre participei sem grandes objectivos de competição na Orientação Pedestre e nas Corridas de Aventura. Quando a aeGIST se entusiasmou pela Orientação em BTT também lá estive ao lado dos meus companheiros de clube a organizar e disputar as primeiras provas da Taça de Portugal de Ori-BTT. No entanto, e como não será surpresa para ninguém, fundei e tenho dirigido desde sempre a APCA – Associação Portuguesa de Corridas de Aventura, que com a Federação Portuguesa de Orientação, foi a responsável pela integração das Corridas de Aventura como disciplina de pleno direito da Orientação. Pelo meio de mais de cinco dezenas de actividades que organizei ou nas quais colaborei ainda tive tempo para ser o Produtor do O’TV, o Director do VII Campeonato do Mundo de Corridas de Aventura e o Secretário Executivo do Centro de Actividade Física e Recreação da Universidade Técnica de Lisboa.

Em relação à elaboração da lista, a metodologia foi simples: Convidei os candidatos a Presidente dos vários órgãos e construí com eles uma composição que se entendeu equilibrada e que desse garantias de desempenho efectivo para o órgão (as excepções foram o CD e o CJ em que infelizmente não houve essa oportunidade).

Houve, nos órgãos mais críticos para o funcionamento da Federação Portuguesa de Orientação, Direcção e Conselho de Arbitragem o cuidado de escolher pessoas que tivessem alguma experiência de trabalho em conjunto ou de desempenho no órgão (caso do Conselho de Arbitragem que mantém a maioria dos seus membros efectivos). Houve ainda o cuidado de não discriminar por género nem por região, tentando equilibrar os eixos Norte-Sul e Interior-Litoral e escolher sempre que possível indivíduos com experiência em mais de uma disciplina da Orientação.

Quanto à origem clubista das pessoas, devo confessar que não foi factor tido como relevante, nem para os convites e nem para as escolhas, pois isso mesmo decorre naturalmente de uma lei que foi feita no sentido de evitar que os membros dos órgãos fossem meros delegados dos clubes ou associações. No entanto, e porque a curiosidade é grande, devo referir que a lista é composta por dois atletas individuais e elementos de 17 clubes que por ordem alfabética são:

ADA Desnivel, ADFA, APCA, Às 11 no Farol, ATV, CAOS, CIMO, Clube Atlético de Recardães, Clube Millenium BCP, Clube Natureza do Alvito, COC, .COM, Ginásio Figueirense, Grupo Desportivo da Azoia, OriMarão, Clube EDP Sines e Ori-Estarreja.

O clube que mais gente forneceu à lista foi o Grupo Desportivo da Azóia e os que menos gente forneceram foram a EDP Sines, o .COM, o COC e o OriMarão, com um elemento cada. Como curiosidade há dois sócios do CIMO candidatos à Direcção embora filiados por outros clubes e um sócio de um dos clubes pequenos mais carismáticos “Ás 11 no Farol” que embora filiado por outro clube é candidato a ser o Director Financeiro da FPO.

Quanto ao “delicado” equilíbrio Norte-Sul propomos um Presidente e Secretário do Sul e um Director Executivo e um Director Financeiro do Norte. Quanto ao equilíbrio de género ele é total com 3 mulheres e 3 homens na proposta de composição da Direcção. Ou seja, se por mais fosse, esta é uma lista diferente e que pretende dar um exemplo ao movimento associativo nacional e já agora marcar para o futuro uma salutar tradição no seio da Orientação!!!!

Para os mais curiosos seguem então as filiações clubistas dos membros das listas:

Grupo Desportivo União da Azoia (Litoral Sul) - JOAQUIM JORGE BATISTA BALTAZAR, RUI MANUEL GONÇALVES BELL MARQUES, JOSÉ ALBERTO MOURINHO MANTA, JORGE ARTUR DOMINGUES PINTO, EUNICE DA CONCEIÇÃO QUINTA GUERREIRO.
Associação dos Deficientes das Forças Armadas (Interior Sul) – ALEXANDRE SOARES DOS REIS, CRISPIM MENDES DE FREITAS JÚNIOR, JOSÉ GALVÃO MARQUES, PATRÍCIA ISABEL VIEGAS SERAFIM.
Associação Portuguesa de Corridas de Aventura (Grande Lisboa) - ALEXANDRE JOSÉ LOPES GUEDES DA SILVA, ANA FILIPA PRUDÊNCIO DE CARVALHO VILAR, LUÍS FILIPE DA SILVA DOS SANTOS, LEONOR GABRIEL GUEDES DA SILVA.
Académico de Torres Vedras (Litoral Centro) - KÁTIA MARGARETH TEIXEIRA DE ALMEIDA, CARLOS ANTÓNIO ANTUNES LOURENÇO, JOÃO CARLOS MARTINS TOMÉ MONTEIRO, JOSÉ MANUEL PEREIRA DA SILVA.
Clube Millenium BCP (todo o país) - CARLOS MANUEL ROCHA RODRIGUES, PEDRO ALEXANDRE PAIS DA CUNHA MARTINHO, FERNANDO HENRIQUES FEIJÃO, FRANCISCO ANTÓNIO RENTE DOS REIS.
Clube de Orientação de Estarreja (Litoral Norte) - ANA ALEXANDRA SOARES DE OLIVEIRA, ANTÓNIO MANUEL ALVES AMADOR, NUNO RAFAEL ALMEIDA LEITE, RUI JORGE PINHEIRO MORAIS.
Clube da Natureza de Alvito (Interior Sul) – LEANDRO RODRIGUES DA GRAÇA SILVA, ANTÓNIO JOSÉ MOREIRA PEREIRA DA ROSA, MARIA MARGARIDA BEJA GONÇALVES NOVO.
Associação de Desportos de Aventura Desnível (Grande Lisboa) – MIGUEL VASCO QUINTAS FERNANDES, LUÍS MANUEL ESTEVES DOS SANTOS.
Clube de Aventura e Orientação de Sintra (Grande Lisboa) – NUNO SALVADOR VICENTE PEDRO, LUÍS MANUEL PINTO DE NORONHA.
Desportivo Atlético de Recardães (Litoral Norte) - VALDEMAR ANTÓNIO BATISTA DE OLIVEIRA, MÁRIO JOSÉ PIMENTEL FERNANDES.
Ginásio Clube Figueirense (Litoral Centro) – RUI MIGUEL PEREIRA MORA, SUSANA MARGARIDA MARTINS DOS REIS IGREJA.
Clube de Orientação do Centro (Litoral Centro) - ANTÓNIO JOSÉ MARQUES DA SILVA
Clube de Orientação do Minho (Interior Norte) - JOSÉ CARLOS RODRIGUES PIRES.
Clube EDP Sines (Litoral Sul)- CARLOS MANUEL BATISTA LOBO.
Clube OriMarão (Interior Norte)– JACINTO MANUEL LARANJEIRA DA COSTA.
Individuais (Litoral Centro) – CLÁUDIO FILIPE DA SILVA TERESO, MARIA JOÃO DA SILVA BORGES.

E ainda os que são sócios de mais de um clube e que fazem parte da direcção:
(CIMO) (Grande Lisboa) – KÁTIA MARGARETH TEIXEIRA DE ALMEIDA, LUÍS FILIPE DA SILVA DOS SANTOS.
(Às 11 no Farol) (Litoral Norte) - CARLOS MANUEL ROCHA RODRIGUES.

Por fim importa realçar que esta é uma proposta para assumir os destinos da Federação Portuguesa de Orientação completamente independente e que responderá sempre pelo programa que apresenta.

Alexandre Guedes da Silva
.

Sem comentários: