domingo, 19 de julho de 2009

II .COM 'O' SPRINT: CELSO MOITEIRO E ANDREIA SILVA VENCEM NO FECHO DA TAÇA FPO NORTE


Três mapas, três sprints, o prazer da Orientação multiplicado por três! Foi assim em Braga, ao longo do dia de ontem, com o II .COM ‘O’ Sprint.

A cidade de Braga abriu alguns dos seus mais nobres espaços à Orientação. Bom Jesus, 'Campus' da Universidade do Minho e Centro Histórico de Braga foram os três palcos elegidos pelo Clube de Orientação do Minho para a realização da segunda edição do .COM ‘O’ Sprint. Com cartografia de José Carlos Pires e José Fernandes, percursos de Emanuel Gomes e José Fernandes e supervisão de Jacinto Costa, o II .COM ‘O’ Sprint encerrou a Taça FPO Norte e o II Torneio .COM Mapa, chamando à cidade dos Arcebispos a escassa cifra de 116 participantes, distribuídos por 14 escalões de competição e 4 escalões abertos.

A Organização teve o cuidado de conjugar as potencialidades notáveis que a cidade possui para a prática da Orientação, começando por oferecer um mapa de elevada exigência técnica, com um recorte valorizando um espaço natural de raro encanto e frescura como é o do Santuário do Bom Jesus do Monte. A etapa intermédia disputou-se no ‘campus’ da Universidade do Minho, explorando um conjunto arquitectónico de grande interesse e que revelou extraordinárias potencialidades para este tipo de actividade. Finalmente, com o cair da tarde, a pacatez do Centro Histórico da cidade viu-se quebrada pelas animadas correrias no seio de ruas, praças e jardins harmoniosamente cuidados.

Celso Moiteiro e Andreia Silva triunfam no principal escalão

No escalão Seniores A, o COC vincou a sua enorme superioridade, com Paula Nóbrega (OriMarão) a ser a única atleta a intrometer-se num pódio pintado de verde, azul e vermelho. Celso Moiteiro venceu com um total de 2930,88 pontos e essa particularidade de ter ficado em segundo nas três etapas. O segundo lugar de Ricardo Oliveira, a 98,36 pontos do vencedor, permitiu-lhe garantir em definitivo a vitória no ‘ranking’ regional, depois duma temporada de enorme regularidade pontuada pela vitória no 5º Troféu de Orientação do Porto e na 1ª Etapa deste .COM ‘O’ Sprint. A terceira posição coube ao jovem André Cardeira, depois de Gildo Silva (COC) e Albino Magalhães (GD4C), vencedores respectivamente das segunda e terceira etapas, terem hipotecado as possibilidades num resultado final com outra expressão, graças aos “mp” registados na etapa inaugural.

No sector feminino, Andreia Silva levou de vencida as três etapas e o Troféu. E mais: Com os trezentos pontos amealhados, a atleta do COC terá conseguido anular a diferença que a separava de Paula Nóbrega, levando de vencida o ‘ranking’ da Taça FPO Norte no respectivo sector (aguardemos pela publicação dos ‘rankings’ no Oásis para podermos confirmar o que atrás fica dito). Patrícia Casalinho, com 2926,70 pontos, secundou a sua colega de equipa e Paula Nóbrega fechou o pódio com 2807,95 pontos.



COC triunfa colectivamente

Nos restantes escalões, Joana Fernandes (.COM) foi a vencedora em Infantis Femininos, Marcelo Aguiar (Ori-Estarreja) triunfou em Iniciados Masculinos e Flávio Martins (TST) e Laurinda Alves (OriMarão) venceram em Juvenis. Em Seniores B, as vitórias sorriram a Joel Pinto (AD Cabroelo) e Ana Margarida Vaz (CP Telecom), enquanto Joaquim Sousa (COC) e Manuela Nogueira (Ori-Estarreja) venceram em Veteranos I. Em Veteranos II, Albano João (COC) e Hermínia Tavares (Ori-Estarreja) levaram de vencida a concorrência, enquanto em Veteranos III Masculinos o grande vencedor foi Acácio Porta Nova (Individual) e em Veteranos Masculinos B o triunfo coube a Luís Quinta-Nova (ADFA).

Como seria de esperar, a vitória colectiva sorriu ao COC com um total de 2267,6 pontos. Nas posições imediatas classificaram-se a AD Cabroelo (2201,9 pontos), OriMarão (1657,2 pontos), Ori-Estarreja (1527,6 pontos) e Amigos da Montanha (1396,1 pontos).

Organização com nota positiva

No que toca à qualidade organizativa pouco há a apontar. Uma equipa coesa e perfeitamente articulada soube estar à altura dos acontecimentos, desdobrando-se de forma adequada e garantindo em tempo útil o cumprimento dum exigente programa. Etapas criteriosamente seleccionadas, disponibilidade e simpatia no acolhimento, mil encantos de recantos mil e uma cerimónia de entrega de prémios digna, bem no coração da cidade, irmanando atletas e transeuntes, são méritos que se devem reconhecer à equipa dirigida superiormente por Ana Margarida Guimarães.

A troca duma base na última etapa é nódoa que sempre escolhe o melhor pano, mas também aqui a Organização soube estar à altura dos acontecimentos, torneando o problema da melhor forma, sem prejuízo para quem quer que fosse. Talvez esta última etapa pudesse ter sido programada para mais cedo, minimizando um compasso de espera desgastante ao mesmo tempo que promoveria a Orientação junto duma assistência seguramente mais numerosa. E quanto a aspectos negativos, há ainda essa lástima de sermos obrigados a conviver, no belo e verde coração do Bom Jesus, com papel higiénico, fraldas descartáveis, pensos higiénicos, preservativos e muita imundície, acumulados em tudo quanto é recanto. Fazer daquele espaço uma gigantesca retrete pública parece ser prática corrente e recorrente, a qual deve ser firmemente combatida. Apesar de a isso o .COM ser alheio, fica aqui a nota de indignação perante tamanha falta de civismo e a censura a um poder público que não sabe – ou não quer! – actuar adequadamente neste e noutros contextos.

Consulte os resultados completos em
http://www.pontocom.pt/actividades/2009IIOSPRINT/resultados.php.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

2 comentários:

Paulo Pt disse...

E quanto a aspectos negativos, há ainda essa lástima de sermos obrigados a conviver, no belo e verde coração do Bom Jesus, com papel higiénico, fraldas descartáveis, pensos higiénicos, preservativos e muita imundície, acumulados em tudo quanto é recanto. Fazer daquele espaço uma gigantesca retrete pública parece ser prática corrente e recorrente, a qual deve ser firmemente combatida. Apesar de a isso o .COM ser alheio, fica aqui a nota de indignação perante tamanha falta de civismo e a censura a um poder público que não sabe – ou não quer! – actuar adequadamente neste e noutros contextos.
O PODER DA VONTADE COLECTIVA VAI MINIMIZAR O PROBLEMA...http://limparportugal.ning.com/
5 dias - 550 adesões - 10.000 convites já enviados...

Joaquim Margarido disse...

Parabéns, Paulo. Fantástico de oportunidade. Vamos todos LIMPAR PORTUGAL!

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO