terça-feira, 7 de julho de 2009

JWOC 2009: A HORA DOS HERÓIS


No final duma jornada inesquecível para a Orientação portuguesa, aqui deixamos, sem mais delongas, a palavra aos verdadeiros heróis.


A prova decorreu sem erros mas houve algumas hesitações que me custaram alguns segundos preciosos, o suficiente para ter ganho aos três suecos que ficaram à minha frente. Os 6 primeiros estiveram mesmo muito fortes e penso que não conseguiria tirar os 26 segundos necessários para o diploma.

Antes da prova estava confiante num bom resultado por todo o trabalho que desenvolvi ao longo do ano. Quando se começa a trabalhar com o mínimo de profissionalismo e seriedade é de esperar que os resultados comecem a aparecer mais tarde ou mais cedo. Por isso o resultado não foi uma surpresa. Fica o amargo de ter estado tão perto de um lugar no pódio e de não ter conseguido.

Diogo Miguel



A prova de Sprint foi a primeira prova do JWOC e considero ter sido uma excelente forma de entrar em jogo. Sabia que a prova teria duas zonas bastante técnicas onde seria muito complicado antecipar, então a estratégia foi tentar fazer uma orientação precisa e sem falhas na parte urbana e depois dar tudo na parte de ligação entre as duas vilas e a parte final. Assim foi e correu da melhor forma, obtendo um lugar no top-15. Foi muito bom ter dois atletas do top-15, feito apenas alcançado pela Suíça e pela Suécia.

Relativamente a falhas, apenas cometi uma opção que me fez perder cerca de 5 a 8 segundos e depois fui perdendo alguns segundos nas zonas mais técnicas por algumas hesitações. O JWOC continua e ainda faltam bastantes provas onde pretendo estar com uma performance positiva. Penso que pela minha dedicação durante todo o ano e pelo profissionalismo que o seleccionador apresenta ainda iremos conseguir mais resultados de bom nível.

Tiago Romão



.

Foi um dia muito bom para Portugal. Os resultados falam por si, mas mais importante é que todos falaram de nós, observaram-nos e penso que a partir deste momento todos nos respeitam.

Até o facto de o ‘speaker’, o nosso conhecido Timo (que fez o trabalho de speaker comigo e com o Paulo Franco no WMOC’08), ter por várias vezes comentado a performance dos nossos atletas é algo relevante. Após sair da zona de quarentena, após a partida do Tiago Romão, dirigi-me para a Arena e qual não é a minha surpresa quando o primeiro nome que ouço nos altifalantes é o do Tiago Romão, a lutar por um bom lugar, sendo que o speaker compara o seu bom tempo com outro português (no caso o Diogo). Claro que o comentário feito pelo Timo é: “Que bom ver os Portugueses a desenvolverem-se tão bem depois da organização do WMOC’08”. Em conversa com o mesmo, após a prova, perguntou-me se tinha sido uma surpresa para mim. Claro que não! Quem trabalha com estes atletas durante o ano inteiro e sabe o que eles valem tem a clara consciência daquilo que eles são capazes.

Quanto ao restante Campeonato vamos continuar a ser positivos. Muito sinceramente acho que ainda podemos esperar algo de muito relevante e continuo a apontar a minha atenção para a prova de estafetas. Portanto, a todas as pessoas em Portugal, puxem pelos nossos atletas. Deixem comentários no Orientovar porque, como é óbvio, os atletas vão ao site ler tudo o que se passa.

Bruno Nazário



[fotos extraídas da galeria oficial do evento]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

4 comentários:

Mário Santos disse...

Sim senhor! Grandes resultados!

Parabéns,

Mário

bo disse...

FORÇA PESSOAL!!!

ILCO disse...

12:51 _e na longa mais uma vez o Diogo está fabuloso perto dos 10 primeiros.

Jorge disse...

Muito bem, excelente começo. Estes jovens pela época efectuada, dominando o escalão de Elite prometiam este desempenho. Boa sorte para as restantes provas.