quinta-feira, 22 de julho de 2010

MTBO WOC & JWOC 2010: GABRIELE VIALE E OS MUNDIAIS DE 2011

.

De 20 a 28 de Agosto de 2011, Montecchio Maggiore, na bela região italiana do Veneto, recebe a 9ª edição dos Campeonatos do Mundo de Orientação em BTT. Mauro Gazzerro, Presidente da Região de Turismo do Veneto e Gabriele Viale, Director Geral dos Mundiais de 2011, estiveram em Portugal a promover o evento e o Orientovar recolheu as suas impressões que agora partilha.


Orientovar – Quais os passos que levaram à atribuição dos próximos Campeonatos do Mundo de Orientação em BTT?

Gabriele Viale – A iniciativa partiu da nossa Federação de Orientação e apresentámos a candidatura a qual foi aceite. No início, a ideia era que os Campeonatos fossem disputados na região de Turim, no Piemonte, mas a Federação acabou por se ver na obrigação de encontrar uma outra área para o evento e a escolha recaiu sobre o distrito de Vicenza, no Veneto. É uma zona muito interessante para a prática da Orientação em BTT, é uma zona com bastantes declives e caracterizada pela profusão de vinhedos, num sobe e desce de grande beleza. A última prova, a final de Sprint, terá lugar no Velódromo de Sossano.

Orientovar – Como é que estão a decorrer os preparativos?

Gabriele Viale – Temos pessoas muito qualificadas nesta área e temos uma série de clubes com uma enorme experiência na organização de provas de Orientação em BTT. Já organizámos algumas provas da Taça do Mundo e sentimo-nos muito positivos quanto a um grande evento. O ciclismo e a BTT são muito populares em Itália – toda a gente conhece o “Giro” – e temos garantido um grande número de voluntários que irão ser preciosos para levar a cabo todas as tarefas organizativas. A minha grande dúvida tem a ver com as questões económicas e de marketing porque, como todos sabemos, não estamos propriamente na melhor altura. A crise está por todo o lado e em Vicenza também. Mas estamos confiantes, agora que a contagem final já se iniciou.


“O nosso ponto forte reside na imagem”

Orientovar – A Orientação em BTT é uma modalidade fascinante mas tem especificidades próprias. Há algum aspecto que lhe mereça uma particular atenção?


Gabriele Viale – A questão da segurança é algo que me preocupa realmente. É necessário manter fechadas muitas estradas e caminhos o que, numa região onde existem imensas propriedades agrícolas, não se afigura fácil. O risco, do meu ponto de vista, é muito grande. Temos de ter um sistema de segurança muito bem montado que nos garanta que todas as condições estão criadas para que as provas se realizem sem sobressaltos.

Orientovar – Como é que está a decorrer a promoção do evento aqui em Portugal?

Gabriele Viale – Perfeito. Tudo está a decorrer de forma perfeita. Hoje mesmo fizemos o convite ao Rui Barros – um nome querido de todos italianos e, em particular, dos aficionados da Juventus – para que seja embaixador do evento. Gostaríamos de garantir também a presença do Roberto Baggio e, assim, teríamos esta ponte criada entre o Futebol e a Orientação em BTT que iria certamente atrair muitas atenções. Penso que o nosso ponto forte reside na imagem e queremos que ela seja a melhor possível. Procuramos fazer o nosso melhor.


“Sente-se uma grande atmosfera”

Orientovar – Essa imagem passa também pela região onde os Campeonatos se irão disputar e pelo que tem para oferecer…

Gabriele Viale – Sim, como disse antes é uma região muito bonita do ponto de vista paisagístico, com as suas encostas repletas de vinhas, mas há muito mais para além disso. A cidade de Vicenza é rica em História, temos testemunhos arquitectónicos das épocas românica, gótica, renascença, barroca e neo-clássica e, por isso, a cidade é conhecida como a “cidade-teatro”. Temos sobretudo o Palladio, o monumento criado por Andrea Palladio que desempenha um papel importante na história da arquitectura mundial e faz parte do Património Mundial da UNESCO. Planeamos alguns espectáculos que possam dar a conhecer um pouco dos nossos usos e tradições, iremos organizar algumas provas onde as pessoas poderão degustar os nossos produtos e conhecer um pouco mais da nossa gastronomia e dos nossos vinhos – esta é uma das regiões de vinhos mais importante de Itália - e temos algumas visitas programadas a alguns pontos turísticos nesta região, nomeadamente ao Lago de Garda, a Verona, a cidade de Romeu e Julieta e à cidade de Veneza. Procuraremos combinar a parte desportiva com a parte histórica e cultural.

Orientovar – Após a estadia e os contactos estabelecidos aqui em Portugal, que ideias leva e que possam ser aplicadas nos próximos Mundiais?

Gabriele Viale – Tivemos a possibilidade de assistir a uma das reuniões da organização portuguesa e foi muito importante verificar como articulam entre si as várias equipas, a abertura colocada na abordagem das questões, a forma como se resolvem os problemas. Ficámos também com uma ideia mais concreta do que está envolvido nos aspectos técnicos, logísticos e operacionais. Mas aquilo que mais me entusiasmou foi a ideia de trazer toda a gente para um mesmo espaço, concentrando aqui toda a actividade não competitiva e as várias cerimónias, transformando-o num gigantesco ponto de encontro e conferindo-lhe o cunho de “aldeia olímpica”, onde todos estão juntos e se sentem bem. Sente-se uma grande atmosfera. Não tinha pensado nisto antes de ter visto o que aconteceu aqui em Portugal.


“Todos serão bem vindos”

Orientovar – Vai levar o modelo para Itália?


Gabriele Viale – É preciso perceber que os recursos não são iguais em todo o lado. Todavia, ter visto como resultou tão bem o facto de termos as Cerimónias no interior dum edifício e não ao ar livre, como é habitual, faz-me pensar em lançar mão do Palladio para a Cerimónia de Abertura. Não apenas usar a Piazza dei Signori mas introduzir os participantes num cenário único e maravilhoso, caso tenhamos autorização para o fazer.

Orientovar – A um ano de distância, que mensagem gostaria de deixar aos amantes da Orientação em BTT e aos desportistas em geral?


Gabriele Viale – Esperamos por todos eles, garantindo que tudo faremos para tornar inesquecíveis estes Campeonatos do Mundo. Todos serão bem vindos numa região reconhecida pelo valor e qualidade da sua história e cultura, da sua gastronomia e dos seus vinhos. Também o Orientovar será bem-vindo.



Saiba tudo em http://www.mtbo2011.org/.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: