terça-feira, 22 de dezembro de 2009

ONA RAFOLS: "ESPERO CHEGAR MUITO LONGE"


Coroando uma temporada de importantes conquistas, a catalã Ona Rafols acaba de vencer a Liga Espanhola de Elite Feminina. É ela a convidada de honra do Orientovar nesta penúltima terça-feira de 2009.


Orientovar - O primeiro lugar do ‘ranking’ da Liga Espanhola de Orientação Pedestre em 2009 corresponde ao acumular de vários êxitos. Queres reviver connosco aqueles que foram os momentos altos da temporada?

Ona Rafols - Creio que o mais importante foi ter conseguido chegar à Final A de Sprint do Mundial WOC 2009, na Hungria, apesar da Final não me ter corrido nada bem. No Campeonato Universitário de Espanha de Orientação ganhei as três provas (Distância Longa, Sprint e Distância Média).

Orientovar - Como geres o teu dia-a-dia e onde é que se encaixa a Orientação?

Ona Rafols – Frequento o 4º Ano do Curso de Medicina e cada vez se torna mais difícil articular tudo. Todavia, procuro sempre deixar um espaço de tempo durante a tarde para treinar. Normalmente a manhã é destinada às Aulas Práticas no Hospital e consigo sempre algum tempo para estudar antes de ir correr. O problema de quem vive no centro de Barcelona é que não há bons mapas próximo e daí todo o treino ser físico. Aos fins-de-semana, caso não haja competição, procuramos sair à procura de treinos em mapas e terrenos de boa qualidade.

Orientovar - Quais as qualidades que reconheces em ti que mais contribuem para seres a excelente orientista que és?

Ona Rafols – Não sei se as possuía antes ou se a Orientação fez com que as adquirisse, mas para sobreviver aos horários é necessária muita organização e força de vontade. Também poderia dizer que sou perseverante e sei esperar para obter aquilo que quero.

Orientovar - És muito nova e tens um futuro risonho na Orientação à tua frente. Que aspectos sentes que necessitas trabalhar mais para que isso seja uma realidade?

Ona Rafols - Creio que um dos meus pontos fracos é a concentração. Quando a prova é aborrecida tenho imensa dificuldade em manter-me concentrada no mapa. Quanto à parte física, venho-a trabalhando ano após ano.

Orientovar - No ano que agora termina, deste-nos o prazer da tua visita algumas vezes, sempre com a camisola do Grupo Desportivo 4 Caminhos. Que motivação te leva a representar um clube português e que vantagens advêm dessa tua presença regular em Portugal?

Ona Rafols – Há cerca de um ano recebi a proposta para correr pelo Grupo Desportivo 4 Caminhos. Pareceu-me que poderia ser muito interessante, visto as minhas experiências anteriores em Portugal terem sido sempre em terrenos muito bons e em mapas de qualidade. As corridas estão bem organizadas e gastamos praticamente o mesmo tempo na deslocação para uma prova da Liga Espanhola. Que mais podemos pedir?

Orientovar - Como avalias o actual momento da Orientação em Espanha?

Ona Rafols - Parece que estamos progredindo, no que à Selecção Absoluta diz respeito. Cada vez nos aproximamos mais do nível internacional. Nos anos anteriores tivemos a sorte de ter muito bons seleccionadores, fazíamos campos de treino específicos e era muito motivador. Este ano registaram-se alguns problemas internos na Federação e só esperamos que não acabem com tudo o que tínhamos conseguido alcançar. À parte esta situação, temos a Federação Catalã que nos apoia muito e preparamos campos de treino com a Selecção Francesa.

Orientovar - Até onde esperas chegar como atleta?

Ona Rafols – Se o corpo se aguentar, espero chegar muito longe!

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: