segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

VI TROFÉU DE ORI-BTT DO CPOC: DANIEL MARQUES E RITA GUTERRES VENCEM NA OTA


Com a realização do VI Troféu Ori-BTT do CPOC, chega ao fim o ano civil de 2009 no que à Taça de Portugal de Orientação em BTT diz respeito. Viveram-se na Ota dois dias de intensa actividade e que deixaram em todos as melhores recordações. Que o digam Daniel Marques e Rita Guterres, os grandes vencedores do escalão de Elite.

Decorreu no passado fim-de-semana, o VI Troféu de Ori-BTT do CPOC, este ano de volta ao concelho de Alenquer. Um regresso a locais de boa memória, já que foi aqui que, nos idos de 2007, teve lugar a estreia do clube oeirense nas lides internacionais e logo com uma prova pontuável para o Ranking Mundial.

A primeira etapa deste VI Troféu Ori-BTT do CPOC realizou-se no mapa novo da Serra da Ota. Apesar de não possuir uma muito grande rede de caminhos, as suas características técnicas e de desnível faziam com que, numa má opção, se pudessem decidir vencedores e vencidos. Entre os primeiros classificados da Elite Feminina e Masculina, as diferenças de tempos nos lugares da frente foram diminutas, deixando tudo em aberto para a última e decisiva prova. Em femininos venceu Maria Amador (ATV), com a espanhola Susana Arroyo (Sotobosque) a quedar-se a escassos 26 segundos e em Masculinos levou a melhor Paulo Alípio (COC) apenas 24 segundos à frente do seu companheiro de equipa, Daniel Marques. Ambos os vencedores consideraram muito positivas as suas prestações, elogiando tanto o terreno como os percursos e considerando que foi nos pequenos erros que os dois melhores tempos foram decididos.

Quem ri no fim, ri melhor!

A segunda etapa, realizada no mapa antigo da Ota (actualizado para esta prova), apresentou-se com características mais “rolantes”, apesar de algum desnível na Zona norte do mapa e pequenas zonas com bastante lama por motivo das chuvas intensas das últimas semanas. A grande rede de caminhos, aliada ao facto de se tratar duma etapa longa, confrontou os atletas com um elevado número de opções e quem fez as melhores… venceu! Os vencedores foram, desta feita, Rita Guterres (ADFA) e Daniel Marques, com margens significativas para os seus mais directos adversários que lhes permitiram anular assim a desvantagem trazida da véspera e levar de vencida o Troféu.

Em termos de clubes, no que respeita aos resultados acumulados dos atletas concorrendo nos vários escalões, o COC – Clube de Orientação do Centro continua imparável e voltou a subir ao lugar mais alto do pódio. Ainda na linha do que vem sendo habitual, o Clube de BTT de Loulé secundou a turma leiriense cabendo o terceiro lugar ao ATV – Académico de Torres Vedras, aqui praticamente a jogar em casa.

“Esta prova veio encerrar um ano em cheio”

Para Tiago Fernandes, o Director da Prova, “como antevisto, se as condições meteorológicas o permitissem, o terreno e o mapa proporcionariam duas etapas que poderiam figurar nas boas memórias de todos os participantes, como veio a acontecer. Para o CPOC, esta prova veio encerrar um ano em cheio. Depois de organizarmos em Fevereiro o POM, não queríamos baixar os nossos créditos junto dos participantes de Orientação e fizemos os possíveis por incrementá-los junto daqueles que só Ori-BTT fazem.”

As palavras seguintes serão de agradecimento: “A organização gostaria de agradecer os apoios recebidos da Câmara Municipal de Alenquer, da Junta de Freguesia da Ota, do Centro Social e Recreativo da Ota, da Federação Portuguesa de Orientação e do seu principal patrocinador da equipa de Ori-BTT a Loja da Bicicletas.” E a concluir: “Até breve e votos de Festas Felizes."

Resultados completos em
http://www.cpoc.pt/eventos.php?ev=6OriBTT&op=resultados ou no site da Federação Portuguesa de Orientação, em www.fpo.pt.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: