quinta-feira, 8 de julho de 2010

JWOC AALBORG 2010: APURAMENTOS SEM SURPRESAS

.

Após um dia de repouso, as emoções regressaram a Aalborg e aos Campeonatos do Mundo de Juniores de Orientação Pedestre JWOC 2010 com as provas de qualificação para as finais de Distância Média. Foram 24 os países que lograram conseguir colocar atletas seus na grande final A, com essa particularidade de suecos e noruegueses conseguirem o pleno. Portugal ficou de fora!


São já conhecidos os cento e vinte atletas que conseguiram o tão almejado passaporte para a Final A de Distância Média que terá lugar amanhã em Aalborg, no penúltimo dia de provas deste 20º Campeonato do Mundo de Juniores de Orientação Pedestre. Em Kollerup Plantage, tiveram hoje lugar as seis séries qualificatórias, disputadas por 158 atletas masculinos e 125 femininos e que permitiram o apuramento para a Final A de vinte atletas em cada uma delas.

No sector masculino não se registou qualquer surpresa. Gaute Hallan Steiwer (Noruega), Matthias Kyburz (Suiça) e Rasmus Thrane Hansen (Dinamarca) foram os vencedores das respectivas séries e todos os atletas que tinham alcançado lugares de pódio nas duas finais anteriores (Sprint e Distância Longa) conseguiram hoje o apuramento sem grandes problemas (o britânico Kristian Jones e o sueco Gustav Bergman foram quem mais “suou as estopinhas”, ainda assim terminando ambos num confortável 11º lugar). Dentro das finais fica ainda um bom leque de atletas que não deixam de constituir relativa surpresa. É o caso do belga Yannick Michiels (7º lugar na terceira série), dos neo-zelandeses Matt Ogden e Scott McDonald (respectivamente 12º e 15º classificados nas segunda e terceira séries), do israelita Eran Segal (13º lugar na segunda série), do italiano Roberto Dallavalle (15º lugar na mesma série do atleta anterior) e dos espanhóis Andreu Blanes Reig e Ricardo Garcia Dengra, respectivamente 3º e 19º classificados na primeira série. De fora ficam nomes como os do suíço Robin Broadmann, do dinamarquês Lars Hjerrild, do finlandês Antti Vainio, do polaco Piotr Parfianowicz (quem não se lembra das duas medalhas de ouro conquistadas por este atleta no recente EYOC?) e dos espanhóis Antonio Martinez Perez e Pol Rafols Perramon. De fora ficam igualmente os portugueses David Sayanda (23º classificado na primeira série a 13 segundos somente do apuramento), Manuel Horta (37º lugar na segunda série) e Tiago Leal (35º classificado na terceira série).

Apuradas sem grandes contratempos

Quanto ao sector feminino, Anastasia Trubkina (Rússia), Emma Klingenberg (Dinamarca) e Sarina Jenzer (Suiça) venceram as respectivas séries com maior ou menor à vontade. Também aqui todas as atletas que alcançaram lugares de pódio nas duas finais anteriores conseguiram passaporte para a Final A de amanhã, embora a polaca Monika Gajda (medalha de bronze na prova de Sprint) não tenha ganho para o susto, tendo sido 17ª classificada na terceira série com 31 segundos à melhor sobre a 21ª classificada, a russa Veronika Khismatullina. Belinda Lawford (Austrália), Carlota Scallet (Itália), Angela Simpson (Nova Zelândia), Emily Kemp (Canadá) e Amandine Monterrat (França) são, quiçá, as grandes “outsiders” na Final A de amanhã, ao passo que de fora ficaram alguns nomes em certa medida inesperados, o mais sonante dos quais é o da suiça Bettina Aebi. Correndo na primeira série, Helena Coradinho ficou igualmente de fora da final A ao completar o seu percurso no 30º lugar.

Tudo para conferir em
http://www.jwoc2010.dk/.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: