quinta-feira, 25 de junho de 2009

EM TEMPO DE BALANÇO: A TEMPORADA 2008/2009 VISTA POR CARLOS MONTEIRO


Fazendo uma pausa nos Campeonatos de Orientação em BTT, retomamos o balanço da temporada 2008/2009 com uma saltada a Leiria. Ao encontro do Clube de Orientação do Centro, escutamos as opiniões de Carlos Monteiro


CARLOS MONTEIRO
CLUBE DE ORIENTAÇÃO DO CENTRO

“Temos conseguido pôr em prática muito do bom que aprendemos”


Orientovar - Enuncie os momentos mais significativos da época e refira o próximo grande desafio?

Carlos Monteiro – Para o COC, os momentos mais significativos da época prendem-se com os resultados desportivos do Daniel Marques, destacando os conseguidos a nível internacional que resultaram na sua subida no ‘ranking’ da IOF. Referiria também os resultados individuais e colectivos conquistados na Taça de Portugal Pedestre e de BTT, com realce para os Campeonatos Nacionais com títulos individuais e colectivos e a reconquista do titulo Absoluto pelo Tiago Romão acompanhada pela sua vitória no ‘ranking’ nesta sua primeira época em Elite.

Tivemos ainda a criação do GAR COC (Grupo de Alto Rendimento) e todo o trabalho desenvolvido ao longo da época, destacando-se o intercambio entre clubes na realização de estágios. E também a continuação do trabalho da Escola de Orientação e a sua ligação ao Desporto Escolar. Ao nível organizativo destacamos o XI Meeting de Orientação do Centro WRE com o excelente lote de atletas presentes e qualidade organizativa que pensamos ter sido conseguida.

Orientovar - Comparativamente à época anterior, que avaliação faz da evolução da modalidade?

Carlos Monteiro - Depois do sucesso do WMOC, temos conseguido pôr em prática muito do bom que aprendemos. Destacamos aqui a implementação crescente da partilha de conhecimentos e a cooperação entre clubes nos mais diversos aspectos.
Ao nível organizativo tivemos bons eventos, ainda que de nível geral abaixo de épocas anteriores. Ao nível da quantidade de participantes, decrescemos, sendo mais notória essa perda de participantes nas Regionais e no BTT.

Destacamos o despontar de valores jovens na modalidade, fruto do trabalho dos clubes e do Orijovem, agora enquadrado pelo novo projecto da FPO, o qual esperamos que resulte positiva e consolidadamente. Ficámos aquém nas nossas expectativas quanto ao trabalho técnico no BTT, quando estamos a cerca de um ano do Mundial.

Orientovar - Um voto para o Clube e para a Orientação em Portugal na próxima temporada?

Carlos Monteiro - Que o COC seja capaz de dignificar a modalidade nas três grandes organizações em 2010 que a FPO lhe confiou. Que os seus atletas continuem a trabalhar com intensidade e qualidade, atingindo resultados de mérito nas mais variadas competições em que participarem, destacando-se aqui o Mundial de Orientação em BTT onde esperamos que o Daniel Marques surja ao seu melhor nível e faça subir a bandeira nacional. Que muitos atletas do COC vistam a camisola nacional, seja em Pedestre seja em BTT e que consigam acessos às finais A.

Que se intensifiquem as relações entre clubes, pois só em conjunto conseguiremos notoriedade para a Orientação e que essa notoriedade seja acompanhada pelo aparecimento de novos praticantes, enquanto os actuais atinjam resultados internacionais de destaque. Que uma vez mais Portugal e a Orientação saiam dignificados com a organização do Mundial de Orientação em BTT.



Veja também nesta rubrica as opiniões de
- Luís Santos, CPOC [
AQUI]
- Jacinto Eleutério, ADFA [
AQUI]
- Paulo Fernandes, LEBRES DO SADO [
AQUI]
- António Amador, ORI-ESTARREJA [
AQUI]
- Daniel Raposo, COALA [
AQUI]
- Hugo Borda d’Água, COAC [
AQUI]
- Afonso Pimentel, COA [
AQUI]
- Guilherme Martins, ÀS 11 NO FAROL [
AQUI]
- Jorge Ramos, CAMINHEIROS DA PORTELA [
AQUI]
- Tiago Aires, GAFANHORI [
AQUI]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: