terça-feira, 25 de maio de 2010

OS VERDES ANOS: INÊS PINTO

.


Olá

Sou a Inês Pinto, tenho 18 anos e frequento o 12.º ano em Ciências e Tecnologias na EB 2,3/ S Cunha Rivara.

Quando tinha 9 anos decidi começar a praticar desporto. Foi isso que levou a inscrever-me na Escolinha de Desporto de S. Pedro da Gafanhoeira, onde fazia de tudo um pouco e onde me divertia com os meus amigos. Tínhamos competições no Concelho e em todo o Alentejo e, por incrível que pareça, a coisa que eu mais odiava fazer era…correr.

Simplesmente odiava ter de correr para nada, acabar completamente de rastos e ainda por cima com as minhas amigas bem posicionadas e eu a ficar para trás!

Um dia, a minha treinadora inscreveu-nos num estágio de “Orientação” que se iria realizar em Évora. Digo “Orientação”, porque nesta altura não tinha a mínima noção do que era realmente Orientação. Nem imaginava sequer que se tratava de um desporto. Eu e os meus amigos partimos à aventura para este 2º OriJovem e trouxemos para casa uma enorme vontade de nos “orientarmos”. Este foi o meu primeiro contacto com a Orientação e foi fantástico. O entusiasmo de todos foi notado pela treinadora que acabou por contactar com o Tiago Aires e a Raquel Costa, afim de eles nos darem “umas luzes” de Orientação. E é isso que tem acontecido até aos dias de hoje.

A primeira prova que fiz foi uma regional em Óbidos. Fui com a Rita Rodrigues e acabámos por desistir no ponto 6 porque já havia 45 minutos que não fazíamos a mínima ideia de onde estávamos até que, por acaso, avistámos a partida… Mas a experiência não foi nada má, antes pelo contrário, como ia acompanhada diverti-me muito “a pastar”.

Desde essa altura, comecei a treinar duas ou três vezes por dia. Nos primeiros treinos lembro-me de fazer 5 minutos de corrida contínua à volta do Campo de Futebol! Para mim, treinar nunca foi um sacrifício porque gosto de correr e poder escolher por onde vou, ao ritmo que me apetece.

No Verão costumo sair do País para treinar com o meu clube. São oportunidades únicas de conhecer terrenos e de crescer enquanto orientista e pessoa. Tenho muito boas recordações e aprendi muito nestas viagens, mas a melhor experiência que já vivi na Orientação foi sem dúvida a participação no Campeonato do Mundo de Desporto Escolar ISF Madrid 2009. Foi muito bom poder correr e competir com as melhores atletas da minha idade a nível de Escolas, ainda para mais porque se tratava de um terreno que eu gosto bastante. Um 2.º lugar por equipas significou muito mais para mim do que a subida ao pódio. Foi um resultado conseguido por mim, pelas minhas colegas de Escola e de Clube e pelo Tiago e Raquel. Significa todo o trabalho que desenvolvemos no dia-a-dia, todos os dias. E toda a união e força que transmitimos uns aos outros para fazer cada vez melhor.

Para mim, Orientação, para além de ser o desporto mais completo que existe, é ainda uma forma de vida, de estar com os outros e de conhecer os meus próprios limites.

Orientação é desfrutar de mim mesma e da floresta :)

Inês Pinto
.

Sem comentários: