terça-feira, 23 de junho de 2009

EOC & JWOC MTBO 2009: BOM COMEÇO DE DANIEL MARQUES


Não defraudando as expectativas, Daniel Marques mostrou-se em bom nível na abertura dos Europeus e Mundiais de Juniores de Orientação em BTT EOC & JWOC MTBO 2009, que decorrem na Dinamarca. O 17º lugar na prova de Sprint assenta bem ao nosso representante, que voltou a elevar bem alto o nome de Portugal.

Depois do 27º lugar de 2006 e da desconsoladora 51ª posição em 2008, Daniel Marques mostrou esta manhã em Bøndernes Hegn um pouco do muito que é capaz, concluindo a prova de abertura do Campeonato da Europa de Orientação em BTT num prestigiante 17º lugar. Este acaba por ser um resultado que vai ao encontro dos anseios do atleta e que premeia o seu trabalho, esforço e enorme espírito de sacrifício.

E o resultado final até poderia ter sido outro e bem melhor. Numa prova de Sprint muito disputada, com apenas dois minutos a separar os primeiros doze classificados, Daniel Marques começou bem. Do 10º lugar à passagem pelo 5º ponto de controlo, o atleta saltou para a 6ª posição, sensivelmente a meio da prova, a escassos 23 segundos do 2º lugar. No 16º ponto de controlo o atleta ocupava o 12º lugar, para no final ser o 17º classificado, com o tempo de 27.27. Quanto aos outros dois atletas portugueses, Paulo Alípio esteve igualmente muito bem, concluindo na 46ª posição com um tempo de 30.22. Uma má entrada no mapa levou Paulo Alípio a despender preciosos segundos, entretanto recuperados com uma segunda metade de grande nível (neste parcial, Paulo Alípio esteve ao nível de Daniel Marques para quem perdeu apenas 20 segundos). Com um registo de 37.05, Joel Morgado mostrou-se ao seu nível, concluindo no 69º lugar.

Vitória esperada de Ruslan Gritsan

Campeão do Mundo de Distância Longa em título, medalha de bronze na prova de Sprint dos últimos Europeus e segundo classificado do ‘ranking’ mundial, Ruslan Gritsan foi o grande vencedor, a despeito duma muito má entrada no mapa. Foi apenas na segunda metade da prova que o grande atleta russo pôs em campo todas as suas qualidades e capacidades, concluindo os 5.8 km de prova em notáveis 25.17. O checo Radek Laciga, 35º classificado do ‘ranking’ mundial, registou um tempo de 25.46, alcançando um tão saboroso quanto surpreendente segundo lugar. Atrás de si, com apenas mais 4 segundos, o dinamarquês Erik Skovgaard Knudsen fechou o pódio. De referir ainda que a prova contou com a participação de 82 atletas, 7 dos quais acabaram desclassificados por “mp”.

Resultados:

1º Ruslan Gritsan (RUS) 25.17

2º Radek Laciga (CZE) 25.46
3º Erik Skovgaard Knudsen (DEN) 25.50
4º Victor Korchagin (RUS) 25.55
5º Allan Treschow Jensen (DEN) 25.58
6º Valeri Gluhov (RUS) 26.15
7º Anton Foliforov (RUS) 26.32
8º Jiri Hradil (CZE) 26.39
9º Jussi Laurila (FIN) 26.44
10º Beat Schaffner (SUI) 26.50
(…)
17º Daniel Marques (POR) 27.27
46º Paulo Alípio (POR) 30.22
69º Joel Morgado (POR) 37.05


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

2 comentários:

PMS disse...

É muito bom poder ter notícias fresquinhas e pormenorizadas dos n/ filhos orientistas que andam lá longe (+- 3.000 km).
Bem haja pela revolução noticiosa que imprimiu à orientação em Portugal: a era "Margarido" !!!
Obrigado
Luisa Mateus

Luisa disse...

Parabéns Daniel.

Parabéns também para o Paulo e para o Joel.

Beijinhos
Mãe