domingo, 7 de março de 2010

ORIENTAÇÃO EM DESTAQUE NO JORNAL "PÚBLICO"

Se ainda não passou uma vista de olhos pelo Jornal “Público” de ontem, não perca tempo. No suplemento “Fugas”, arregalamos os olhos com uma chamada de Capa para a Orientação: “O desporto da floresta invadiu o Crato”.

“Orientação. Um mapa, uma bússola, uma caminhada a pé. É tanto um desafio como um privilégio e é a proposta da Orientação — uma modalidade desportiva que coloca lado a lado no campo atletas profissionais e praticantes de ocasião. Tiago Pimentel e António Carrapato foram experimentá-la à vila do Crato. Voltaram cansados mas contentes, com os pulmões cheios de ar e vontade de repetir.” Assim começa o artigo que, ao longo de três deliciosas páginas e outras tantas fotos, lança um olhar detalhado sobre a nossa modalidade.

Deliciosas, porque tão chamativas. Os princípios da Orientação e a sua história recente no nosso País, caminham de mãos dadas com a “suave ondulação da paisagem” ou com “um desporto dos oito aos 80”. Tiago Pimentel soube captar a essência do “desporto da floresta”, direccionou o seu campo de acção como “desporto da família” e, socorrendo-se das impressões dum punhado de importantes agentes da modalidade, abordou as vertentes fundamentais da sua dinâmica. António Rodrigues, Fernando Costa, Tiago Aires, Eva Jurenikova ou Armando Rodrigues opinam sobre assuntos tão variados como a Captação, a Formação, a Competição, a Comunicação, a Cartografia ou o Turismo Desportivo. E nem mesmo a Orientação de Precisão fica de fora.

O resto é o fruto duma longa e memorável jornada dupla, feita de factos, feitos e histórias mil, como o são todas e quaisquer jornadas de Orientação. É ainda essa cumplicidade que se gera quando percebemos que a modalidade se alicerça em valores tão importantes como a entrega e a partilha. E é também – permitam-me acrescentar - o reconhecimento do blogue Orientovar como uma “plataforma de convergência para a Orientação nacional” e do seu autor, “entusiasta, divulgador e praticante”.

Obrigado Tiago Pimentel.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: