quarta-feira, 3 de junho de 2009

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA...


1. Teve lugar no passado dia 30 de Maio, em Vila Viçosa, a 4ª Gala do Desporto OPDE – Olimpíadas Populares do Distrito de Évora. Sob o lema “Mais Desporto, Melhor Saúde!!!”, a Associação de Municípios do Distrito de Évora pretendeu, desta forma, homenagear a prestação desportiva dos atletas do Distrito que mais se notabilizaram na Época 2007/2008. No Terreiro do Paço, fronteiro ao magnífico Palácio Ducal, 51 atletas de 15 modalidades viram os seus méritos reconhecidos pelos municípios onde nasceram e/ou onde representam Clubes, Colectividades, Associações, Escolas ou Universidades. O GafanhOri – Clube de Orientação da Gafanhoeira, foi presença notada - e notável! -, ao ver dez dos seus atletas e treinadores homenageados. Filipe Salgado, Ana Salgado, Helena Coradinho, João Salgado, Inês Pinto, Ana Coradinho, Rita Rodrigues, Manuel Horta, Raquel Costa e Tiago Aires [na foto] voltaram a elevar S. Pedro da Gafanhoeira e a Orientação a um lugar de destaque maior. O Orientovar suspeita que, na próxima edição da Gala OPDE, a Associação de Municípios do Distrito de Évora vai ter de providenciar um palco com o dobro das dimensões. No mínimo!

2. No rescaldo da sua participação no americano Festival de Orientação de Buffalo, o israelita Dan Chissick deixa-nos uma interessante reflexão. “Em Israel, cada prova nacional de apenas um dia conta com 400 a 500 participantes. Este evento de dois dias em Buffalo (do calendário oficial da Federação de Orientação dos Estados Unidos) teve 200 a 250 participantes e reparei que havia muito pouca gente nova”. No seu artigo –
http://my.opera.com/chissick/blog/2009/05/24/thoughts-on-us-orienteering -, Chissick realça a “excelente qualidade organizativa do evento, tanto em termos logísticos como técnicos”, classifica o potencial da Orientação nos Estados Unidos como “muito elevado”, mas aponta as enormes distâncias a percorrer como o grande problema. A solução, segundo ele, poderá residir em concentrar a prática da modalidade em várias áreas mais restritas (Estados?), com 10 a 20 clubes por área e um evento a cada fim-de-semana. “Estariam assim criadas as bases para uma forte competitividade intra-regional e inter-regional”, assegura. Um bom conselho também para países como a Argentina, Canadá ou Brasil, que padecem do mesmo problema.

3. O dossier “Complexo Desportivo do Jamor” conhece novos desenvolvimentos. Enquanto se aguarda que o Instituto do Desporto de Portugal e a Câmara Municipal de Oeiras facultem os processos aos “Amigos do Estádio Nacional”, “a acção popular e a providência cautelar estão quase prontas e devem entrar nos próximos dias”, diz Margarida Novo, uma das líderes do movimento. Entretanto, a par das notícias que começam a surgir na imprensa (SIC, Jornal da Região de Oeiras), foi criado um blogue (
http://amigosestadionacional.blogspot.com/) e um endereço de e-mail (amigosestadionacional@gmail.com). “Para aqueles que não estão preocupados e acham que vão continuar a ter terreno para organizar provas de Orientação Pedestre”, Margarida Novo recomenda a visualização do ficheiro http://arquitectura.pt/forum/f10/caxias-oeiras-alto-da-boa-viagem-tom-s-taveira-7445.html. “É só olhar bem para o traçado dos acessos”, conclui.

4.
Os ecos dos recentes Campeonatos Nacionais Absolutos ainda se fazem ouvir. É nessa linha que o Orientovar chama hoje ao pódio Tiago Romão e o clube GafanhOri. O primeiro, pela garra e capacidade de tornear os obstáculos, mas sobretudo pela humildade em reconhecer que este título “não espelha a realidade” e seria “devidamente merecido” a Tiago Aires. O segundo pela forma de estar no nosso desporto e que faz dele um verdadeiro CLUBE. Se dúvidas restassem, bastaria ver a disparidade de comportamentos na Final A dos Absolutos. Se a Orientação é uma festa, se os Absolutos são uma festa, porque motivo apenas alguns fazem a festa? Para o Tiago Romão e para o GafanhOri – Clube de Orientação da Gafanhoeira vai, com profunda emoção e a mais viva saudação, o Louvor da Semana.

[Foto extraída do Álbum “Gala Desporto OPDE 2009”, da Galeria Pública do Clube GafanhOri em
http://picasaweb.google.com/Gafanhori/]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

3 comentários:

Ana & Tiago disse...

Olá Margarido!
Muito Obrigado pelas suas palavras, são sempre muito motivadoras... Tem feito um excelente trabalho e considere-o uma peça fundamental na dinâmica da orientação. Nunca existiu tanta informação e tão detalhada acerca do se faz por cá... Muitos parabéns!

Tiago Romão

Mário Duarte disse...

boas Margarido,

parabéns pela noticia sobre a gala do desporto de Évora, no entanto o seu a seu dono, não foi apenas e justamente, o gafanhori a ser premiado nessa gala.

Não sei quem lhe deu a informação, mas para a próxima, poderiam dizer-lhe que os atletas da ADFA, Lídia Magalhães (2007/2009), Santos Sousa (2007/2009) Pedro Nogueira (2005/2009) e Mário Duarte (2003/2005/2007/2009) também foram homenageadosn na mesma gala.

Eu sei que muitas vezes, só se informa do que se tem conhecimento, e se não chegar não podemos saber de tudo, mas é pena se quem o informou, não teve o cuidado de também fazer-lhe chegar o que acabei de transcrever.

Joaquim Margarido disse...

Viva Mário Duarte:
É com tremendo desgosto que acabo de saber à posteriori que a ADFA teve quatro brilhantes atletas seus homenageados na Gala do Desporto OPDE. E desgosto por não ter incluído no Louvor da Semana também estes notáveis que tanto fazem pelo nosso desporto. A razão de ser, contudo, é simples. Enquanto uns se preocupam em manter as páginas dos seus clubes actualizadas, outros nem por isso... Enquanto uns são proactivos na divulgação da modalidade, outros nem por isso... A página do GafanhOri é um delicioso e inesgotável manancial de informação, comunicação e divulgação. A da ADFA - vai ter de o admitir! - nem por isso...
Saudações orientistas.
JOAQUIM MARGARIDO