terça-feira, 4 de maio de 2010

NA ORDEM DO DIA: DIA NACIONAL DA ORIENTAÇÃO OU O TEMPO DAS OPORTUNIDADES PERDIDAS

.

Vou ser muito breve relativamente ao assunto que chamo hoje à Ordem do Dia. Sobretudo porque me incomoda (nos incomoda a todos). E não devia!
.
Teve lugar no passado sábado, como todos bem sabemos, a segunda edição do Dia Nacional da Orientação. Não vou falar dos méritos ou deméritos duma iniciativa que, na sua génese, teve como único objectivo o dar a conhecer a modalidade ao maior número de pessoas possível. Todavia, face ao verificado no passado sábado, assalta-me uma dúvida: Será que a mensagem do Dia Nacional da Orientação é entendida desta forma?

Se o é, de facto, então que pensar face à recusa de alguns dos maiores e mais prestigiados clubes portugueses em fazer deste um dia especial, um dia de todos e para todos? E falo de clubes cujo exemplo louvamos, que semana após semana preparam treinos, provas, circuitos, troféus, acções de formação, vão a escolas, colaboram com empresas e autarquias, nunca se poupando a esforços em nome da Orientação. Porquê, então, “saltarem” este dia, demarcando-se da iniciativa? Porquê? Porquê?

E que interesse por este segundo Dia Nacional da Orientação demonstrou a nossa Federação e, em particular, o seu sector de Comunicação e Imagem, não se dignando a publicar uma simples Nota de Imprensa dando conta da iniciativa ou, à posteriori, fazendo o seu balanço? Que caminho queremos para a nossa Orientação? Para onde a levamos?

Todos temos obrigação de dar resposta a esta e outras questões. Julgo que está na altura de o fazermos. Olhos nos olhos!

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

3 comentários:

antunes disse...

Bom Dia;

"Um ser humano motivado, consegue mover montanhas"
Não precisamos de recuar muito no tempo para nos recordarmos do que somos capazes de fazer, quando nos sentimos motivados pelos exemplos que vêem de cima.
Quando não há motivação, por muita vontade que haja,o leque de prioridades será seguramente bem mais alargado.
"Eles" e "nós",não deveríamos meditar sobre isto?

Rui Antunes

Silvio disse...

Ola
Concordo plenamente que o Dia Nacional da Orientação deva ser uma prioridade, não só da Federação, mas de todos os clubes.
E que deva ser dedicado à prospecção de novos praticantes e não com a vertente competitiva de uma prova.
Os Clubes que organizam esse evento deveriam ser "premiados", pois, alem de divulgarem a modalidade, estão a permitir que que novos praticantes possam ser futuros atletas, e com isto todos sabemos que o numero de federados aumenta e por sua vez os apoios...
A propósito disto tudo, gostaria de partilhar o seguinte.
Tenho estado a morar em Castelo Branco, onde recentemente dirigi o Grupo Concelhio do Projecto Limpar Portugal.
Desde cedo "entusiasmei" esse grupo de amigos para uma modalidade, que por estes lados, só conhecem pela TV.
Lancei-lhes o desafio, e fomos até ao Entroncamento no Dia 1. Dos 11 "caloiros" na Modalidade, consegui que fossem 8, dos quais 2 crianças de idades 11 e 8.
Jamais eles iriam sozinhos experimentar Orientação, se não lhes tenho dado um "empurrão".
Quero com isto dizer, que na falta de haver alguém que possa levar um grupo de pessoas, a uma experiência como esta, deveriam ser os clubes "incentivados" (sim... com uma verba), a dar a conhecer a Orientação a locais onde não haja conhecimento da modalidade. Não quero com isto dizer, que não compreenda que se use a "prata da casa" (mapas existentes), mas não estarão os clubes apenas a insistir em locais onde já se conhece a orientação?
Mas então pergunto. O Dia Nacional da Orientação, não serve para divulgar a modalidade por novos "alvos"?
Com isto tudo quero sustentar o que disse apenas com isto.
Os Albicastrenses que levei a conhecer a Orientação, perguntaram-me logo no fim da prova, quando é que eu podia organizar um evento em Castelo Branco, e os miúdos, ao fim do 1º ponto já era difícil acompanha-los, pois tomaram a dianteira e enquanto explicava os pormenores do mapa aos adultos, eles queriam era "picar" pontos...
O Meu Dia Nacional da Orientação, não podia ter tido melhor recompensa.
PS: Amanha começo a tratar de um mapa, e quem sabe não sai daqui um clube?

cumprimentos a todos
Silvio Lopes
fpo 3140
Clac

Almeida disse...

Lembram-se???
A Orientação pode viver sem Clubes? Pode, claro que pode mas... não é a mesma coisa!
Pensem nisto!!!