segunda-feira, 21 de junho de 2010

EYOC SORIA 2010: A ANTEVISÃO DE TIAGO AIRES

.

Soria, na vizinha Espanha, recebe entre os dias 1 e 4 do próximo mês de Julho a 9ª edição do Campeonato da Europa de Jovens de Orientação Pedestre EYOC 2010. Pretexto para fazermos o ponto da situação com o responsável pelas nossas selecções jovens e chefe de comitiva, Tiago Aires.


Decorreu no passado fim-de-semana o último estágio de preparação para o EYOC 2010 em solo português. Onze atletas e cinco técnicos juntaram-se às 23h00 de sexta-feira, nas belíssimas instalações do Pólo da Universidade de Évora, em Alter do Chão. O grande número de mapas existentes nesta zona transforma-a num espaço por excelência para a organização de estágios de qualidade e assim, foi pena que, apenas a uma semana do EYOC e a duas semanas do JWOC, a adesão ao estágio não tenha sido maior por parte dos seleccionados, devido a exames e frequências. De qualquer forma foram realizadas quatro secções distintas de treino, onde o principal objectivo foi afinar alguns conceitos técnicos, nomeadamente o treino de Sprint, a relocalização, as opções e as Estafetas.

Presentes os atletas [na foto, em cima, da esquerda para a direita]: Tiago Romão (técnico), Vera Alvarez, Ana Anjos, Tiago Baltazar, Pedro Silva, Lena Coradinho, Jorge Baltazar (técnico), Tiago Aires (técnico) e Dionisio Estroia (técnico); [em baixo, da esquerda para a direita] Manuel Horta, João Cascalho, Miguel Ferreira, Luís Silva, Fábio Silva, Norman Jones (técnico) e Tiago Leal. Na ocasião o Orientovar falou com Tiago Aires, grande timoneiro desta equipa jovem e plena de ambição, aqui ficando o relato dessa conversa.

“Penso estarem reunidas as condições para alcançarmos bons resultados”

Orientovar - Nunca escondeu de ninguém que o EYOC 2010 representa uma oportunidade única de conseguirmos, ao nível das camadas jovens, o melhor conjunto de resultados de sempre da Orientação portuguesa. Em que se baseia esta sua convicção?

Tiago Aires – Sim, é verdade. E sinto isso por várias razões: O terreno próximo possibilita treinar com mais facilidade e é idêntico ao que temos em Portugal, principalmente nas provas de Estafeta e de Sprint. Depois, temos atletas com um enorme potencial em todos os quatro escalões, o que normalmente só acontecia num escalão ou dois, no máximo. Há todo um trabalho preparatório que se vem desenvolvendo no último ano e meio e verifica-se uma enorme motivação dos atletas para esta competição, que se reflecte no empenho dos treinos que fazem. Por estas razões, penso estarem reunidas as condições para alcançarmos bons resultados.

Orientovar - Chegamos a Soria após uma série de passos preparativos que fazem história na forma como são encaradas as nossas participações internacionais. Em traços gerais, o que foi feito e o que ficou por fazer?


Tiago Aires - A preparação começou um ano e meio antes, de uma forma mais especifica, com um estágio de uma semana em Soria, em terrenos próximos daqueles onde irá ter lugar o evento. Este estágio representou um factor muito importante para que os atletas e treinadores tenham a perfeita noção do que devem trabalhar, tendo em conta os terrenos. Mas também foram importantes os inúmeros estágios que a Federação Portuguesa de Orientação e os clubes organizaram ao longo desde ultimo ano. Esta é a continuação de um trabalho que vem desde a Republica Checa, em 2005, com a primeira participação Portuguesa em EYOC; desde então Portugal esteve sempre presente e curiosamente Joana Costa, Isabel Sá e Marina Moreira participaram em todos. Por fazer, fica apenas o estágio de cinco dias que ainda vamos completar antes do EYOC em Espanha.

“Já falta pouco”

Orientovar - A poucos dias da competição, os atletas sentem que chegou a hora da verdade e das grandes oportunidades?

Tiago Aires - Ainda não chegou esse momento. Nesta fase estão a fazer os últimos exames de consciência tranquila do que treinaram e que já falta pouco. A partir de dia 26 estaremos todos juntos e aí sim vamos fazer o último estágio de adaptação final aos terrenos e aumentar a motivação da selecção com o ambiente que esperamos mais uma vez criar.

Orientovar - O que é que os atletas irão encontrar em Soria?

Tiago Aires - Todos os atletas que estão seleccionados estiveram no estágio o ano passado, têm trabalhado bastante tecnicamente e fisicamente e sabem perfeitamente as particularidades de cada um dos terrenos. A prova de Distância Longa do primeiro dia será num terreno junto a Navaleno, numa floresta onde desenrolamos vários treinos na parte Este, e que é composto por uma floresta de pinhal com bastantes detalhes de relevo e rochosos. A prova de Estafetas do segundo dia desenrolar-se-á num terreno único em Espanha com algumas semelhanças com o Norte Alentejo, grandes detalhes rochosos, terreno muito plano e com floresta de montado. Finalmente, o Sprint do último dia decorrerá numa zona urbana em torno do castelo e na pequena floresta circundante.

“Venham acompanhar a selecção a Soria”


Orientovar - Nesta altura, que mensagem gostaria de transmitir à nossa Selecção?
.
Tiago Aires - As mensagens mais importantes terei oportunidade de as transmitir aos atletas nos dias antes da competição. Gostaria sim de deixar uma mensagem a todos os orientistas portugueses para que, no fim-de-semana dos Campeonatos, venham acompanhar a selecção a Soria. Certamente seria muito importante ter alguém a apoiar a comitiva Portuguesa, não é assim tão longe e acreditem que vai valer a pena.

[Foto gentilmente cedida por Tiago Aires]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: