segunda-feira, 10 de agosto de 2009

MTBO WOC ISRAEL 2009: MISSÃO CUMPRIDA!


Daniel Marques, João Ferreira, Paulo Alípio e Susana Pontes cumpriram o que deles se esperava, qualificando-se para a final da prova de Distância Longa do próximo sábado.

Portugal fez o pleno na primeira jornada do Campeonato do Mundo de Orientação em BTT, disputada na manhã de hoje em Kfar Menahem, na região Centro-Sul de Israel. De forma tranquila, numa adequada gestão de esforços, os nossos atletas garantiram a presença na final da prova de Distância Longa que encerrará, no próximo sábado, esta sétima edição dos Campeonatos.

Disputada sob condições meteorológicas bastante adversas, com temperaturas superiores a 30º C, a prova masculina contou com a participação de 76 atletas divididos por três séries qualificatórias, apurando os 20 primeiros classificados de cada série.

.

Daniel Marques competiu na série A (22.000 metros, 11 pontos de controlo, 185 metros de desnível), lado a lado com o dinamarquês Lasse Brun Pedersen e o australiano Adrian Jackson, campeões mundiais em título de Sprint e Distância Média, respectivamente. O nosso melhor atleta teve um desempenho excelente, terminando na 8ª posição com um registo de 59.41, abaixo portanto do tempo previsto pela organização para o vencedor da prova e que era de 60 minutos. Lasse Brun Pedersen foi o vencedor, com o tempo de 54.01, numa série onde o atleta espanhol Juan Jose Vasquez, que em Portugal representa o DA Recardães, conseguiu igualmente o apuramento. De fora da final ficaram os dois atletas israelitas, Drori Zohar e Ezrachi Erez, o primeiro dos quais por escassos 4 segundos.

Paulo Alípio disputou a série B, concluindo no 16º lugar com o tempo de 1.05.21. Ruslan Gritsan (Rússia) e Torbjorn Gasbjerg (Dinamarca) reeditaram o duelo da Final de Distância Longa dos Mundiais de 2008 (Stare Jablonki, Polónia), onde se sagraram respectivamente Campeão e Vice-Campeão do Mundo. Uma vez mais o russo levou a melhor, vencendo a série com o tempo de 56.57 contra os 58.05 do dinamarquês. O israelita Gahl Conn terminou na 6ª posição enquanto a sorte foi madrasta para os dois espanhóis em prova, Ivan Trigales e Albert Roca, que ficaram ambos de fora da final.

Quanto a João Ferreira, teve uma auspiciosa estreia nestas andanças, conseguindo um brilhante 13º lugar na série C, com um registo de 1.02.46 a apenas 5 segundos doutro atleta de nomeada, o Campeão Mundial Júnior de Distância Média em título, Marek Pospisek (Republica Checa) e à frente do actual terceiro classificado do ‘ranking’ mundial, o russo Viktor Korchagin. A vitória foi uma vez mais para um atleta dinamarquês, Erik Skovgaard Knudsen, com o tempo de 54.06. Os espanhóis Miguel Ramo e David Soria, respectivamente 19º e 20º classificados, conseguiram o apuramento in-extremis. Quem garantiu também uma presença na final foi o japonês Munehiro Tada, repetindo a proeza de 2008 onde se havia tornado no primeiro atleta nipónico a chegar à final da prova.

No sector feminino, Susana Pontes foi uma das 50 atletas participantes, distribuídas por duas séries. A portuguesa gastou 1.23.40 para os 19.000 metros de prova (10 pontos de controlo, 145 metros de desnível), concluindo na 22ª posição da série A. Venceu a russa Ksenia Chernikh, com o tempo 61.06, relegando a líder do ‘ranking’ mundial, a austríaca Michaela Gigon, para a 4ª posição a 5.08. Na série B, a vitória coube à Campeã Mundial de Sprint em título, Hana Bajtosová (Eslováquia), com o tempo de 62.56. De fora da final ficaram a checa Marie Hrdinova, a italiana Laura Scaravonati e a britânica Charlotte Somers-Cocks, todas elas desqualificadas na série B.




Vem aí a Final da Prova de Distância Média


Amanhã estarão em disputa os primeiros títulos destes Campeonatos. Em Kfar Daniel terá lugar, a partir das 10h00 (8h00 em Portugal), a final da prova de Distância Média, na qual participarão 128 atletas (77 masculinos e 51 femininos). As provas serão disputadas no mapa de Bem Shemen, à escala de 1.15 000, com 15,6 km para o sector feminino (15 pontos de controlo, 225 metros de desnível e um tempo para a vencedora a rondar os 55 minutos) e 20,4 km para o sector masculino (19 pontos de controlo, 355 metros de desnível e um tempo de 60 minutos esperado para o vencedor).

A japonesa Tatsuhiko Adachi será o primeiro atleta a partir, assim que os ponteiros marcarem 10h00, com João Ferreira a partir 22 minutos mais tarde. Às 10h43 será a vez de Susana Pontes, enquanto Paulo Alípio partirá pelas 10h54. Finalmente, Daniel Marques sairá para o mapa precisamente ao meio-dia. Na defesa dos títulos alcançados em Stare Jablonki, o australiano Adrian Jackson e a russa Ksenia Chernykh partirão às 12h26 e 11h37, respectivamente. Num terreno árido e com larga rede de caminhos, o declive moderado, a muita pedra solta e alguma vegetação rasteira serão obstáculos de pouca monta face ao calor, esse sim o grande adversário dos atletas.

Resta-nos aguardar, na esperança de que os nossos atletas possam superar os seus melhores resultados na distância e que são, no caso de Paulo Alípio, o 53º lugar do ano transacto e no caso de Susana Pontes o 38º lugar na mesma edição dos Mundiais. Quanto a Daniel Marques, isso significaria fazer melhor do que o 18º lugar de 2004, em Ballarat (Austrália). Boa sorte para todos eles e ainda para o estreante João Ferreira.


Saiba mais em
http://www.nivut.org.il/mtbo/ e acompanhe os relatos de Daniel Marques e João Ferreira, nas suas páginas pessoais, respectivamente em http://dani-oribtt.blogspot.com/ e http://www.joaoferreira.net/.

[fotos gentilmente cedidas por Eduardo Oliveira]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

..

Sem comentários: