quinta-feira, 25 de junho de 2009

EOC & JWOC MTBO 2009: DANIEL MARQUES LONGE DO TOP-20


Com a disputa da prova de Distância Longa em Gribskov (Dinamarca), prosseguiram hoje os Campeonatos Europeus e Campeonatos Mundiais de Juniores de Orientação em BTT EOC & JWOC MTBO 2009. Daniel Marques voltou a estar aquém das suas possibilidades, não indo além do 28º lugar.

Menos conseguida que o esperado, a participação de Daniel Marques na prova de Distância Longa dos Europeus de Orientação em BTT saldou-se pela 28ª posição. Suficientemente bem adaptado ao mapa e aos terrenos, o atleta português encarou a prova com grande motivação e o 16º lugar à passagem pelo primeiro rádio-controlo, a 23 segundos do 10º lugar, indiciavam um grande resultado. A verdade é que o nosso atleta claudicou a partir daí, caiu para o 28º lugar com sensivelmente um terço de prova decorrido e nunca mais se conseguiu encontrar. O tempo final de 1.55.39 deixou-o a 4.11 do tão almejado top-20, um lugar que deveria ser seu por mérito próprio. Mas se recordarmos que nas anteriores participações, Daniel Marques não tinha ido além do 58º lugar em 2006 e do 50º lugar em 2008, justo será reconhecer a enorme melhoria evidenciada pelo atleta.

Ligeiramente melhor que na prova de Distância Média, Paulo Alípio concluiu na 54ª posição com um registo de 2.06.56. Quem não esteve definitivamente nos seus dias foi Joel Morgado, desclassificado graças a esse imponderável que dá pelo nome de “mp”.

O dia da Dinamarca

Quase se pode afirmar que o dia pertenceu por inteiro à Dinamarca. Não apenas pelos seus dois atletas que subiram ao pódio como também por esse notável feito de ter conseguido colocar seis atletas nos 10 primeiros lugares. Os louros da vitória, esses couberam a Lasse Brun Pedersen que fez 1.40.37 para 31.7 km de prova e renovou assim o título europeu de Distância Longa alcançado em Nida (Lituânia) no ano passado.


Afirmando-se como a grande figura dos Campeonatos, o dinamarquês Erik Skovgaard Knudsen gastou mais 2.13 que o seu compatriota, juntando a medalha de prata, ao bronze do Sprint e ao ouro da Distância Média. A terceira posição coube ao finlandês Juho Saarinen com 1.45.35. Os austríacos Tobias Breitschädel e Christian Gigon não estiveram nos seus dias, tendo feito “mp”, enquanto os suíços continuam a ser a grande desilusão dos Campeonatos, com o seu melhor elemento, Beat Oklé a não ir além da 14ª posição com 1.48.49. Participaram na prova 80 atletas.

Resultados:

1º Lasse Brun Pedersen (DEN) 1.40.37

2º Erik Skovgaard Knudsen (DEN) 1.42.50
3º Juho Saarinen (FIN) 1.45.36
4º Jiri Hradil (CZE) 1.46.17
5º Torbjørn Gasbjerg (DEN) 1.46.25
6º Victor Korchagin (RUS) 1.46.41
7º Anton Foliforov (RUS) 1.46.53
8º Allan Treschow Jensen (DEN) 1.47.53
9º Bjarke Refslund (DEN) 1.48.00
10º Søren Strunge (DEN) 1.48.07
(…)
28º Daniel Marques (POR) 1.55.39
54º Paulo Alípio (POR) 2.06.56
..... Joel Morgado (POR) ‘mp’


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: