quinta-feira, 2 de julho de 2009

EYOC SERBIA 2009: PELO BURACO DA FECHADURA...


Tem hoje início em Kopaonik, na República da Sérvia, a 8ª edição do Campeonato da Europa de Jovens de Orientação Pedestre EYOC Serbia 2009. Um assunto incontornável, a merecer uma atenção muito especial e que é aqui espreitado, em detalhe, pelo buraco da fechadura.

Localizada na região central da Sérvia e no nordeste do Kosovo, Kopaonik é uma das maiores cadeias montanhosas daqueles dois países. O seu ponto mais elevado, pico de Pancic, encontra-se a 2017 metros acima do nível do mar. No planalto central, em plena Sérvia, ocupando uma zona de floresta e rodeado por imponentes picos montanhosos, situa-se o Parque Nacional do Kopaonik. É neste espaço idílico, particularmente procurado pelos amantes dos desportos de Inverno, que arranca hoje o Campeonato da Europa de Jovens de Orientação Pedestre EYOC Serbia 2009.

Organizado pela Federação Sérvia de Orientação, com o apoio do Ministério da Juventude e Desportos da República Sérvia, Município de Smed. Palanka, Parque Nacional de Kopaonik e Federação Internacional de Orientação, o evento traz até aos Balcãs um total de 335 atletas em representação de 27 países. Apoiada por muitas dezenas de voluntários, a Directora-Geral do evento, Jelena Markovic, lidera uma equipa de 33 elementos onde avulta o nome de Radosav Karic na qualidade de Director Técnico.

Escalões de Competição

A competição divide-se em quatro escalões: Damas 16 (W 16) e Homens 16 (M 16), para atletas nascidos no ano de 1993 e seguintes; e, Damas 18 (W 18) e Homens 18 (M 18), para atletas nascidos em 1991 e 1992. Cada país pode competir até um máximo de 4 atletas por escalão nas provas de Sprint e de Distância Longa, sendo a prova de Estafeta disputada por equipas de três elementos (uma única equipa por país e por escalão).

A comitiva portuguesa nestes Campeonatos da Europa é formada pelos Técnicos Tiago Aires, Raquel Costa e Hélder Ferreira e pelos seguintes atletas: W 16 – Vera Alvarez (CPOC), Rita Rodrigues, Ana Salgado e Inês Catalão (todas do GafanhOri); M 16 – Pedro Silva (CP Telecom), Luís Silva (ADFA), Rafael Miguel (Ori-Estarreja) e João Cascalho (GafanhOri); W 18 – Ana Coradinho (GafanhOri), Mariana Moreira (CPOC), Isabel Sá e Joana Costa (ambas do GD4C); M 18 – João Mega Figueiredo (CN Alvito), Filipe Salgado (GafanhOri) e Paulo Pereira (CPOC).

Programa intenso e variado

O Programa arranca hoje com a acreditação de todos os participantes a poder efectuar-se até às 14h00 (hora local). Da parte da tarde, terão lugar nas proximidades do Centro do Evento, em Kopaonik, os Model Events das três provas que constituem o programa de competição (Sprint, Distância Longa e Estafetas). Amanhã, dia 3, decorrerá ao longo de toda a manhã e início da tarde a prova de Distância Longa, com a Cerimónia de Abertura do EYOC Serbia 2009 marcada para as 18h30, logo seguida da Cerimónia de Entrega de Prémios.

No sábado, dia 4, correm-se as Estafetas, com a partida masculina agendada para as 9h00 e a partida feminina a decorrer dez minutos mais tarde. Para as 20h30 está marcada a Cerimónia de Entrega de Prémios, à qual se seguirá o Banquete Oficial. Domingo, dia 5, último dia do evento, tem lugar a prova de Sprint, com início às 9h30. A Cerimónia de Entrega de Prémios precede a Cerimónia de Encerramento, marcada para as 15h00.

Os nossos adversários

Para além de Portugal, estarão presentes no EYOC Serbia 2009 atletas da Alemanha, Áustria, Bielorússia, Bélgica, Bulgária, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Hungria, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Noruega, Polónia, República Checa, Roménia, Rússia, Suiça, Ucrânia e, naturalmente, a Sérvia. A Suécia, ainda e sempre, é a grande ausente destes Campeonatos.

Entre os nomes presentes, encontra-se um vasto leque de atletas com créditos firmados. Dos Mundiais de Madrid de Desporto Escolar ISF 2009 marca presença um grande número de campeões e vice-campeões do mundo, a começar pelas nossas Vera Alvarez e Inês Catalão. Mas há mais, nomeadamente os austríacas Lisa Pacher (W16), Julia Bauer (W18) e Michael Siemmeister (M16), os britânicos Florence Haines (W16), Jack Benham (M16) e Jonathan Crickmore (M16), os letões Valters Lubinskis (M16) Liga Valdmane (W16) e Ance Rusova (W18), os espanhóis Marc Serralonga (M18) e Eduardo Gil (M16) e a italiana Viola Zagonel (W16). A título de curiosidade, a última nota vai para o facto de Hanna Rudakouskaya, a bielorussa vencedora da prova de Distância Longa W16 em Eger (EYOC Hungria 2007) ser a única atleta presente com possibilidade de repetir um título europeu a nível individual na competição.


Que possibilidades para os atletas portugueses?

Numa competição onde Portugal já viu a sua bandeira flutuar no mastro principal do pódio - recorde-se a vitória de Diogo Miguel na prova de Sprint do EYOC Hungria 2007 -, o que esperar destes nossos quinze magníficos? "Uma medalha no EYOC não está ao alcance de qualquer um", afirmava Tiago Aires em Entrevista concedida ao Orientovar e aqui publicada na passada segunda-feira, para acrescentar: "E se conseguíssemos, em cada um dos escalões, um lugar nos 20 primeiros já seria fantástico." Os dados estão lançados, uma experiência inesquecível para os elementos deste extraordinário grupo é já uma certeza, como certeza é o facto de que todos irão dar o seu melhor. Vamos acreditar!

Tudo para continuar a acompanhar em
http://www.eyoc2009.org/ ou aqui, no seu Orientovar.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: