terça-feira, 18 de agosto de 2009

5 DIAS DE ESPANHA: COTAÇÃO PORTUGUESA EM ALTA

Aguilar de Campoo acolheu os 5 Dias de Orientación España 2009, 1º Trofeo Internacional Diputación de Palencia. A prova contou com a participação de 1013 atletas, dos quais meia centena de portugueses. Com excelentes resultados, diga-se!

A montanha palentina foi palco, de 11 a 16 de Agosto, dos 5 Dias de Orientación España 2009, 1º Trofeo Internacional Diputación de Palencia, evento de Orientação Pedestre pontuável para a Liga Espanhola. Presentes mais de um milhar de atletas de todos os escalões e ambos os sexos, em representação de 21 países e distribuídos por provas de competição e abertas.

Na Elite, dupla vitória checa. No sector masculino, Jakub Oma (TJ Turnov) travou com o dinamarquês Chris Terkelsen (Sant Joan Alicante) um empolgante duelo pela vitória, dividindo entre si os triunfos nas cinco etapas. Três vitórias do checo contra duas do dinamarquês e, no final, Oma a alcançar a primeira posição pela escassa diferença de três minutos. Paulo Franco (COC) começou muito bem, sendo terceiro classificado na etapa inaugural, mantendo a partir daí alguma irregularidade mas concluindo num honroso 5º lugar entre 30 participantes, embora praticamente a 50 minutos (!) do vencedor. Tendo como melhor resultado a sexta posição na quinta e última etapa, Gildo Silva (COC) foi o 11º classificado da Geral. Tiago Aires (GafanhOri) viu-se arredado dum lugar entre os cinco primeiros devido a um ‘mp’ na quarta etapa, pelo que o 3º lugar na etapa derradeira já de nada lhe valeu. Por último Mário Silva (COC), com um ‘mp’ na segunda etapa, ficou também de fora da classificação.


Uma bela mão cheia de pódios

Quanto ao sector feminino, a luta pela vitória – e que luta! - resumiu-se às checas Veronika Krcalová (LPU Pardub) e Michaela Gomzyk-Omová (TJ Turnov). As duas atletas alternaram as vitórias nas quatro etapas iniciais, chegando à decisiva etapa separadas por 1.17, com a vantagem a pertencer a Gomzyk-Omová. A verdade é que a atleta foi incapaz de segurar o primeiro lugar, perdendo 1.32 para a sua rival e, concomitantemente, a vitória na prova. Anna Serralonga Arques (Grions Girona) foi a terceira classificada, logo seguida de Raquel Costa (GafanhOri) e de Andreia Silva (COC). Catarina Ruivo, também do COC, concluiu na 7ª posição, enquanto Patrícia Casalinho (COC) e Paula Nóbrega (OriMarão) ficaram de fora da classificação devido a ‘mp’ (Patrícia Casalinho perdeu mesmo a hipótese de chegar ao sexto lugar, fazendo um ‘mp’ na etapa decisiva).

Nos restantes escalões merecem destaque, em D14, os segundo e terceiro lugares de Inês Catalão e Ana Anjos, ambas do GafanhOri. Rita Rodrigues e Ana Coradinho, também elas do GafanhOri, alcançaram a segunda posição nos escalões de D16 e D18, respectivamente. O GafanhOri viu mais três atletas seus no pódio, graças aos segundos lugares de João Cascalho (H14) e Manuel Horta (H20E) e à vitória de Norman Jones, em H55, impondo-se ao super-favorito Manuel Dias (Individual), num duelo verdadeiramente impróprio para cardíacos (a diferença entre ambos, ao cabo das cinco etapas, cifrou-se em escassos 48 segundos). Finalmente, Laurinda Alves e Bruno Fundo, ambos do OriMarão, foram os vencedores dos escalões D18-20B e H18-20B, respectivamente.

Resultados completos
AQUI.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: