domingo, 28 de junho de 2009

XI GRANDE PRÉMIO DO RA4: O BALANÇO DE NUNO FERREIRA


Ainda se faziam sentir os ecos da Cerimónia de Entrega de Prémios do 11º GP RA4, quando o Orientovar foi ao encontro de Nuno Ferreira, Director da Prova. É dele o balanço final desta excelente jornada de Orientação.

Orientovar – Uma grande festa da Orientação. Que balanço?

Nuno Ferreira – Foi uma festa bonita e isso deixa-nos satisfeitos. É o premiar dum trabalho muito grande, procurando responder às solicitações daqueles que nos procuraram à última da hora no sentido de poderem participar na nossa prova. Há duas semanas tínhamos duzentos e poucos inscritos e acabámos por ultrapassar os quatrocentos, o que superou as nossas expectativas mas levantou, naturalmente, problemas acrescidos. Achamos, todavia, que soubemos dar uma resposta adequada à situação e o balanço é francamente positivo.

Orientovar – Entre as muitas e boas coisas que aqui se passaram, destacaria alguma em particular?

Nuno Ferreira – Desde logo a enorme competitividade nos dois principais escalões e a emoção quanto aos vencedores, num modelo de grande espectacularidade – com partidas “em massa” – e colocado aqui em prática com muito sucesso. Depois a vitória do Celso Moiteiro, um atleta do meu clube, operado há relativamente pouco tempo e que tem andado a treinar um pouco condicionado, e que teve aqui o justo prémio do seu trabalho. Gostava igualmente de realçar o facto de termos assistido a um grande exemplo de ‘fair-play’ da parte do Pedro Nogueira, um atleta que terá abdicado dum eventual lugar no pódio para auxiliar uma atleta em dificuldades no meio da floresta. Este é um exemplo a todos os títulos louvável e que em muito dignifica o atleta e a própria modalidade. Finalmente, a cerimónia de votos de sucesso aos atletas das selecções jovens, uma homenagem digna e que serve de incentivo aos mais novos, que possam dar sempre o seu melhor e que alcancem as melhores classificações nos Campeonatos onde irão participar.

Orientovar – Esta parceria com o RA4 vai-se manter por quantos mais anos?

Nuno Ferreira – Enquanto existir o Clube de Orientação do Centro e o Regimento de Artilharia nº 4, o Grande Prémio vai existir. É uma parceria que funciona muito para além deste evento, mas que se estende a muitos eventos por nós organizados. Tem havido sempre da parte do RA4 total disponibilidade para nos apoiar e corresponder às nossas solicitações e fazemos votos que este entendimento se possa manter e perpetuar.

Orientovar – Depreendo que irá para casa tranquilo e com a consciência do dever cumprido…

Nuno Ferreira – Sim. Há sempre imprevistos que acontecem em qualquer prova, há sempre situações que podem ser melhoradas, mas vou satisfeito pelas pessoas que participaram, vou satisfeito por estarmos todos felizes. Julgo que estamos todos de parabéns, as pessoas que participaram, as pessoas que organizaram, aquelas que apoiaram, enfim, todos aqueles que, com o seu empenho, contribuem para o crescimento e enriquecimento da Orientação.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: