sexta-feira, 3 de julho de 2009

JWOC 2009: PROSSEGUEM OS TREINOS DE ADAPTAÇÃO AO TERRENO

.
Neste autêntico pingue-pongue entre Kopaonik e o Trentino, espaço agora para os nossos atletas que já se encontram em Itália a preparar a sua entrada em acção no JWOC 2009, a partir da próxima segunda-feira. Diogo Miguel, Jorge Fortunato e Tiago Romão deixam-nos o seu testemunho do segundo dia de treinos.


O sítio onde nos encontramos é diferente de tudo aquilo que podemos encontrar em Portugal. Estamos num vale completamente rodeados de imponentes montanhas, num cenário que mais parece um postal.

O primeiro treino já teve lugar numa floresta de uma qualidade técnica e beleza ímpares. A adaptação correu bem e fez com que me sentisse mais confiante para os desafios que se avizinham. Também fizemos um treino de Sprint num mapa semelhante ao que vamos encontrar na competição oficial, onde a atenção será de uma importância extrema do início até ao fim.

Diogo Miguel


Um grande evento se avizinha. Por todo o lado observamos cartazes, bandeiras e até balizas de orientação. Em cada esquina, em cada montra e em cada poste há algo que confirma a grande divulgação do evento e a hospitalidade dos habitantes.

Hoje fomos até Val Canali, a cerca de 1300 metros de altitude. Próximo do local do treino desta manhã decorrerá a Estafeta, sendo este um dos treinos de adaptação mais importantes. Cruzámo-nos com algumas selecções como a Dinamarca, Suécia, Noruega, Inglaterra, Espanha, Ucrânia, Estados Unidos, Canadá, Nova Zelândia e Japão.

Pouco a pouco ganhamos a confiança necessária para uma boa prestação. E as palavras-chave são: Concentração, precisão e força nas pernas!!! As subidas não nos intimidam!!!

Jorge Fortunato


“JWOC 2009, uma competição bem na montanha”. Esta é a frase que talvez melhor descreva o cenário com que nos deparámos na chegada a Fiera di Primiero. Foram precisos imensos quilómetros de estradas que ora passavam um vale, ora um túnel que atravessava uma enorme montanha, até chegarmos a esta vila que se encontra localizada bem entre as montanhas dos Alpes. É muito difícil descrever o cenário em que nos encontramos, dada a enorme imponência das montanhas, sendo que para quem não estiver presente terá de imaginar o cenário dos filmes da Heidi das montanhas ou os filmes referentes à I Guerra Mundial nos Alpes.

Relativamente aos treinos e à minha adaptação, apesar de ainda apenas termos realizado um treino de floresta e outro de Sprint, considero que está a ser boa, mas que ainda pode melhorar bastante até ao primeiro dia do JWOC. A verdade é que não é a primeira vez que estou nestes mapas, uma vez que estive presente na passada Taça dos Países Latinos que decorreu aqui bem próximo, e isso é certamente uma ajuda extra pois já tenho a sensação de competir neste terreno.
Aqui o diferente é mesmo o Sprint. Os mapas são muito detalhados e por vezes, se a escolha de opção não tem muito que saber, o facto prende-se que os mapas são um enorme aglomerado de casas todas separadas umas das outras, onde é preciso ter constante contacto com o mapa, o que torna muito difícil e por vezes quase que arriscado fazer antecipação dos pontos de controlo seguintes.

Ainda nos faltam alguns dias até ao momento-chave, sendo agora tempo de afinar os últimos detalhes…

Tiago Romão
.


[mapas dos treinos de Diogo Miguel e Tiago Romão gentilmente cedidos por Bruno Nazário]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: