quarta-feira, 1 de julho de 2009

EYOC SERBIA 2009: A PALAVRA AOS ATLETAS


São as primeiras reacções dos grandes protagonistas, os atletas. Mariana Moreira, Ana Salgado e João Mega assumem as despesas do dia.


A viagem de aproximadamente 56 horas, passou-se bem... era já a terceira vez que fazia a travessia entre Portugal e Itália, sendo que também já tinha ido até à Eslovénia, mas foi a primeira vez que atravessei a fronteira entre a Eslovénia e a Croácia e entre esta última e a Sérvia. Foi também a primeira vez que fui confrontada com uma fronteira onde nos pediram o passaporte e onde fomos “pessoalmente “ identificados.

O primeiro treino foi de adaptação, não só ao tipo de terreno mas também à corrida em altitude, já que nos encontramos a 1600 metros de altura. O terreno é bastante exigente fisicamente e a nível técnico o mapa de hoje não se demonstrou tão técnico como os que vamos encontrar nos próximos treinos, em que os mapas são repletos de verdes e não se assemelham aos mapas portugueses. Foi um treino onde o mapa era principalmente branco, em que a floresta era bastante agradável.

Nesta competição é a primeira vez que vou participar no escalão D18, e como tal, os percursos devem-se demonstrar um pouco mais exigente do que nos anos anteriores, mas espero que nas provas não cometa muitos erros e que possa fazer resultados mais ou menos próximos dos do ano anterior (esquecendo a desclassificação na prova de Sprint). Espero que a nível do grupo, todos os atletas acabem realizados e motivados para um próximo ano.

Mariana Moreira

.


Fizemos uma viagem muito comprida até ao país da Sérvia. Na viagem passámos em sítios muito giros em França, em Itália passamos por uma auto-estrada impressionante pois era um sitio só de túneis e viadutos. Que loucura! Na Eslovénia estivemos parados num local muito giro, passámos a Croácia e finalmente chegamos ao nosso destino: a Sérvia. Parámos para jantar antes de começar a subir e quando começamos a subir só faltavam 100 km para o alojamento situado a 1600m de altitude. Chegamos cá a cima e saímos todos das carrinhas muito motivados.

No treino que fizemos na terça-feira o objectivo foi preparamo-nos para a prova de distância longa. O mapa era muito porreiro para correr e tinha muito desnível, mas deu para eu desfrutar dele principalmente nas áreas mais húmidas de pântanos e de passagem do rio.

Quanto às minhas expectativas são poder desfrutar dos mapa que são uma loucura e poder ter uma boa prestação em todas as provas. Mas as que eu estou mais motivada são a prova de distância longa e estafetas.

Ana Salgado



Vir ao EYOC 2009, apesar de não ser a primeira participação, está a ser para mim a maior experiência até aos dias de hoje. A preparação pela parte da Federação e dos líderes da comitiva foi estrondosa. A viagem na minha opinião, por enquanto, foi a melhor parte, sempre sonhei em atravessar a Europa de carrinha e a oportunidade de passar por sete países diferentes é, sem dúvida, o melhor que podíamos ter neste últimos dias.

O primeiro contacto com os terrenos iguais aos que na sexta-feira nos vamos bater com as outras selecções não podia ser melhor. Realizamos um percurso de cerca de 4 quilómetros e todos nós nos adaptamos, talvez a altitude a que nos encontramos e a humidade que se faz sentir por cá, sejam o que nos impossibilita de estarmos ao nosso maior nível, mas vamos lá chegar.

Depois de tudo o que já passamos juntos e ainda vamos passar, acredito seriamente que vamos obter os melhores resultados de sempre quer nas estafetas (prova que vamos apostar), quer no sprint e pela primeira vez sinto que nos podemos bater ao mais alto nível com as outras selecções na distância longa.

João Mega



[Fotos de Hélder Ferreira]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: