quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA...

.

1. Depois de três meses de ausência, é com entusiasmo que voltamos a vê-lo e ao seu http://tiagoromao.blogspot.com/: “Já passou bastante tempo desta a última vez que escrevi, assim como muitas coisas aconteceram desde a minha participação na Taça dos Países Latinos, no Brasil. Não tenho aqui deixado notícias até porque não tenho tido grandes momentos para partilhar (…), tive uma lesão que deu cabo de todo o planeamento! Um mês e meio completamente parado!!! Enfim, uma tendinite no tendão de Aquiles não me deixou correr...” Agora que Tiago Romão parece estar recuperado, o Orientovar saúda o seu regresso e deseja-lhe as maiores felicidades, desde logo nas funções organizativas que tem pela frente no Portugal O’ Meeting 2010.

2. Por falar em Portugal O’ Meeting -
http://www.pom2010.com/ -, está próxima, muito próxima mesmo, a 15ª edição daquele que é o maior evento de Orientação Pedestre da temporada no nosso País. Num rápido relance sobre a lista de inscritos, constata-se a presença de muitos nomes incontornáveis da Orientação mundial, casos de Emil Wigstedt, Valentin Novikov, Helena Jansson, Anders Nordberg, Anne Margrethe Hausken, Tero Fohr, Eva Jurenikova, Olav Lundanes, Signe Soes, Holger Hott, Graham Gristwood, Linnea Gustafsson, Carl Waaler Kaas, Jan Prochazka, Ionut Zinca e tantos, tantos outros. As selecções da Suiça (nos 4 dias do POM’2010) e da França (apenas na prova WRE) estão confirmadas. Daniel Hubmann, Simone Niggli, Thierry Gueorgiou, Fabian Hertner, Céline Dodin, Philippe Adamski, Angela Wild, Baptiste Rollier, François Gonon e companhia acrescentam mais valor ainda àquele que se espera seja o melhor e mais participado Portugal O’ Meeting de sempre. “Tudo isto nos assusta pois a responsabilidade é enorme”, confidenciou Carlos Monteiro ao Orientovar. Para aquele responsável, “Portugal está a subir na cotação internacional para merecer a confiança dos melhores atletas mundiais. Pena é que a nossa voz não tenha grandes ‘amplificadores’ para se fazer ouvir e dar a conhecer ao Pais esta enorme qualidade competitiva”, lamenta. “Que modalidade traz a Portugal tantos atletas do TOP Mundial? Que impactos positivos tem este movimento na frágil economia nacional?”, são questões que legitimamente coloca, acrescentando uma daquelas dicas a merecer uma reflexão profunda: “Se pensarmos que estão mil estrangeiros no Portugal O’ Meeting, que por cá ficam uma semana, que comem, dormem e alugam carro no nosso Pais, acompanhem por favor este raciocínio: 1.000 pessoas x 8 dias de permanência x € 75,00 / dia = € 600.000,00 que entram no Pais.” Seiscentos mil euros, meus amigos. E esta, hem!

3. Ainda o Portugal O’ Meeting 2010, desta feita visto por Luís Santos: “O quadro deste ano está verdadeiramente impressionante. Fico feliz por sentir que o nosso Portugal O’ Meeting do ano passado pode ter tido algum resultado positivo na criação deste efeito galvanizador que trouxe um fantástico recorde de estrangeiros ao POM’2010. Vocês já repararam bem no que isto representa?” Prosseguindo com o seu raciocínio, Luís Santos faz questão de notar que “na Figueira da Foz irão estar mais de 50 atletas do top 100 (entre homens e mulheres) e não deve haver nenhum evento WRE, salvo a Taça do Mundo ou o Campeonato do Mundo, com um quadro de tanta qualidade. Por isso é que as maiores pontuações da época acabam por ser obtidas logo no POM, tal como o World of O fez constatar com os masculinos em 2007 e com os femininos em 2009.” A terminar, uma afirmação particularmente feliz: “Se a Orientação fosse como o Ténis, o nosso POM seria sem dúvida um torneio do Grand Slam.”

4. Inicia-se hoje na FIL – Feira Internacional de Lisboa (Parque das Nações) e prolonga-se até ao próximo domingo a “Sport Show – Feira de Desporto Activo” (
http://www.sportshow.fil.pt/). O primeiro Campeonato Internacional de Skate em Portugal – Baam Slam, a Taça do Mundo de Esgrima de Lisboa, o Challenge (BTT, Tirolesa, Escalada e Rappel), o Lisboa Boat Show, o Trial 4 x 4, a Bass Eurocup e as demonstrações de Judo da Escola Nuno Delgado são apenas alguns dos momentos altos dum certame que integra um vasto leque de modalidades que se enquadram no chamado “Desporto Activo”. Senão vejamos; Skate, Patins em Linha, Escalada, Rappel, Ténis, Bike, Provas Todo-o-Terreno, Judo, Esgrima, Taekwondo, Pesca Desportiva, Jet-Ski, Motonáutica e muitas, muitas outras modalidades. De fora ficou, lamentavelmente, a Orientação. Num mapa que, inclusivamente, até já existe, perdeu-se uma oportunidade soberana de divulgar a modalidade junto dum número significativo de pessoas, sobretudo pessoas despertas para este tipo de actividades e com uma motivação acrescida para conhecê-la e experimentá-la. Que pena!

5. Na Primavera passada, Ivo Danailov e Geir Nilsen decidiram avançar com um projecto de Comunicação inteiramente voltado para a Orientação. Deste mútuo acordo de opiniões e interesses nasceu, no início de Junho, o Orienteering.is -
http://www.orienteering.is/ - um portal que, apesar da sua curta existência, conquistou rapidamente um lugar de destaque, rivalizando com os bem conhecidos Worlf Of O e Ultimate Orienteering. Agora, porém, o tempo é de “intervalo”. Seis meses de intensa actividade levaram Danailov e Nilsen a concluírem pela ausência de condições para prosseguirem com o “site” nos actuais moldes. Àqueles que, ao longo destes últimos tempos, fizeram questão de acompanhar o Orienteering.is, Danailov e Nilsen deixam uma palavra de agradecimento. No que ao Orientovar diz respeito, é com imensa mágoa que registamos o “apagão” daquele que ocupou, desde a primeira hora, um lugar de destaque entre os seus “favoritos”, fazendo votos para que o Orienteering.is possa regressar no mais curto espaço de tempo. Pelo seu trabalho e dedicação, pelo rigor e qualidade da informação e por aquilo que fizeram pela Orientação, para Ivo Danailov e Geir Nilsen vai, com a mais viva admiração, o Louvor da Semana!

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: