segunda-feira, 12 de outubro de 2009

XV TAÇA DOS PAÍSES LATINOS: TÍTULO DE DISTÂNCIA LONGA PARA PATRÍCIA CASALINHO


Patrícia Casalinho sagrou-se Campeã Latina de Distância Longa, no decurso da XV Taça dos Países Latinos que decorreu em Santa Cruz do Sul, Brasil. Um resultado significativo, coroando os três vice-títulos de Tiago Romão e o 5º lugar global da selecção das quinas.

Chegou ao fim em Santa Cruz do Sul a Taça dos Países Latinos 2009. Portugal fez-se representar no certame por apenas dois atletas – Tiago Romão e Patrícia Casalinho -, alcançando um naipe de resultados bastante importante, com destaque para o título latino de Distância Longa de Patrícia Casalinho, alcançado precisamente ontem, último dia dos Campeonatos.

Quanto ao certame, terminou tal como começou. Sem página do evento, sem informações de espécie alguma e, sabemo-lo agora, com muita confusão e desorganização à mistura (!). Os resultados oficiais não foram ainda publicados e a crónica que se segue baseia-se nas informações e comentários de Patrícia Casalinho, directamente para o Orientovar, e de Tiago Romão, na sua página em
http://www.tiagoromao.blogspot.com/. Adiantaremos apenas que optámos por publicar mesmo assim os resultados que nos chegaram, ainda que incompletos, aproveitando para felicitar Tiago Romão e Patrícia Casalinho por esta participação digna e por agradecer todo o seu cuidado e empenho em partilharem connosco a sua “aventura”.

Mapa “de perder a cabeça”

A competição teve o seu início na passada sexta-feira com a prova de Sprint, na qual Tiago Romão foi 2º classificado, enquanto Patrícia Casalinho concluiu na 3ª posição. A prova mereceu da parte dos nossos atletas um bom punhado de críticas, sobretudo devido à qualidade da cartografia, desajustada e errada.

Patrícia Casalinho é contundente: “O mapa de Sprint, primeiro que tudo, não seguia as normas do ISSOM. Era um mapa cartografado como um mapa pedestre, depois tinha um ponto de sorte completa, não existia qualquer referência para esse ponto no meio do "matagal", ponto que nunca deveria ser marcado numa etapa de Sprint. Também fiz uma má opção num ponto onde devo ter perdido cerca de dois minutos, porque era uma zona marcada de amarelo e tinha canas maiores que eu. Pensei que não desse para passar e mudei a minha opção, no entanto dava para passar por ali e seria muito mais rápido.” Quanto a Tiago Romão, alinha pelo mesmo diapasão. No seu blogue, o atleta considera este “um mapa extremamente sujo e com um percurso nada indicado para uma prova de Sprint.”

Resultados

Sprint - 9/10/2009 - Complexo Desportivo SESI

Seniores Masculinos (3.0 km, 12C)

1º Vanderlei Bortoli (BRA)
2º Tiago Romão (POR)
3º Cristian Cuelho (URU)
4º Emilian Minoiu (ROM)
5º Carlos Saldías Tapia (CHI)
MP Guillermo Navarro (COL)

Seniores Femininos (2.7km, 11C)
1º Veronica Minoiu (ROM)
2º Mirian Parturiza (BRA)
3º Patrícia Casalinho (POR)
4º Maria Gonzalez (URU)
5º Ana Maria Vázquez (ARG)
6º Javiera Saldías Tapia (CHI)
7º Sandra Bonilla (COL)

Outro dia, o mesmo resultado

No sábado teve lugar a prova de Distância Média, onde os atletas portugueses alcançaram precisamente os mesmos resultados da véspera. Acerca do seu desempenho, Patrícia Casalinho considerou que “o mapa era bastante mais simples, no entanto perdi muito tempo, primeiro no ponto 2 por ter tirado mal a direcção, depois no ponto 7 por ter atacado mal o ponto e noutro ponto muito duvidoso onde tanto a romena como a brasileira fizeram todas o mesmo erro, porque achamos que o mapa aí não deve estar bem cartografado.”

Tiago Romão refere que este era “um mapa que exigia muito a utilização quase exclusivamente da bússola e no qual fui perdendo alguns segundos por ligeiros desvios de direcção. Era uma prova que exigia um bom momento de forma física, no qual não estou, vencendo assim o atleta brasileiro que ainda agora esteve a representar a selecção militar no CISM.”

Resultados

Distância Média - 10/10/2009 - Fazenda Boa Vista

.

Seniores Masculinos (8.1 km, 21C)
1º Vanderlei Bortoli (BRA) 45:13
2º Tiago Romão (POR) 46:03
3º Cristian Cuelho (URU) 79:50
4º Emilian Minoiu (ROM) 80:04
5º Carlos Saldías Tapia (CHI) 160:23
6º Guillermo Navarro (COL) 191:39

Seniores Femininos (7.6 km, 18C)
1º Veronica Minoiu (ROM) 58:22
2º Mirian Parturiza (BRA) 59:39
3º Patrícia Casalinho (POR) 65:21
4º Ana Maria Vázquez (ARG) 153:52
5º Maria Gonzalez (URU) 174:40
6º Sandra Bonilla (COL) 219:57
7º Javiera Saldías Tapia (CHI) 231:30


Título para Patrícia Casalinho

A Taça dos Países Latinos 2009 encerrou ontem com a prova de Distância Longa, pontuável para o ‘ranking’ mundial da modalidade e de novo no mapa da Fazenda da Boavista. Segundo Patrícia Casalinho, “sendo o mapa já conhecido do dia anterior, sabia que seria uma prova muito rápida apesar de ter 10 km. Fui tentando desde o início começar com um ritmo rápido mas tendo sempre em conta o número de quilómetros. Em toda a prova fiz quatro pequenos erros, que passaram por uma má opção e os outros três foram originados por alguns desvios. No final, sabia que tinha feito um prova que me poderia dar o segundo lugar, pois tinha a noção que a romena corre mais e só um grande deslize permitiria ganhar-lhe. A verdade é que a atleta romena foi desclassificada, tendo eu beneficiado dessa desclassificação, obtendo o primeiro lugar.”

No tocante às impressões de Tiago Romão, “o mapa evidenciou algumas incorrecções a nível de relevo. Fiz uma prova com um ritmo forte, contudo perdi cerca de dois minutos num ponto onde claramente faltava uma curva de nível, já que de acordo com o mapa o ponto estava colocado numa arvore especial situada no topo do monte, contudo situava-se ainda na subida, o que não era evidenciado pelo mapa.”

Resultados

Distância Longa - 11/10/2009 - Fazenda Boa Vista


Seniores Masculinos (13.1km, 20C)
1º Vanderlei Bortoli (BRA) 71:01
2º Tiago Romão (POR) 71:35
3º Cristian Cuelho (URU) 115:55
4º Emilian Minoiu (ROM) 119:11
5º Guillermo Navarro (COL) 169:40
6º Carlos Saldías Tapia (CHI) 204:26

Seniores Femininos (10.4km, 17C)
1º Patrícia Casalinho (POR) 79:57

2º Mirian Parturiza (BRA) 97:34
3º Maria Gonzalez (URU) 188:44
4º Ana Maria Vázquez (ARG) 229:23
5º Javiera Saldías Tapia (CHI) 269:35
6º Sandra Bonilla (COL) 272:29
MP Veronica Minoiu (ROM)

Notas finais

As últimas considerações de Patrícia Casalinho e Tiago Romão no que concerne à sua participação na XV Taça dos Países Latinos surgem em jeito de balanço. Resumidamente, Patrícia Casalinho reforça a ideia que “o mapa do Sprint não estava adequado e mesmo um dos pontos não era um ponto que se pusesse numa etapa de Sprint. Por outro lado, a Distância Média e Longa desenrolava-se em mapas que seriam bastantes agradáveis de correr, embora necessitassem de algumas correcções.” E a concluir: “Vários aspectos revelaram alguma desorganização quanto ao atletas da Taça dos Países Latinos, desde informações técnicas a transportes. Mas tendo em conta que é um país que ainda tem muito que evoluir em termos de organização, pode-se dizer que o saldo é satisfatório.”

Quanto a Tiago Romão, o 'mergulho' na Taça dos Países Latinos irá permanecer certamente na sua memória por muito tempo, sobretudo aquela resposta do Director da Prova: "Oi cara, isto é Orientação. Você amanhã quando chegar lá, pega no mapa e na sinalética, vê a distância e o numero de pontos, e fica sabendo.” Daí que Tiago Romão considere que “é certo que é preciso trazer eventos até estes países, contudo não sei até que ponto não se põe em causa a própria Taça dos Países Latinos.” Em relação à competição em geral, o campeão nacional absoluto é de opinião que “existiram muitas falhas em termos logísticos relacionados com a Taça dos Países Latinos. No entanto foi mais uma experiência para juntar a tantas outras e sempre se consegue tirar algo de positivo”, conclui.

Classificação da Taça dos Países Latinos 2009

1º Brasil, 120 pontos (6 atletas)
2º Uruguai, 93 pontos (6 atletas)
3º Chile, 58 pontos (6 atletas)
4º Roménia, 52 pontos (3 atletas)
5º Portugal, 36 pontos (2 atletas)
6º Colômbia, 24 pontos (3 atletas)
7º Argentina, 11 pontos (1 atleta)

[Fotos gentilmente cedidas por Patrícia Casalinho ou extraídas do blogue de Tiago Romão]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: