quinta-feira, 17 de setembro de 2009

42º CISM - CAMPEONATO MUNDIAL MILITAR DE ORIENTAÇÃO PEDESTRE: TÍTULOS DE DISTÂNCIA LONGA PARA DANIEL HUBMANN E JULIA NOVIKOVA


A prova de Distância Longa marcou o arranque da competição nesta 42ª edição do CISM – Campeonato Mundial Militar de Orientação Pedestre. As vitórias couberam ao suíço Daniel Hubmann e à russa Julia Novikova, numa prova onde a comitiva portuguesa teve um desempenho que se pode considerar globalmente positivo.

Daniel Hubmann esteve imparável na prova que abriu o 42º Campeonato Mundial Militar de Orientação Pedestre que desde ontem e até ao próximo sábado decorre em Võru, no sul da Estónia. O número 1 do ‘ranking’ mundial não deixou os seus créditos por mãos alheias e venceu com tranquilidade a prova de Distância Longa, gastando 1.16.19 para 15,1 km. Atrás de si ficaram o francês François Gonon e o também suíço Matthias Merz, com mais 3.43 e 4.28, respectivamente. O país anfitrião viu o seu melhor atleta, Olle Kärner, quedar-se à beira do pódio na 4ª posição, enquanto a Suiça ainda colocou mais três atletas até ao 11º posto.

Numa prova marcada pela ausência de Thierry Gueorgiou, lesionado e assim impedido de defender o seu título, as grandes decepções vieram da parte dos atletas russos, com Valentin Novikov, medalha de bronze na distância em Alytus (Lituânia) no ano transacto, a quedar-se pela 12ª posição. Pior esteve o seu compatriota Andrey Khramov, nº 3 do ‘ranking’ mundial, que foi apenas 28º a 11.39 do vencedor. Martins Sirmais (Letónia), outro pretendente aos lugares cimeiros, não concluiu a sua prova. Disputaram a prova 163 atletas.

Julia Novikova arrecada título mundial

No sector feminino, a russa Julia Novikova sucede à multi-campeã Tatiana Ryabkina. Novikova cumpriu os 9,2 km em 1.05.55, à frente da lituana Sandra Pauzaite e da finlandesa Riikka Timperi, que gastaram mais 3.20 e 5.22, respectivamente. Também aqui a equipa da casa colocou uma atleta na 4ª posição, concretamente Merike Vanjuk. Concluíram a prova 55 atletas.

Quanto aos nossos atletas, apesar dos tempos piores que em anos anteriores, a posição geral da equipa foi a mesma. No entanto o enfoque deve ser feito na equipa feminina, um regresso após 8 anos de ausência, que com apenas três atletas, número mínimo para pontuar, partiram com uma margem de erro nula. Os destaques individuais vão para Ana Magina e Jorge Correia que não acusaram a estreia e tiveram uma prestação de bom nível, devidamente secundados pelos mais experientes Armando Santos Sousa e Lidia Magalhães. Colectivamente, é de assinalar a grande diferença registada a nosso favor no confronto directo com a Espanha em ambos os sectores e com o Brasil no sector feminino. Já no sector masculino, o Brasil constituiu uma enorme surpresa pela positiva, colocando três atletas na primeira metade da tabela classificativa.



Comentários

Apesar do bom tempo matinal e vespertino, choveu durante toda a prova. Sobrevivi aos 15,1 kms e 490 m de desnível com 1:51:45 a perder 35:26 para o primeiro, ficando em 86º entre 150 classificados. Controlos geralmente bem visíveis, muitos paus e lenha nos solos alagadiços e umas subidas difíceis, acabaram numa área muito bonita cuja proprietária se fazia passear com a camisola 7 do Figo.
Sarg. Ajud. Armando Santos Sousa - Exército


Ganhar experiência num mapa com este relevo e florestação, que não existe em Portugal numa prova com 15,1Km. O aspecto mais positivo foi fazer uma orientação segura, o que veio a acontecer, pois era um dos meus objectivos, o que correspondeu a entrar nos 100 primeiros.
Cabo Jorge Correia - GNR

Foi bom para testar os niveis de concentracäo até às 2 horas de prova. É um pouco frustrante o tempo que realizei, mas verifiquei que no final ainda conseguia distinguir o funil de chegada. Paradoxalmente a prova, técnicamente, correu-me muito bem porque foi facilitada pelo andamento demasiadamente defensivo que adoptei.
Sarg. Ajud. Alexandre Reis - Exército


Minha maior dificuldade foi entender que depois do 1 viria o ponto 2 e não o 3. Também não entendendo porque ao procurar o ponto 8 achei o... 11 e o 12. Outro ponto negativo é que, com 2:25h de pista, não consigo entender cheguei tão cansada. O ponto positivo é que cheguei!...
Cabo Mirian Ferraz Pasturiza - Brasil


Resultados

Masculinos
1º Daniel Hubmann (Suíça) 1.16.19

2º François Gonon (França) 1.20.02
3º Matthias Merz (Suíça) 1.20.47
4º Olle Kärner (Estónia) 1.20.48
5º Tero Föhr (Finlândia) 1.21.30
6º Lars Skjeset (Noruega) 1.21.34
7º Baptiste Rollier (Suiça) 1.21.56
8º Fabian Hertnmer (Suíça) 1.21.58
8º Dmitry Tsvetkov (Rússia) 1.21.58
10º Wojciech Kowalski (Polónia) 1.22.47
(…)
53º Ironir Alberto Ev (Brasil) 1.36.44
57º Odacir Fernandes (Brasil) 1.39.01
60º Leandro Pasturiza (Brasil) 1.40.23
80º Vanderlei Bortoli (Brasil) 1.48.22
85º Jorge Correia (Portugal) 1.50.25
86º Armando Santos Sousa (Portugal) 1.51.45
92º Santiago Jimenez Molina (Espanha) 1.54.45
94º Juscelino Alencar Karnikowski (Brasil) 1.55.39
100º Angel Rojas Aviles (Espanha) 2.00.44
104º Alexandre Reis (Portugal) 2.02.00
105º Cleber Baratto Vidal (Brasil) 2.02.30
110º Alfredo Micol Gallego (Espanha) 2.09.06
114º Alberto Branco (Portugal) 2.16.16
118º Miguel Rodriguez Macias (Espanha) 2.23.37
121º Tiago Lourenço Lopes (Portugal) 2.25.55
123º Cezar Augusto Fioravanti dos Santos (Brasil) 2.26.11
126º Angel Alvarez Serto (Espanha) 2.30.22
128º Israel Garrido de la Torre (Espanha) 2.33.38

Femininos
1º Julia Novikova (Rússia) 1.05.55

2º Sandra Pauzaite (Lituânia) 1.09.15
3º Riikka Temperi (Finlândia) 1.11.17
4º Merike Vanjuk (Estónia) 1.11.21
5º Ieva Sargautyte (Lituânia) 1.11.47
6º Galina Vinogradova (Rússia) 1.11.51
7º Kirti Rebane (Estónia) 1.12.19
8º Marika Teini (Finlândia) 1.12.42
9º Natalia Kuntsevich (Bielorússia) 1.13.50
10º Evgenia Riapalova (Rússia) 1.17.04
(…)
25º Ana Magina (Portugal) 1.42.21
28º Lídia Magalhães (Portugal) 1.43.23

33º Juliane Mendonça (Brasil) 1.53.09
36º Ana Rachel Lemes (Brasil) 2.01.37
37º Marinas Roja Monserrat (Espanha) 2.04.23
40º Cristina Fernandez Sanz (Espanha) 2.13.19
43º Mirian Ferraz Pasturiza (Brasil) 2.25.18
47º Suati Almeida (Portugal) 2.28.15
50º Magdalena Blanco Cantero (Espanha) 2.57.57

Agradecimentos a Alexandre Reis pelo seu cuidado e disponibilidade na recolha e envio de depoimentos. Saiba mais em
http://www.mil.ee/orienteering/.

[Fotos extraídas da página oficial da prova em
http://www.mil.ee/orienteering/?q=node/74]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: