quinta-feira, 15 de julho de 2010

MTBO WOC & JWOC 2010: A PALAVRA AOS PROTAGONISTAS

,

A dois dias de terminarem os Campeonatos do Mundo de Orientação em BTT, o Orientovar recupera as emoções da final de Distância Media, trazendo-lhe as declarações dum punhado de protagonistas. E ainda algumas fotos da prova.


Foi a minha sexta medalha de ouro, a quarta em Distância Média, e é uma sensação fantástica. Fiquei realmente muito desapontada com aquilo que aconteceu em Chaves e queria mesmo muito conquistar esta medalha. Basicamente terei feito uma prova perfeita, talvez apenas uma opção menos boa, terei perdido no total um minuto mas não há provas de Orientação sem falhas. O percurso não era difícil, apesar das longas subidas e de muita pedra solta nalguns trilhos, mas concentrei-me em puxar, em dar o máximo e não pensei em mais nada até ao último ‘loop’. Só queria andar depressa.

Quanto à próxima prova, normalmente a Distância Longa não é a minha distância. Apenas conquistei um título nesta distância e por isso as minhas expectativas não são demasiado elevadas. A ver vamos, tudo é possível. A Organização dos Campeonatos é excelente. Fico muito contente por ver uma Organização tão boa e com enorme preocupação com a segurança dos atletas. Muito bom!

Michaela Gigon, Áustria


Estou muito contente com esta vitória. Cometi apenas um pequeno erro mas, em termos gerais, foi uma prova muito boa. Espero conseguir repetir este resultado na prova de Distância Longa e também na Estafeta.

Está tudo muito bem organizado e estou a gostar imenso dos Campeonatos em Portugal.

Samuli Saarela, Finlândia


Estou bastante desapontada com a minha prova, sobretudo porque avancei para o ponto 5 antes de passar pelo 4. Foi um enorme percalço que me custou cerca de quatro minutos, depois devo ter feito uma ou duas más opções também. Mas foi divertido – é sempre divertido -, embora acabe por ficar furiosa por isto acontecer numa prova tão importante. Penso que ainda poderei fazer um bom lugar na prova de Distância Longa e tenho pena que não estejam aqui mais atletas australianas para podermos fazer equipa nas Estafetas. Assim sendo, irei correr juntamente com os homens.

É muito bom para a equipa australiana ter um atleta como a Adrian Jackson. Ele teve o melhor começo possível e estamos todos muito orgulhosos e motivados. O ambiente no seio da nossa equipa é sempre fantástico porque, felizmente, ele consegue excelentes resultados com muita frequência.

A Organização dos Campeonatos tem sido excelente. Proporcionaram-nos treinos fantásticos durante a semana passada e todos têm sido extremamente simpáticos e disponíveis connosco. Foi realmente uma pena o que se passou com os juniores na prova de hoje.

Melanie Simpson, Austrália


A prova não me correu de feição e devo ter feito no total uns cinco minutos de erro. Comecei mal, perdi logo um minuto no primeiro ponto e, na verdade, não me sinto satisfeito com a minha prova embora esteja satisfeito por ter conseguido um lugar nos vinte primeiros. De qualquer maneira o Davide fez um grande resultado apesar de também não estar satisfeito com a prova dele e vejo que há aqui uma margem de progressão, o que me deixa com alento para o resto da competição.

Numa competição como esta, confesso que não estava à espera do que aconteceu com os juniores. Nem numa prova nacional isso aconteceu alguma vez, que eu me lembre… Foi uma falha grosseira da Organização que, felizmente, pôde ser remediada sem que a verdade desportiva saia falseada. Agora há que olhar para a frente e fazer uns Campeonatos ao melhor nível naquilo que falta.

Daniel Marques, Portugal



A prova correu dentro das minhas expectativas. Era bastante física e também muito técnica mas não cometi grandes erros. Apenas no ponto 12 perdi quase um minuto o que me custou uma medalha e, por isso motivo, não estou muito satisfeita. Agora espero fazer melhor na prova de Distância Longa, apesar de ter a consciência de que o conjunto de atletas que aqui se encontra é muito forte. Se conseguir ficar entre as dez primeiras será bom.

A Organização dos Campeonatos tem estado bem, todos são muito simpáticos. Tudo bem.

Anna Kaminska, Polónia


Fiz uma prova péssima, fiz um erro de navegação e perdi-me entre os pontos 6 e 7 o que me custou cerca de vinte minutos. Estou realmente muito desapontado. Penso que a prova foi demasiado longa para uma Distância Média – o tempo do vencedor deveria ter sido de cinquenta e dois minutos e foi de uma hora e sete -, o terreno era duro, com bastante areia e algumas pernadas talvez demasiado longas, mas nada disto é desculpa para a minha má prova. Espero agora conseguir concentrar-me na prova qualificatória de Distância Longa e garantir um lugar nos sessenta primeiros que passarão à Final A.

Ainda estão muito presentes os Campeonatos do Mundo realizados no meu país no ano passado e sinto que esta Organização está muitos furos acima. Vemos aqui uma equipa muito vasta e muito sólida, por todo o lado há gente ligada à Organização pronta a ajudar, os locais onde as provas decorrem são muito bonitos, tudo é perfeito.

Eran Lerner, Israel


Foi uma prova dura no início, com algumas subidas particularmente difíceis e trilhos com muita areia e pedra solta a exigirem as ideias bem assentes. Depois foi mais como uma prova de Distância Longa, ainda que mais curta, com algumas pernadas muito longas e opções variadas. Não era exigente tecnicamente mas requeria muita concentração e rapidez na decisão das melhores opções. Apesar duma ou outra má opção, acabei por fazer uma prova dentro das minhas expectativas. Agora vem a prova de Distância Longa onde, normalmente, teria o meu ponto forte, mas não me sinto minimamente em forma. Veremos como corre.

Beat Oklé, Suiça


Tive um início de prova muito bom, muito rápido, boas pernadas… Depois alguns pequenos erros que me custaram, ao todo, talvez um quatro minutos. Mas já no centro de Montalegre fiz um erro muito grande. Era uma pernada curta e estive muito próximo do ponto, mas a verdade é que o falhei, acabei por fazer dois ‘loops’ antes de conseguir controlá-lo e só aí perdi três minutos. O meu objectivo, desde o início, aponta para a prova de Distância Longa e também para as Estafetas, portanto tenho ainda muito por onde recuperar. Acho que, com um par de boas pernadas na Longa, posso conseguir um grande resultado.

A Organização tem sido excelente. Tudo está bem planeado e organizado. A única questão foi mesmo a Final dos Juniores… Ahhhhh!… não sei que dizer. Foi mesmo pouca sorte. Estas coisas não deviam acontecer, mas acontecem. De resto, só tenho de dar os parabéns à Organização pela forma como têm decorrido os Campeonatos.

Kevin Haselsberger, Áustria


O que posso dizer acerca da minha prova de hoje? Fiz o que pude, mas não bastou. Fiz um pequeno-grande erro que me custou à volta de dois minutos, mas quanto ao resto correu bem. Devo admitir que esta não é a minha época. Não, não, não… Definitivamente não estou bem. Dei o meu melhor, mas o resultado ficou muito abaixo do desejável e do expectável.

Até ao momento a Organização tem sido muito boa. Não tenho nada a apontar.

Anna Telyakevych, Ucrânia


Uma bela corrida. Fisicamente talvez não esteja nas melhores condições mas em termos técnicos a prova correu realmente muito bem. Boas opções, sem hesitações, perceber por antecipação aquilo que me esperava na parte final no centro da vila, muito técnica… Sim, mentalmente sinto que estive realmente bem. Uma medalha na prova de Distância Longa? Porque não. Depois duma prova como a de hoje, começamos a ter ideias.

A Organização tem sido excelente. Os programas, a restauração… percebe-se um grande profissionalismo, tudo está devidamente regulado, tem sido realmente realmente muito bom.

Clément Souvray, França


No início a prova correu muito bem, mas depois fiz uma má opção, acabei no meio do nada, devo ter perdido aí uns cinco minutos, magoei-me… Bom, não havia nada a fazer, perdi aí a corrida. Penso que os percursos eram interessantes, com várias opções de itinerário, embora no final apelassem sobretudo à condição física e eu não estava, seguramente, na melhor forma. Agora vem a prova de Distância Longa mas confesso que não me sinto confiante para ganhar uma medalha. Este ano não tenho treinado como queria, comecei a trabalhar e tem sido bastante difícil conseguir compatibilizar as duas coisas. Mas vou dar o meu melhor.

Toda a Organização tem estado muito bem, à excepção destes plasmas onde são afixados os resultados. Os grandes placards que vemos nas organizações de todo o mundo estão aqui substituídos por umas peças muito bonitas mas que ninguém consegue ver. Pelo menos eu tenho imensa dificuldade. De resto, tudo bem.

Hana Bajtosová, Eslováquia


Sinceramente não estava à espera de conquistar um lugar no pódio. Sinto-me em excelente forma física, tenho treinado muito bem e as coisas saíram todas bem. Tentei puxar forte no início, cometi alguns pequenos erros mas posso dizer que foi uma prova praticamente perfeita. Agora segue-se a prova de Distância Longa que, para mim, é… muito longa. Mas é claro que vou dar o meu melhor e que me irei bater pelo melhor lugar possível.

Os Campeonatos estão muito bem organizados.

Lucca Dallavalle, Itália


Acompanhe os Campeonatos do Mundo de Orientação em BTT no “site” oficial do evento em
http://mtbwoc2010.fpo.pt/.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: