quinta-feira, 25 de junho de 2009

EOC & JWOC MTBO 2009: SENSACIONAL 9º LUGAR DE JOÃO FERREIRA


Um fogo que arde sem se ver. Tal era a inexplicável certeza num resultado de grande nível na prova de Distância Longa dos Campeonato Europeus e Campeonatos Mundiais de Juniores de Orientação em BTT, EOC & JWOC MTBO 2009. Que João Ferreira acaba de confirmar, cumulando um enorme trabalho e premiando o atleta e todos quantos o apoiam.

Disputada em Gribskov, na distância de 24.1 km, a prova de Distância Longa do Campeonato do Mundo de Juniores de Orientação em BTT viu João Ferreira elevar bem alto o nome de Portugal. Igualando o 9º lugar alcançado na prova de Sprint dos Mundiais de Stare Jablonki, no ano transacto, João Ferreira vê coroada de êxito uma participação a todos os títulos exemplar. É verdade que o 28º lugar de ontem não estaria nas suas (e nossas) expectativas, mas o 13º lugar na prova de Sprint e sobretudo este 9º lugar na distância-rainha dos Campeonatos, são bem reveladores da excelência do atleta português.

Vamos deixar para mais tarde as reacções do atleta, mas aquilo que podemos adiantar desde já é que, independentemente do resultado, tivemos um João Ferreira em acerto total do início ao fim da prova. Terá perdido aqui e ali os seus segundos – e quem não os perdeu? –, poderia até ter ficado melhor posicionado na geral final (terminou a 5 segundos do finlandês Samuel Pökälä, 8º classificado, a 15 segundos do austríaco Martin Moser, o 7º, e a 40 segundos do sueco Erik Blomgren, 6º classificado) mas a verdade incontornável é que alcançou um lugar no top-10. O que é, seguramente, motivo de satisfação e orgulho para o atleta e, duma forma geral, para a Orientação portuguesa.


Vitória fantástica de Kevin Haselsberger

Quanto aos restantes portugueses, Guilherme Marques esteve ligeiramente abaixo daquilo que fez na prova de Distância Média do dia de ontem, concluindo no 32º lugar com um tempo de 1.49.54. Num mapa e num terreno que se revelam cada vez mais hostis, João Palhinha voltou a mostrar uma grande dificuldade em gerir a sua prova e, entre os 53 participantes, não foi além do 50º lugar com o tempo de 2.58.02.

No dia do seu aniversário, o austríaco Kevin Haselsberger dominou inteiramente a prova desde o primeiro ponto, acabando por ser um justo vencedor com o tempo de 1.28.02. Um prémio justo para quem tão próximo tem andado do pódio (foi 4º classificado na prova de Distância Média de ontem, repetindo o lugar alcançado na mesma prova há um ano, em Stare Jablonki). A segunda posição coube ao polaco Maciej Gromadka, com o tempo de 1.29.21, e que assim alcança a sua segunda medalha de prata nestes Campeonatos. Na terceira posição, com 1.31.21, classificou-se o checo Frantisek Bogár, também ele a repetir a presença no pódio depois de ter arrebatado o título mundial de Sprint, na manhã de anteontem. Campeão do Mundo de Distância Média em título, o checo Marek Pospisek não foi além do 13º lugar com 1.36.23.

Resultados:

1º Kevin Haselsberger (AUT) 1.28.02

2º Maciej Gromadka (POL) 1.29.21
3º Frantisek Bogár (CZE) 1.31.21
4º Hans Jørgen Kvåle (NOR) 1.33.13
5º Vojtech Stránsky (CZE) 1.34.04
6º Erik Blomgren (SWE) 1.34.33
7º Martin Moser (AUT) 1.34.58
8º Samuel Pökälä (FIN) 1.35.08
9º João Ferreira (POR) 1.35.13
10º Mikhail Utkin (RUS) 1.35.37
(…)
32º Guilherme Marques (POR) 1.49.54
50º João Palhinha (POR) 2.58.02


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: