domingo, 20 de setembro de 2009

42º CISM - CAMPEONATO MUNDIAL MILITAR DE ORIENTAÇÃO PEDESTRE: ESTAFETAS ENCERRAM COMPETIÇÃO


Com vitórias da Suiça e da Letónia, chegou ao fim em Võru (Estónia) o 42º CISM – Campeonato Mundial Militar de Orientação Pedestre. Os portugueses tiveram desempenho meritório numa jornada histórica que fica assinalada pela nossa primeira participação na Estafeta feminina no certame.

A prova de Estafeta colocou um ponto final no 42º CISM – Campeonato Mundial Militar de Orientação Pedestre que, ao longo de toda a semana, se disputou em Võru, no Sul da Estónia. Portugal terminou a prova masculina no 30º lugar entre 46 participantes, fazendo um tempo de 3.03.34. Foi uma prova feita de trás para a frente, numa lograda recuperação da enorme desvantagem inicial graças ao desempenho menos conseguido de Jorge Correia. Alexandre Reis e Armando Sousa Santos superaram-se, recuperando largos minutos para os adversários directos, subindo sete lugares na classificação e acabando mesmo por ultrapassar a equipa espanhola praticamente sobre a meta. O Brasil confirmou a excelente prestação nestes Campeonatos, colocando as suas duas equipas à frente de portugueses e espanhóis, nos 23º e 29º lugares.

A Suiça e Daniel Hubmann voltaram a fazer história, confirmando uma enorme supremacia nestes Campeonatos. Numa prova onde, curiosamente, até foi a Lituânia a começar melhor – pertenceu a Vilius Aleliunas o melhor tempo do primeiro percurso -, a Suiça pareceu ter sempre a corrida controlada, com Fabian Hertner, Matthias Merz e Daniel Hubmann a registarem no final o tempo de 1.55.53 e a levarem o ouro para casa. Anteriores Campeões do Mundo, os russos venderam cara a derrota. Leonid Novikov teve um mau começo, atirando a Rússia para a 7ª posição, apesar de não muito distante da Suiça. A Valentin Novikov e Dmitry Tsvetkov colocava-se agora a ingrata tarefa de recuperar a desvantagem de 2.11 e o certo é que quase o iam conseguindo. Valentin Novikov esteve melhor que Matthias Merz e Dmitry Tsvetkov também se superiorizou a Daniel Hubmann, mas o tempo recuperado acabou por ser insuficiente, concluindo os russos a escassos 9 segundos dos suíços. Bem mais distante, com o tempo de 1.59.21, a Finlândia concluiu no terceiro lugar.

Estafeta portuguesa faz história

Grande volte-face na Estafeta feminina portuguesa. Mercê duma rápida melhoria, associada a uma vontade inabalável de participar na competição, Lídia Magalhães fez-se apresentar à partida para a última manga da prova. Apesar de as nossas atletas terem acusado a pressão de uma participação deste género, com um nível competitivo elevado e nunca antes experimentado, concluíram num excelente 12º lugar entre 15 países. Ana Magina esteve menos bem no primeiro percurso, o qual concluiu com o tempo de 1.20.16 (pior só mesmo a Turquia, a Irlanda e a Holanda). Com 1.16.04, Suati Almeida entregou o testemunho a Lídia Magalhães para um último percurso feito de orgulho e amor próprio, naquela que acabou por ser uma estreia portuguesa nesta prova em Mundiais Militares de Orientação Pedestre. Naturalmente debilitada, a grande atleta portuguesa fez a sua prova em 1.30.04, assegurando o 12º lugar final para as nossas cores com um tempo de 4.07.02.

A vitória coube à Letónia com 1.56.49, após apertado duelo com as vizinhas bálticas sa Lituânia e da Estónia. Começou melhor a Lituânia, com Ieva Sargautyte a ser a mais rápida no primeiro percurso, logo seguida de Kristine Kokina da Letónia e de Natalia Kuntsevich da Bielorússia. O segundo percurso teve em Merike Vanjuk a atleta mais rápida, fazendo ascender a Estónia à terceira posição, enquanto Una Arama lançava a Letónia para o primeiro lugar, escassos 8 segundos à frente da vizinha Lituânia. Com tudo em aberto para o decisivo percurso, foi a vez de Aija Skrastina mostrar uma vez mais todo o seu valor, dando à Letónia um grande triunfo em 1.56.49 e alcançando a sua segunda medalha de ouro na competição. A Lituânia ocupou a posição imediata, a escassos 46 segundos da vencedora e a equipa da casa acabou na terceira posição, com mais 9 minutos exactos que a Letónia. A Rússia, anterior Campeã do Mundo, constituiu a grande decepção ao não ir além do 4º lugar com o tempo de 2.07.35. Quanto ao Brasil, alinhando com Mirian Ferraz Pasturiza, Ana Rachel Malerba Lemes e Juliane Mendonça concluiu na 9ª posição, ao passo que a Espanha (Mari Y Marin Maria Angeles, Marinas Roja Monserrat e Magdalena Blanco Cantero) se quedou um lugar atrás.



Resultados

Masculinos
1º Suiça-1 (Fabian Hertner, Matthias Merz, Daniel Hubmann) 1.55.53

2º Rússia-1 (Leonid Novikov, Valentin Novikov, Dmitry Tsvetkov) 1.56.02
3º Finlândia-1 (Olli-Markus Taivanen, Jarkko Huovila, Tero Föhr) 1.59.21
4º Suiça-2 (Matthias Mueller, Marc Lauenstein, Baptiste Rollier) 2.00.01
5º Lituânia-1 (Vilius Aleliunas, Darius Sadeckas, Simonas Krepsta) 2.01.36
6º Letónia-1 (Janis Krumins, Martins Sirmais, Edgars Bertuks) 2.02.00
7º Polónia-1 (Wojciech Dwojak, Robert Banach, Wojciech Kowalski) 2.04.14
8º Rússia-2 (Maksim Davidov, Roman Efimov, Andrey Hkramov) 2.04.19
9º Noruega-1 (Jon Pedersen, Anders Arnesen Tiltnes, Lars Skjeset) 2.05.18
10º Bielorússia-1 (Dmitry Mironov, Siarhei Rizhkov, Dmitry Mihalkin) 2.05.22
(…)
23º Brasil-2 (Juscelino Alencar Karnikowski, Vanderlei Bortoli, Leandro Pasturiza) 2.34.11
29º Brasil-1 (Cleber Baratto Vidal, Odacir Fernandes, Ironir Alberto Ev) 3.01.23
30º Portugal-1 (Jorge Correia, Alexandre Reis, Armando Sousa Santos) 3.03.34
31º Espanha-1 (Santiago Jimenez Molina, Miguel Rodriguez Macias, Angel Rojas Aviles) 3.03.47
36º Espanha-2 (Israel Garrido de la Torre, Angel Alvarez Serto, Alfredo Micol Gallego) 3.40.29

Femininos
1º Letónia (Kristina Kokina, Uma Arama, Aija Skrastina) 1.56.49

2º Lituânia (Ieva Sargautyte, Indre Valaite, Sandra Pauzaite) 1.57.35
3º Estónia (Kirti Rebane, Merike Vanjuk, Annika Rihma) 2.05.49
4º Rússia (Galina Vinogradova, Evgenia Riapalova, Julia Novikova) 2.07.35
5º Finlândia (Riikka Timperi, Sari Suomalainen, Marika Teini) 2.07.51
6º Bielorússia (Natalia Kuntsevich, Aleksandra Kandratjeva, Tatsiana Poljakova) 2.14.47
7º França (Fátima Attalah, Nadine Prevost-Pereira, Sophie Temporelli) 2.52.20
8º Suécia (Stina Granefelt, Helena Westling, Sofie Karlsson) 3.00.19
9º Brasil (Mirian Ferraz Pasturiza, Ana Rachel Malerba Lemes, Juliane Mendonça) 3.11.04
10º Espanha (Mari Y Marin Maria Angeles, Marinas Roja Monserrat, Magdalena Blanco Cantero) 3.26.22
(…)
12º Portugal (Ana Magina, Suati Almeida, Lídia Magalhães) 4.07.02

Renovando os agradecimentos a Alexandre Reis pela sua disponibilidade na recolha e envio de informação e depoimentos, o Orientovar estima um excelente regresso da comitiva portuguesa ao nosso país. Saiba mais em
http://www.mil.ee/orienteering/.

[Fotos extraídas da página oficial da prova em
http://www.mil.ee/orienteering/?q=node/84]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: