quinta-feira, 14 de maio de 2009

PELO BURACO DA FECHADURA...


É já no próximo sábado que o CPOC leva a cabo o seu 5º Troféu de Ori-BTT, prova pontuável para a Taça FPO de Orientação em BTT 2008/2009. Descobrir ou redescobrir Monsanto sobre duas rodas é a aliciante proposta da prestigiada colectividade de Oeiras, aqui trazida por Tiago Fernandes, o Director da Prova. É com ele que espreitamos hoje pelo buraco da fechadura…

Orientovar - Após o POM'09 de tão boa memória, este 5º Troféu Ori-BTT do CPOC representa o regresso às organizações com alguma envergadura. De que forma é encarado este facto e que meios foram mobilizados para responder ao desafio?

Tiago Fernandes – Embora tratando-se dum Troféu da Taça FPO, sendo de Ori-BTT sabemos que não atrai tanta gente como um evento pedestre. As nossas estimativas vão no sentido de que poderão vir a participar neste Troféu cerca de 130 pessoas, embora deva confessar que as expectativas iniciais eram mais elevadas do que as inscrições até ao momento revelam.

Orientovar - Porquê Monsanto?

Tiago Fernandes - Monsanto é uma zona por excelência de treino para muitos atletas de Ori-BTT que habitam na zona de Lisboa e é, em simultâneo, uma zona muito atractiva para os praticantes de BTT, pelo que tentámos atrair os amantes de ambas as vertentes à nossa prova. O mapa sofreu uma actualização, quer para a nova norma de cartografia de Ori-BTT, quer pelos muitos caminhos que vão surgindo e esse é também um atractivo para voltarmos a este mapa.

Orientovar - As duas etapas têm de comum o mapa, mas particularidades diferentes. Poderia detalhar cada uma delas e, sucintamente, esclarecer em que consiste uma etapa em "sistema de score" e como se apuram os vencedores?

Tiago Fernandes - A etapa da manhã vai ser um percurso normal, isto é, terá um percurso definido e a sequência de pontos terá que ser a aí estipulada. Na parte da tarde teremos uma prova que se denomina normalmente por ‘score’, na qual caberá aos atletas definir a sua própria estratégia e escolher a ordem porque querem realizar os pontos. Terão que ir à mesma a todos os pontos, sendo só os últimos dois – ‘200’ e ‘finish’ – sequenciais. Tentamos com este formato, e uma vez que nenhum ponto utilizado de manhã será utilizado nos mesmos percursos à tarde, que as pessoas pratiquem a sua capacidade de tomada de opções.

Orientovar - Numa altura em que se percebe uma presença escassa de atletas dos escalões de Iniciação e Formação nas provas, a organização deste 5º Troféu Ori-BTT do CPOC tem na manga algum trunfo para inverter esta situação?


Tiago Fernandes - Não foi uma preocupação ainda para esta prova. Pretendemos no futuro, e num âmbito mais local, dinamizar uma prova trimestral em Monsanto que possa servir para atrair os mais novos.

Orientovar - Quer deixar uma mensagem a todos quantos se desloquem a Monsanto no próximo sábado?

Tiago Fernandes - O nosso objectivo é que quem aparecer se possa divertir e conhecer alguns trilhos novos de Monsanto. O dia será bem passado a praticar Orientação e receberemos todos da melhor forma que formos capazes. Apareçam.

Saiba mais sobre o 5º Troféu Ori-BTT do CPOC em
http://www.cpoc.pt/eventos.php?ev=5OriBTT.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

1 comentário:

Zawir Al-Hamidi disse...

Congratulations!! You have a nice blog.