sexta-feira, 2 de julho de 2010

EYOC SORIA 2010: LUÍS SILVA É PRESENÇA PORTUGUESA NO PÓDIO

.
Embora não sejam ainda conhecidos os resultados oficiais, o Orientovar está em condições de anunciar, graças à prestimosa colaboração de Fernando Costa e de Nuno Leite, o magnífico sexto lugar de Luís Silva na prova de Distância Longa do EYOC 2010 (escalão M16), disputada esta manhã em La Cruz de Piedra, Soria. Luís Silva alcança assim o melhor lugar de sempre dum atleta português na prova de Distância Longa desta competição e, por mérito próprio, marca lugar entre os seis atletas presentes no pódio, com direito a menção honrosa.


Nascido a 17 de Outubro de 1994, Luís Silva pratica Orientação há três anos, apesar de, nas suas palavras, conhecer a modalidade “há cerca de nove anos, por via dos meus irmãos, Mário Silva e Ana Silva”. Foram precisamente as histórias e experiências relatadas por ambos que levaram o jovem atleta a “ganhar vontade de experimentar, o que aconteceu em Janeiro de 2007, na Azaruja, em Évora” [conheça o perfil do atleta AQUI
].

Atleta federado com o número 4373, representando a ADFA – Associação de Deficientes das Forças Armadas, Luís Silva fez a sua estreia na Taça de Portugal na temporada de 2007/2008, tendo participado em 10 da 23 provas disputadas e concluído no 10º lugar no seu escalão (Iniciados Masculinos). Na temporada seguinte participa no escalão H17, tendo participado em todas as 21 etapas da Taça de Portugal e vencido quatro delas, terminando na 2ª posição, imediatamente atrás do seu grande rival de sempre, Rafael Miguel (Ori-Estarreja). Na presente temporada, ainda no escalão H17, o seu domínio em provas da Taça de Portugal tem sido avassalador. Luís Silva esteve presente em 23 das 25 provas disputadas até ao momento, tendo vencido 15 delas e sendo já o virtual vencedor do seu escalão.

Um currículo invejável

Em termos de títulos conquistados até ao momento, sobressai o de Vice-Campeão do Mundo de Desporto Escolar, na disciplina de Distância Média, título esse alcançado em Edimburgo, em 25 de Abril de 2008. Um resultado prestigiante para o atleta e para a Orientação portuguesa e que surge na sequência dum igualmente excelente 6º lugar na prova de Distância Longa alcançado no dia anterior. Em 2009, ainda nos Mundiais de Desporto Escolar (Alcalá de Henares, Espanha), Luís Silva conseguiu uma excelente 7ª posição na prova de Distância Média. Também em 2009, o atleta tem a sua primeira participação nos Campeonatos Europeus de Jovens de Orientação Pedestre (EYOC Serbia), onde não foi além do 54º lugar na prova de Sprint (escalão H16). Todavia redime-se e, na prova de Distância Longa, alcança o 18º lugar naquela que constituía, até então, a melhor classificação de sempre dum atleta português nesta distância, em cinco presenças no EYOC e no que ao sector masculino diz respeito (em termos absolutos, melhor mesmo só o 14º lugar de Mariana Moreira no EYOC Soluthurn 2008, na Suiça).

O currículo de Luís Silva fica completo com os principais resultados a nível nacional. Assim, destaque para os títulos de Vice-Campeão Nacional de Distância Longa e Vice-Campeão Nacional de Sprint 2008/2009 (escalão H17) e, já esta temporada, o título de Campeão Nacional de Distância Média, de Campeão Nacional de Distância Longa e de Campeão Nacional de Estafetas (escalão H17) e ainda o de Vice-Campeão Nacional de Desporto Escolar (escalão Iniciados Masculinos).

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

1 comentário:

Ricardo disse...

Parabéns ao Luís, mas também de forma muito especial ao DANIEL PÓ, pricipal responsável pelo aparecimento e desenvolvimento de mais um grande nome da Orientação nacional, depois de outros que também com origem na ES Pinhal Novo foram fazendo história...