quarta-feira, 19 de agosto de 2009

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA...


1. Chama-se Michael Eglinski, vive em Kansas City, Missouri (Estados Unidos) e, nas suas palavras, gasta muito do seu tempo praticando Orientação e a pensar nela. Na sequência dessa paixão, surgiu em 2002 o “okansas – daily thoughts about orienteering”, um blogue que é hoje dos mais conhecidos e consultados neste particular mundo da Orientação. E é precisamente em www.okansas.blogspot.com que podemos ver dois artigos dedicados à participação portuguesa nos Mundiais da Hungria. No último publicado, Eglinski analisa os resultados da qualificatória de Distância Média e, numa particular tabela onde se enquadram sete países – Bélgica, Nova Zelândia, Canadá, Estados Unidos, Irlanda, Japão e Portugal -, chega à conclusão que a nossa selecção tem um record de vitórias (14 vitórias e seis derrotas). No primeiro, sugestivamente intitulado “Go Portugal!”, faz um retrato simples dos nossos quatro atletas, compara checos e portugueses em termos de progressão e conclui que Portugal estará muito melhor daqui a 5 anos. Deus o ouça!

2. “Ver as Listas dos Resultados é sempre uma Festa. Fiques onde ficares, é sempre bom ver-te chegar. Quer dizer que não espetaste outro pau pelo músculo acima, nem tiveste quedas feias, nem partiste a bicicleta...” É este um dos mais belos comentários que eu tenho lido àquilo que se vai publicando por esta blogosfera. Trata-se, neste caso, da resposta ao artigo “MTBWOC2009: Sprint QUASE perfeito”, da autoria de Daniel Marques, no seu blogue
www.dani-oribtt.blogspot.com. O comentário é de Luísa Mateus, a mãe do Daniel. E mãe é mãe!

3. É uma reacção sentida à exclusão do escalão de Jovens B dos vectores competitivos, implícita no regulamento de Competições 2009/2010, cuja versão final foi divulgada no passado dia 12 de Agosto [ pode consultá-la AQUI
]. Com a “normalização” em pano de fundo, Nuno Leite levanta as seguintes questões no Fórum da FPO (http://www.fpo.pt/oasis/component.php?comp=forum&com=2516&action=post_view): O que acontece a um jovem recém chegado do 17, que estando Federado, pagando quotas e seguro, gosta de competir, não tem capacidade física/acompanhamento técnico e se vê com a única hipótese de competir em percursos desenhados para os melhores atletas juniores com 20 anos? Qual o motivo que leva a esta eliminação? Porque não é eliminado então também o Veteranos B? A resposta que derem à primeira pergunta não é válida para a terceira? Pertinente!

4. É um grande momento para o sector da Comunicação e Imagem da Federação Portuguesa de Orientação. Logo, quando forem 23h00, estará em funcionamento a sua renovada página em
http://www.sportoasis.pt. As funcionalidades mantêm-se, agora acrescidas da possibilidade de publicitar um Evento, Site ou Negócio, da pesquisa personalizada através do Google ou da disponibilização dum útil Diário de Treino. O sector noticioso sofre uma remodelação radical, passando a dar um maior peso e visibilidade a tudo quanto se vai escrevendo sobre a modalidade. Tudo isto extremamente funcional e “embrulhado” numa roupagem visualmente apelativa. O Orientovar teve o privilégio de já ter tido acesso à versão final da nova página e sabe do que fala. E como não podia deixar de ser, o sentido do Louvor da Semana vai inteirinho para Paulo Franco, a quem saudamos por mais este magnífico trabalho!

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: