terça-feira, 9 de junho de 2009

EM TEMPO DE BALANÇO: A TEMPORADA 2008/2009 VISTA POR JACINTO ELEUTÉRIO


Prosseguindo com a ronda pelos clubes, o Orientovar vai hoje ao encontro da ADFA – Associação de Deficientes das Forças Armadas. Pela voz de Jacinto Eleutério, aqui se dá conta do balanço de toda uma época, perspectivando já o que vem a seguir.


JACINTO ELEUTÉRIO
ADFA – ASSOCIAÇÃO DE DEFICIENTES DAS FORÇAS ARMADAS

“A época foi bem positiva”


Orientovar - Enuncie os momentos mais significativos da época e refira o próximo grande desafio?

Jacinto Eleutério - A nível geral é difícil escolher momentos significativos, dado o facto de estar ainda bem vivo o enorme sucesso que foi o WMOC’08. Todavia, não individualizando, direi que a época foi bem positiva, com excelentes organizações, óptimos mapas e terrenos. No campo pessoal destacaria mais uma grande organização da ADFA, como foi o Campeonato Ibérico em Idanha-a-Nova.

Para a próxima época são três os desafios que se nos colocam. Temos já em Outubro o II Ori-Btt de Idanha-a-Nova, em Março também em Idanha o II Raid de Aventura e em Abril os campeonatos de Média e Sprint em Vinhais, onde tudo faremos para corresponder à confiança em nós depositada.


Orientovar - Comparativamente à época anterior, que avaliação faz da evolução da modalidade?

Jacinto Eleutério - Comparativamente com a época ou épocas anteriores, estamos claramente melhor em quase todos os níveis. Na competição temos matéria-prima de muita qualidade que, embora de forma lenta, mas segura, com enorme vontade, perseverança e empenho, começa a apresentar resultados bem interessantes, quer na disciplina pedestre quer na BTT.

Na parte organizativa subimos claramente de qualidade, direi mesmo que aqui e ali até com alguns exageros. As nossas organizações em nada ficam a dever àquilo que já vi fazer lá por fora e a comprová-lo estão as opiniões dos nossos amigos espanhóis de cada vez que nos visitam.

Ao nível de participação houve algum decréscimo, talvez em consequência da palavra que mais se tem ouvido nestes últimos tempos: CRISE! As provas nacionais vão mantendo e, nalguns casos, até aumentando o nível de participação. Mas nas outras competições tem havido um claro decréscimo de participantes que esperamos seja passageiro e volte rapidamente à normalidade.

Na parte da reestruturação, com a entrada na modalidade de um competente Director Técnico Nacional, parece-me que se notam melhorias. Não querendo de maneira alguma dizer que no passado estava mal, simplesmente agora temos uma pessoa profissional numa área que não se compadece mais com amadorismos se queremos continuar a crescer.


Orientovar - Um voto para o Clube e para a Orientação em Portugal na próxima temporada?

Jacinto Eleutério - Para a próxima temporada espero e desejo que o meu clube continue na rota dos êxitos que sempre nos têm acompanhado e que saibamos estar à altura das expectativas nas organizações que nos foram atribuídas.

Para a Orientação portuguesa faço votos que continue crescendo de forma notória e segura, tendo sempre presente o espírito de amizade, desportivismo e camaradagem e que a nossa próxima grande organização Internacional, que é o MTB WOC 2010 tenha o sucesso alcançado no WMOC 2008.


Nesta rubrica veja também as opiniões de Luís Santos, CPOC [AQUI]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: