quinta-feira, 8 de abril de 2010

PELO BURACO DA FECHADURA: CAMPEONATOS NACIONAIS DE SPRINT E DE DISTÂNCIA MÉDIA 2009/2010

.
Com organização da Associação dos Deficientes das Forças Armadas, Câmara Municipal de Vinhais e Federação Portuguesa de Orientação, realizam-se no próximo fim-de-semana os Campeonatos Nacionais de Distância Média e de Sprint de Orientação Pedestre. Pretexto para darmos uma saltada até à Capital do Fumeiro e, com a ajuda do Director da Prova, Daniel Pires, espreitarmos o evento pelo buraco da fechadura.


Orientovar - Para a realização destes Campeonatos, a ADFA deixa o seu “ambiente natural” e ruma ao nordeste transmontano. Porquê Vinhais?

Daniel Pires - Vinhais, por eu praticar Orientação há cerca de vinte anos e representar a ADFA desde que foi criado o núcleo de Orientação. E mais ainda, por eu conhecer e ter corrido praticamente em todo o país e querer dar a conhecer a todos os praticantes aquela que é a minha terra.

Orientovar - Quer-nos referir os principais passos organizativos que nos trazem a estes Nacionais já no próximo fim-de-semana?

Daniel Pires - Como em todos os eventos desportivos, o primeiro passo é reunir os apoios necessários. A partir daí, foi a candidatura e o montar de toda uma “máquina”. Nos últimos dias, foram apenas umas afinações…

Orientovar - Quais as grandes dificuldades que tiveram de tornear ao longo deste processo?

Daniel Pires - Garantidamente a maior dificuldade teve mesmo a ver com as condições atmosféricas, porque cada vez que os cartógrafos se deslocavam a Vinhais chovia cada dia mais que o outro. Quanto ao estar sozinho em Vinhais, penso que foi um bom teste para mim.

Orientovar - Como têm sentido o apoio do Município de Vinhais?

Daniel Pires -Incansáveis e com uma grande paciência… Porque havia dias em que até já quase me sentia funcionário da Câmara.

Orientovar - A título pessoal, como é que está a viver a organização destes Nacionais?

Daniel Pires - É com grande satisfação que estou a chegar ao fim desta “maratona”. É a primeira vez que sou Director de um Campeonato Nacional, mas já estive em várias organizações de provas. Para além de ter organizado um Regional Norte há dois anos, aqui em Vinhais, trabalhei vários anos com o José Carlos Pires [Supervisor da prova] em Campeonatos Militares.

Orientovar - Quem se deslocar a Vinhais para a disputa dos títulos nacionais de Sprint e de Distância Média, o que irá encontrar?

Daniel Pires - Uma organização apostada em dar o seu melhor para que todos fiquem agradados, uma gastronomia única (estamos na capital do fumeiro), terrenos e percursos cuidadosamente escolhidos e preparados, arenas que não ficam nada a dever aos grandes eventos internacionais e esperamos que todos fiquem satisfeitos com o jantar que a organização está cuidadosamente a preparar. Não sobra tempo para mais nada, dado termos no sábado um assembleia-geral da FPO.

Orientovar - Para além do programa desportivo, o que é que Vinhais tem para oferecer a estes ocasionais visitantes do ponto de vista cultural e turístico?

Daniel Pires - Começo por falar de comida e aconselhar a nossa variedade gastronómica, principalmente sendo nós a Capital do Fumeiro. Sendo eu um amante da natureza, aconselho uma visita ao Parque Biológico e alto da Cidadelha.

Orientovar - Quer deixar algum aviso ou observação referente às duas provas?

Daniel Pires - Avisos e observações serão afixados nos locais de partidas. Apenas um conselho na escolha do trajecto para chegar a Vinhais: Para todas as pessoas que vêem do centro e sul, principalmente do litoral, apanhar a A24 até Vila Real, apanhar depois o IP4 até Mirandela e aí, na segunda saída, virar logo à esquerda na direcção de Rebordelo e Vinhais.

Orientovar - Como é que espera sentir-se no domingo ao final de tarde, depois de tudo ter passado?

Daniel Pires - O meu principal desejo é que todas as pessoas que se desloquem a Vinhais fiquem satisfeitas e com vontade de cá voltar um dia. Principalmente sentir que todo o trabalho não foi em vão.

Saiba tudo sobre a prova em
http://orievora.com.sapo.pt/.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: