terça-feira, 27 de abril de 2010

JUSTLOG PARK RACE E 6º TROFÉU DE ORIENTAÇÃO DO PORTO: ORIENTAÇÃO NO PARQUE

.
Com a entrada da Primavera chegam as primeiras andorinhas. Após um Inverno bem chuvoso e ventoso, a observação destes infatigáveis migradores transaarianos indicia-nos o reinício de um novo ciclo de vida. Os campos enchem-se do canto das aves, os ralos e os sapos-parteiros já se ouvem à noite e as rãs alegram os lameiros e as presas. É o grande festival anual da natureza que começa. Bem-vindas, andorinhas!


Sabia que visitar espaços verdes pode reduzir a incidência de doenças mentais na população? E sabia que as doenças mais comuns surgem menos nas pessoas que vivem perto destes espaços? É pelo menos essa a conclusão a que chegaram especialistas duma Universidade holandesa, concluindo que os espaços verdes desempenham funções necessárias à qualidade de vida das populações. Quando bem cuidados, os espaços verdes contribuem para diminuir a ansiedade e outros problemas, até pelo exercício físico que proporcionam. Mas há mais: As árvores retiram poluentes atmosféricos e esses benefícios são medidos pelo menos no raio de um quilómetro à volta da zona habitacional da proximidade.

Pois bem. Se hoje me apetece falar disto é porque este fim-de-semana a Orientação desceu à cidade e instalou-se com as suas estacas e balizas, o seu “start” e o seu “finish”, em dois magníficos espaços verdes do Grande Porto: O Parque da Lavandeira, em Vila Nova de Gaia e o Parque do Covêlo, na freguesia de Paranhos, em plena cidade Invicta. Uma vez mais tivemos o privilégio de nos envolvermos com aquilo a que gosto de chamar “Orientação de proximidade”, ao encontro das pessoas que habitualmente frequentam estes espaços e cuja motivação para experimentar o “desporto da floresta” é, seguramente, elevada.


No Ano Internacional da Biodiversidade

Foi verdadeiramente fantástico perceber o empenho das autarquias do Porto e de Vila Nova de Gaia em preservar e melhorar estes verdadeiros oásis, dotando-os de atractivos extra que os tornam apetecíveis a miúdos e graúdos. Neste ambiente mágico, partilhámos as correrias e gritos de centenas de crianças de muitas escolas do Norte, a progressão concentrada daqueles que levam as coisas “mais a sério” ou a felicidade estampada no rosto dos utentes do Serviço de Medicina Física e Reabilitação do Hospital da Prelada que, em cadeira de rodas, fizeram as provas de Orientação de Precisão especialmente preparadas para eles. Tudo isto envolto no suave aroma da lavanda, sob o lento deslizar do cisne ou escutando, a espaços, o rápido e cadenciado toc-toc-toc do pica-pau. Absolutamente delicioso!

Já me ia esquecendo. No sábado disputou-se a segunda edição do Justlog Park Race, ao passo que no domingo foi a vez do 6º Troféu de Orientação do Porto. Ambas as provas pontuaram para a Taça FPO Continente, foram organizadas pelo GD4 Caminhos e tiveram vencedores diferentes nos principais escalões (seniores masculinos e femininos). Rafael Miguel (Ori-Estarreja) e Paula Nóbrega (OriMarão) levaram a melhor no sábado, enquanto no domingo os vencedores foram Joaquim Sousa (COC) e Tânia Covas Costa (.COM). Quanto ao número de participantes, foi de 597 no Parque da Lavandeira e de 309 no Parque do Covêlo. Com a particularidade de, nesta última prova, mais de metade das participações terem sido registadas nos escalões abertos.

Saiba tudo em
http://www.gd4caminhos.com/eventos/justlogparkrace/2010/ e em http://www.gd4caminhos.com/eventos/top2010/.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

1 comentário:

Manuel Delgado disse...

Margarido,

Gostei, e muito, da forma como partilhaste connosco aquilo que te terá ido na alma depois das provas de Gaia e Porto deste fim-de-semana.

Abraço,
Manuel