domingo, 3 de maio de 2009

NACIONAIS DE ORI-BTT 2009 E V CAMPEONATO IBÉRICO: PROVA DE DISTÂNCIA MÉDIA


Títulos para todos os gostos e a confirmação da enorme supremacia portuguesa nesse sempre emocionante duelo ibérico. Foi assim no segundo dos três dias de provas, em Ourém, pelas mãos do CAOS.

O segundo dia de provas do 11º Campeonato Nacional de Orientação em BTT e V Campeonato Ibérico decorreu sob condições climatéricas adversas face ao calor que, desde manhã bem cedo, se fez sentir. A prova de Distância Média pôs um ponto final no Campeonato Ibérico com a atribuição dos restantes seis títulos, ao mesmo tempo que permitiu atribuir 11 novos títulos nacionais.

Começando pelo Campeonato Nacional e pelo escalão de Juvenis Masculinos, Gonçalo Cruz (CPOC / Loja das Bicicletas) teve a sua “vingançazinha” e, depois de na véspera ter perdido o título de Distância Longa por escassos oito segundos para João Mega Figueiredo (CN Alvito), hoje saiu grande vencedor sobre o mesmo adversário, desta feita por… quatro segundos! Em Juniores Masculinos, Guilherme Marques (COC) também se desforrou de João Ferreira (DA Recardães) ao passo que, no sector feminino, Ana Filipa Silva (CPOC / Loja das Bicicletas) não deu quaisquer hipóteses às suas adversárias, repetindo a vitória alcançada no dia anterior.

Daniel Marques (COC) e Susana Pontes (CPOC / Loja das Bicicletas), repetiram igualmente as vitórias da véspera no escalão de Elite, em ambos os casos por margens confortáveis. Merece referência o terceiro lugar de Davide Machado (.COM), um atleta que tem feito uma excelente época e comanda claramente o ‘ranking’ do escalão H21A, aqui a imiscuir-se entre a Elite na luta pelos lugares cimeiros e a alcançar merecida presença no pódio.

Passando aos escalões de Veteranos e começando pelos H35, Inácio Serralheiro (CN Alvito) mostrou claramente que aquele “mp” da véspera foi apenas “um sonho mau que já passou” e chegou ao título, ante um José Marques (CP Armada) impotente para contrariar as mais-valias do seu adversário. Eduardo Sebastião (Clube TAP) também esteve bem melhor que na véspera, mas ainda assim não conseguiu ir além do 3º lugar.

Em D35, Ana Gomes (COA) voltou a não estar pelos ajustes, acumulando o título de Distância Média com o de Distância Longa, embora nos restantes escalões se assistisse a quatro inquilinos novos no lugar mais alto do pódio. Luís Tenreiro (COC) levou de vencida o escalão de H40, após luta apertada com Leandro Silva (CN Alvito), Rui Botão (CPOC / Loja das Bicicletas) e Jorge Baltazar (GDU Azóia). Em H45, José João Moura (Clube EDP) melhorou o segundo lugar da véspera e chegou ao título. Em D45, os predicados de Luísa Mateus (COC) foram insuficientes para contrariar o valor de Margarida Gonçalves Novo (CN Alvito). Em H50, Luís Sousa (Clube TAP) e Albano João (COC) voltaram a travar intenso duelo desta feita favorável ao primeiro.

.

Daniel Marques, Ana Filipa Silva, Ana Gomes e José Marques, acumularam os títulos ibéricos de Distância Média com os alcançados na véspera, na prova de Distância Longa. Se a estes quatro nomes juntarmos os de Guilherme Marques e Susana Pontes no lugar mais alto do pódio, temos um pleno português na prova de Distância Média do V Campeonato Ibérico. No final, as contas espelham a enorme supremacia das cores lusas: Títulos: Portugal 11 - Espanha 1. "País Campeão Ibérico Masculino": Portugal 59 - Espanha 49. "País Canpeão Ibérico Feminino": Portugal 59 - Espanha 50.

Consulte resultados completos em http://www.107caos.com/cn-o-btt09/resultados/Resultados_Geral_Media.html

[fotos gentilmente cedidas por João Vítor Alves]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: